Montenegro diz ser o primeiro país “livre do coronavírus” após 20 dias sem contágios

José Coelho / Lusa

O Montenegro declarou-se na segunda-feira um “país livre de coronavírus” ao considerar que venceu a pandemia de covid-19 no seu território, que não regista agora oficialmente nenhum caso de infeção após 20 dias consecutivos de provas com resultados negativos.

“Somos o último país europeu que registou um primeiro caso de covid-19 e o primeiro que conseguiu erradicar o vírus!”, declarou em comunicado oficial o ministro da Saúde, Kenan Hrapovic, citado pela agência Lusa esta terça-feira.

Segundo o Instituto de saúde pública montenegrino, este pequeno país do Adriático de 650 mil habitantes não regista um novo contágio por coronavírus desde 04 de maio, com um total de 324 casos contabilizados desde a deteção do primeiro, em 17 de março.

No domingo foram examinadas 140 pessoas e sem resultados positivos, com as autoridades e concluírem que neste momento, no país, “não existe nenhum caso ativo de infeção” pelo coronavírus.

O Instituto de saúde anunciou que caso a ausência de novos contágios se prolongue durante num período de 28 dias, o Montenegro proclamará oficialmente o fim da epidemia em 02 de junho.

Hrapovic agradeceu ao médicos e pessoal sanitário, e ainda à população, pelo seu comportamento que facilitou esta evolução favorável.

No dia 15 de maio, a Eslovénia disse ter-se tornado o primeiro país europeu a declarar o fim da epidemia do novo coronavírus no país, tendo anunciado que todos os indicadores apontam para uma desaceleração na propagação do covid-19 na sua população.

Janez Jansa, primeiro-ministro da Eslovénia, tinha afirmado que “hoje Eslovénia tem a melhor situação cliníca da Europa, o que nos permite pôr termo ao estado de epidemia”.

De acordo com a rádio pública eslovena ao declarar o fim da epidemia, o Governo evita prolongar até ao fim de junho, de forma automática, um plano de ajuda às empresas e à população. Estas medidas expirariam no final deste mês de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência AFP, a pandemia já provocou quase 345 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Os Estados Unidos (EUA) são o país com mais mortos (97.722) e mais casos de infeção confirmados (mais de 1,6 milhões). Seguem-se o Reino Unido (36.793 mortos, mais de 259 mil casos), Itália (32.785 mortos, mais de 229 mil casos), Espanha (28.752 mortos, mais de 235 mil casos) e França (28.367 mortos, mais de 182.500 casos).

O Brasil, com mais de 22 mil mortos e 363 mil casos, é o segundo país do mundo em número de infeções, enquanto a Rússia, que contabiliza 3.633 mortos, é o terceiro, com mais de 353 mil.

Por regiões, a Europa soma mais de 174 mil mortos (mais de dois milhões de casos), Estados Unidos e Canadá mais de 104 mil mortos (mais de 1,7 milhões de casos), América Latina e Caribe mais de 40.150 mortos (mais de 743 mil casos), Ásia mais de 14.200 mortos (mais de 454 mil casos), Médio Oriente mais de 8.800 mortos (mais de 345 mil casos), África mais de 3.300 mortos (mais de 111 mil casos) e Oceânia com 130 mortos (mais de 8.450 casos).

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …

Hospital de Lisboa deixou entrar pessoas sem máscara

O Hospital da Luz, em Lisboa, permitiu a entrar e circulação de pessoas sem máscara dentro das instalações. O hospital garante que foi um "erro humano" e que não voltará a acontecer. A Rádio Renascença escreve, …

A Estação Espacial Internacional moveu-se para evitar uma colisão

Esta terça-feira, a Estação Espacial Internacional realizou uma "manobra de evasão" para evitar ser atingida por um pedaço de lixo espacial. Controladores de voo russos e norte-americanos terão trabalhado em conjunto para mover a Estação Espacial …

Professor de Direito que ataca feminismo está a ser julgado por violência doméstica

Francisco Aguilar, professor na Faculdade de Direito de Lisboa, está a causar polémica devido a conduta que escolhe para dar as suas aulas. O professor que leciona algumas cadeiras do mestrado em Direito, aproveita as …