Em relação ao Montijo, Rui Rio não abre o jogo

Carlos Barroso / Lusa

O líder do PSD, Rui Rio

O que Rui Rio fará quando for chamado a pronunciar-se sobre o futuro do aeroporto do Montijo é uma incógnita. A pressão atira-a para o Governo e para a esquerda.

Algumas Câmaras, como a do Seixal e a da Moita, mostraram-se objetivamente contra a construção do novo aeroporto do Montijo. Para contornar o parecer negativo destas autarquias, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, sugeriu uma alteração à lei que permitisse ultrapassar o veto dos autarcas.

Bloco de Esquerda, PCP e PEV, pelo menos, já garantiram que são contra qualquer mudança e que, nesse sentido, vão inviabilizar a iniciativa do Governo socialista.

Ora, a confirmar-se este chumbo da Esquerda, os socialistas não têm outra opção senão virar-se para o PSD para a norma ser aprovada. Tal como o semanário Expresso avançou no sábado, os primeiros passos já foram dados por Pedro Nuno Santos, que contactou diretamente o líder social-democrata no sentido de o convencer a dar uma mãozinha ao Governo socialista.

Rui Rio não abre a boca e mantém tudo em aberto. Ao Expresso, fonte do gabinete do líder do PSD disse que, se esta questão chegar ao Parlamento, todos os fatores serão colocados na balança: quer a vontade das autarquias, quer a importância estratégia desta obra para o país. Segundo o matutino, basta a abstenção do PSD para fazer aprovar no Parlamento a alteração à lei.

Mas Rio não ficou agradado com as notícias que davam conta que o PSD tinha nas mãos o futuro do Montijo. No Twitter, reagiu: “Porque é que no caso específico do aeroporto do Montijo se noticia que a solução está nas mãos do PSD? Se o assunto for à AR para votação, o PSD só terá, como é lógico, 79 deputados. Ou será que nessa sessão podemos meter mais alguns? Ou os outros vão abandonar o plenário?

Para o social-democrata, a responsabilidade deste impasse recai no PS e nos partidos à esquerda.

Rui Rio nunca escondeu as reservas que sempre teve em relação ao aeroporto do Montijo. No debate pré-eleitoral, o líder disse, inclusivamente, que os sociais-democratas inscreveram no programa eleitoral a “reapreciação da solução Alcochete“, mesmo que tal obrigasse “a uma renegociação das condições contratuais da concessão”.

Depois de a Agência de Proteção Ambiental (APA) ter viabilizado o projeto mediante a adoção de medidas mitigadoras do impacte ambiental, no final de outubro, Rui Rio deu o caso como encerrado.

“A Declaração de Impacte Ambiental (DIA) é um documento técnico, eu não sou técnico. Tenho de acreditar nos técnicos, se for possível cumprir a DIA e fazer as obras com os cuidados que é necessário, por mim tudo bem”, disse na altura.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Este Rui rio não passa de um cata-vento, um politico sério não espera para ouvir os outros para dizer a sua opinião seja sobre que assunto for, se fica calado á espera de tomar uma posição só depois de ouvir qual a corrente de vento mais forte para depois alinhar pela corrente do vento só mostra que como homem não tem ideia própria anda ao sabor das suas conveniências, a esses homens chamo de cata-ventos, todos nós temos uma opinião própria independente do que as direções partidárias.

RESPONDER

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …

Padres, provedores e autarcas. MP investiga casos de vacinação indevida

A investigação do Ministério Público (MP) e da Polícia Judiciária (PJ) conta já com 33 casos suspeitos de vacinação indevida, estendendo-se a padres, provedores de misericórdias, administradores hospitalares e autarcas. Desde o início da campanha da …

Atrasos na vacina da Pfizer condicionam vacinação de doentes de risco entre os 65 e os 79

A vacinação de doentes de risco entre 65 e os 79 anos está condicionada pela chegada de mais vacinas da Pfizer. Na união Europeia, Portugal é o quinto país com a percentagem mais elevada de doses …

Há uma geringonça (sem Bloco) a discutir quinzenalmente a execução orçamental

No ano passado, a abstenção do PCP de um empurrão na aprovação do Orçamento do Estado. O partido de Jerónimo de Sousa não desiste de exercer influência e de se consolidar como parceiro do Governo, …

Um jogo tem hora e meia, mas em Portugal só se jogam, em média, 49 minutos

Esta época, em média, o tempo útil de jogo na primeira divisão portuguesa é de apenas 49,26 minutos. Os árbitros são bodes expiatórios deste registo. Dizem as regras do futebol que um jogo tem 90 minutos, …

Governo não tem "qualquer intenção de nacionalizar a Groundforce"

O ministro das Infraestruturas garantiu, esta quinta-feira, que "o Governo não tem qualquer intenção de nacionalizar a Groundforce", dizendo acreditar que "o acionista privado vai compreender" que tem de dar garantias à TAP para receber …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Jogador mais caro da história do FC Porto vai reforçar o Portimonense

O FC Porto pagou 20 milhões de euros por Giannelli Imbula em 2015. O médio franco-congolês prepara-se agora para assinar pelo Portimonense como jogador livre. Giannelli Imbula está esta sexta-feira em Portimão para assinar contrato com …

Medina, ameaçado pela união das direitas, segura-se ao voto útil para ganhar Lisboa

Fernando Medina tem um duro desafio pela frente, depois de a direita ter dado as mãos em Lisboa, numa megacoligação encabeçada por Carlos Moedas. O socialista Fernando Medina está a ser ameaçado pela união da direita, …

Antigo manual egípcio revela novos detalhes sobre a mumificação

Uma equipa de investigadores descobriu um papiro médico com 3.500 anos que permitiu ajudar a recriar o processo de embalsamento para preparar os antigos egípcios para a vida após a morte. Este é o mais …