“Rubik Mona Lisa”, uma Mona Lisa feita com quase 300 cubos mágicos, foi vendida em leilão, este domingo, por 480.200 euros. A obra é da autoria do artista francês Invader.

A obra de arte, que se integra na série de “quadros objetos” do artista Invader, foi vendida na casa Artcurial de Paris por uma valor quase quatro vezes maior daquele que lhe era estimado (entre 120 e 150 mil euros).

Esta é uma interpretação contemporânea do quadro Mona Lisa, do pintor italiano Leonardo da Vinci. Os cubos de Rubik, também conhecidos por cubos mágicos, têm cores diferentes nas diferentes faces, o que permitiu ao artista gaulês mudá-las conforme queria para criar a forma da icónica mulher retratada por Da Vinci.

(dr) Artcurial

“Rubik Mona Lisa”

De acordo com a AFP, “Rubik Mona Lisa” é a primeira peça de uma nova série que incluirá os quadros mais famosos da história da arte: os “Rubik Master Pieces”. O artista ganhou fama com as suas obras de arte espalhadas por 79 cidades de 33 países. O seu estilo deu nome a uma corrente conhecida como “Rubikcubismo”.

A Mona Lisa é apenas uma das reinvenções feitas por Invader, que também já deu o seu toque especial a outras obras, como “Almoço na Relva”, de Edouard Manet e “A Origem do Mundo”, de Gustave Courbet.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Profissionais do SNS já trabalharam oito milhões de horas extra no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2020, contam-se mais 1,2 milhões de horas suplementares trabalhadas, sendo que só em maio a subida foi superior a 471 mil. Segundo o Jornal de Notícias, nos primeiros seis meses deste ano, …

Rui Moreira diz que não é possível prevenir festejos de adeptos do FC Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto disse, esta terça-feira, não ser possível tomar medidas de prevenção em relação a possíveis festejos de adeptos do FC Porto pela conquista do título, pedindo apenas que se …

Mulher assintomática provoca surto de 71 infetados na China. Bastou entrar sozinha num elevador

A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados. De acordo com o estudo publicado pelo Centro de …

Detido em França um dos pedófilos da "darknet" mais procurados do mundo

A polícia francesa prendeu um suspeito de gerir portais na "darknet" que permitiram a "milhares de internautas de todo o mundo ter acesso a fotografias ou vídeos de caráter pedopornográfico", anunciou, esta segunda-feira, o Ministério …

Mais seis mortes e 233 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta terça-feira, mais seis mortes e 233 novos casos de infeção por covid-19 em relação a segunda-feira. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 233 novos casos, 143 são na região …

Itália restitui a França obra de Banksy roubada do Bataclan

Itália anunciou, esta terça-feira, que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma. Antes, …

Há corais vermelhos na costa algarvia (e vai haver multas para quem os apanhar)

Os corais vermelhos da costa portuguesa vão passar a estar protegidos por legislação pesqueira e ambiental que está a ser preparada pelo governo e coimas elevadas, anunciou o ministro do Mar. O ministro do Mar, Ricardo …

Vieira e SAD arguidos. CMVM suspende ações do Benfica

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu, esta terça-feira, as negociações de ações da Benfica SAD, pouco tempo depois de ter sido confirmada a existência de três arguidos por fraude fiscal, na sequência …

Comissão Europeia planeia reduzir capacidade das multinacionais em explorar sistemas fiscais

A Comissão Europeia está a estudar formas de acionar partes de tratados europeus para reduzir a capacidade das multinacionais em explorar os sistemas fiscais de alguns países da União Europeia (UE), identificando-os como distorções do …

Governo britânico decide banir Huawei da rede de telemóvel 5G

As operadoras de telemóvel britânicas vão ter de remover todo o equipamento da empresa chinesa Huawei usado na infraestrutura de telecomunicações 5G até ao final de 2027. A decisão foi tomada, esta terça-feira, numa reunião do …