Míssil lançado da Síria atinge Israel. Sirenes de alerta soaram perto de reator nuclear

Um míssil lançado da Síria atingiu o sul de Israel esta quinta-feira, lançando alertas perto do reator nuclear ultrassecreto nacional, disseram os militares israelitas, que responderam com ataques no país vizinho.

O incidente é o mais grave a ocorrer entre Israel e a Síria nos últimos anos, e aponta para um provável envolvimento iraniano.

O Irão, que mantém tropas na Síria, acusou Israel de uma série de ataques às suas instalações nucleares, incluindo sabotagem no complexo de Natanz a 11 de abril, e jurou vingança. Além disso, ameaçou complicar as tentativas lideradas pelos Estados Unidos para se recuperar o acordo nuclear internacional com o Irão.

O exército israelita disse que o míssil atingiu a região de Negev e as sirenes de ataque aéreo soaram perto de Dimona, onde se encontra o reator nuclear de Israel, tendo sido relatadas outras explosões no país. O exército disse mais tarde que o míssil não tinha causado danos.

Não houve qualquer reivindicação imediata de responsabilidade ou comentário por parte do Irão. Mas, no sábado, o jornal iraniano Kayhan publicou um artigo de opinião do analista Sadollah Zarei, sugerindo que as instalações de Dimona de Israel servissem de alvo após o ataque a Natanz. Zarei citou a ideia de “um olho por um olho”.

Kayhan é um jornal de pequena circulação, mas o seu editor-chefe, Hossein Shariatmadari, foi nomeado pelo líder supremo ayatollah Ali Khamenei e é descrito como um antigo conselheiro.

Segundo os media sírios, as Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) atacaram algumas posições no país vizinho e a agência estatal síria SANA anunciou que quatro soldados sírios ficaram feridos na sequência do ataque israelita lançado a partir dos Montes Golã, anexados por Israel.

De acordo com o Times of Israel, o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, uma organização que monitoriza a Guerra na Síria, afirmou que os ataques isralietas atingiram uma base de defesa do exército sírio e que destruíram material de defesa.

O reator nuclear em Dimona é entendido como uma peça central de um programa de armas nucleares não declarado. Israel não confirma nem nega que possui um vasto arsenal nuclear.

Israel acusa o Irão de tentar desenvolver armas nucleares e opõe-se aos esforços liderados pelos Estados Unidos para se regressar ao acordo nuclear internacional com o Irão. Com o encorajamento de Israel, o então Presidente norte-americano, Donald Trump, abandonou o acordo em 2018.

O Irão começou recentemente a enriquecer uma pequena quantidade de urânio até 60% de pureza, o nível mais elevado de sempre. No entanto, insiste que o programa tem como objetivo fins pacíficos.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, afirmou repetidamente que Israel não permitirá que o Irão desenvolva a capacidade de ter armas nucleares. Israel bombardeou por duas vezes outras nações do Médio Oriente para atingir os seus programas nucleares.

Todos os incidentes ocorreram no momento em que o Irão negoceia em Viena, com as potências mundiais, a questão do acordo nuclear, mas avisando desde logo que “não haverá conversações diretas ou indiretas” com os Estados Unidos.

Os negociadores descreveram as conversações como construtivas, até à data, embora reconheçam que a sabotagem em Natanz pode influenciar as conversações.

O Governo de Israel disse que o acordo não impedirá o Irão de desenvolver armas nucleares e lembrou que este não aborda o programa de mísseis de longo alcance e o apoio daquele país a grupos terroristas no Líbano, Síria e Gaza.

O Irão, por sua vez, afirmou que o seu programa nuclear é apenas para fins pacíficos, e apelou a um maior escrutínio das instalações nucleares de Israel, em Dimona.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tá-se mesmo a ver de onde vem a provocação, estão a pedir mais chuva para o corpo e desta forma não acabarão com a escalada da guerra!

RESPONDER

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …