Montepio já pagou quase 1 milhão de euros para defender Tomás Correia

António Cotrim / Lusa

O Montepio já gastou um milhão de euros com a defesa de Tomás Correia, mas o Banco de Portugal tem dúvidas sobre o enquadramento legal da decisão que permite ao banco suportar encargos jurídicos de gestores antigos ou atuais.

Por outro lado, quer conhecer melhor os detalhes dos 950 mil euros já pagos à Uría, sociedade espanhola de advogados, chefiada em Portugal por Daniel Proença de Carvalho, que tem apoiado juridicamente Tomás Correia, de acordo com o Público.

Na Assembleia Geral de 16 de março de 2018, foi deliberado que o Montepio passaria a assumir o “pagamento dos custos em que possam incorrer os atuais ou antigos administradores e membros de outros órgãos sociais da sociedade, relacionados com quaisquer processos ou procedimentos que sejam direta ou indiretamente relacionados ou resultantes da sua atividade na sociedade e que resultem de contas de honorários passadas na devida forma ou de documentos emitidos por entidades oficiais”.

Esta decisão permite que o banco assuma os encargos de apoio jurídico a antigos gestores condenados em processos movidos por entidades oficiais, como o supervisor bancário, a CMVM, a ASF ou o Ministério Público.

O Banco de Portugal tem dúvidas sobre a legalidade desta decisão e já enviou uma carta ao chairman Carlos Tavares e à presidente executiva Dulce Mota pedindo informação detalhada sobre a deliberação em causa. Perante as justificações, o supervisor poderá anular a decisão.

A proposta foi apresentada pelo próprio Tomás Correia, na qualidade de representante da Associação Mutualista Montepio Geral, acionista quase único do banco. Em causa está um potencial conflito de interesses e a suspeita de que alguns trâmites legais não terão sido respeitados.

Sobre o assunto, Tomás Correia disse em entrevista que “uma das áreas muito importantes da atividade empresarial é aconselhar e trabalhar para que haja mecanismos de proteção para que algum dos administradores das empresas ou diretores possam ser protegidos, quando acusados, ou quando envolvidos em qualquer ação que tenha a ver com o exercício da profissão”.

Para além de ter dúvidas sobre a deliberação, o Banco de Portugal quer também conhecer os detalhes dos custos já suportados pelo banco no decorrer do processo de Tomás Correia que somam quase um milhão de euros.

À Uría foram pagos 950 mil euros: 190 mil euros para pagar a defesa do Montepio, multado pelo BdP em 2,5 milhões de euros, e 760 mil euros para suportar os encargos com os honorários dos advogados dos gestores visados nos processos contra-ordenacionais do BdP.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais um a viver à conta da Banca e que teima em não se afastar e a justiça deixa andar até que mais um Banco vá à falência para não fugir à regra.

  2. limpar tudo e todos, estou farto das mesmas caras décadas a fio malta nova pois este país é mais deles do que desses velhos hipócritas, é corrupção em tudo e todo o lado, fartoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo.

RESPONDER

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e na "vergonha" dos números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …

Remédio contra piolhos está a ser usado contra covid-19. Infarmed e DGS investigam

"Centenas" de doentes de covid-19, em Portugal, têm sido tratados com o antiparasitário Ivermectina que é usado contra piolhos e lombrigas. Há médicos que o prescrevem e que também o tomam a título preventivo, embora …

Sporting bate recorde histórico, mas até o do 6-3 era melhor (quando Amorim não estava "do lado certo")

O Sporting não perde há 22 jogos e bateu o recorde de invencibilidade dos leões em jogos do campeonato que pertencia à equipa de 1981/1982. Um dado que deixa Ruben Amorim orgulhoso, mas o treinador …

"Estou a morrer." Constança luta por um medicamento para se salvar, Infarmed diz que não recebeu pedido do Hospital

Constança Bradell fez um apelo nas redes sociais, numa publicação em que descreve a luta que está a travar contra a fibrose quística. A jovem, de 24 anos, pede a aprovação do medicamento que lhe …

Um século de luta comunista comemorado com 100 ações pelo país

O mais antigo partido político comemora, esta sábado, 100 anos de existência. PCP vai festejar o aniversário com 100 ações pelo país. O PCP assinala, este sábado, os seus 100 anos com 100 ações, em mais …

Relações esfriadas. Moedas consultou Marcelo, mas dispensou conselhos de Passos

Antes de anunciar a sua candidatura a Lisboa, Carlos Moedas consultou Marcelo Rebelo de Sousa e falou com Paulo Portas. Com Pedro Passos Coelho só falou um dia depois de o seu nome ter sido …

Portugal não pode perder o comboio da Europa. Para Marcelo, é hora de aproveitar o novo ciclo

A crise que assolou o nosso país tem de ser aproveitada para "olhar para os problemas estruturais". A mensagem foi deixada pelo Presidente da República, nesta sexta-feira, na conferência de abertura do Festival P, com …

Santana não desiste e admite candidatar-se à Figueira (mesmo à revelia do PSD local)

Pedro Santana Lopes não fecha totalmente a porta e admite vir a candidatar-se à Figueira da Foz como independente. Mesmo que a concelhia do PSD já tenha tomado uma decisão e avance com Pedro Machado, Pedro …

Um Papa na "Terra de Abraão" pela primeira vez na História. Francisco em viagem inédita ao Iraque

Depois de 15 meses em Itália, o Papa Francisco regressou às viagens pastorais com uma visita de quatro dias ao Iraque, uma viagem inédita de um líder da Igreja Católica ao Iraque.  O Papa Francisco desafiou …

Jesus não "perdoa" Vlachodimos pelo erro no dérbi. Vieira já definiu preço para o guardião

O jornal O Jogo escreve este sábado que o treinador do Benfica, Jorge Jesus, ainda não esqueceu o erro do guardião Odysseas Vlachodimos frente ao Sporting, numa partida para o campeonato que acabou com a …