Ministro defende fim das propinas nas licenciaturas

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor

Apesar de reconhecer que a redução de 212 euros, incluída no Orçamento do Estado para 2019, resulta de necessidades de consensos à esquerda, Manuel Heitor defende que, no futuro, as propinas devem acabar.

Segundo Manuel Heitor, a cobrança de propinas aos estudantes de licenciatura deve acabar. O ministro defende que a formação superior “é de facto uma obrigatoriedade e o seu acesso deve ser livre, sobretudo ao nível da formação inicial”.

Desta forma, citado pelo Público, o ministro do Ensino Superior entende que o fim desta cobrança deve ser atingido a longo prazo, garantindo que as universidades e politécnicos não sairão prejudicados do corte de 212 euros que o Governo pretende aplicar já a partir do próximo ano letivo.

O fim das propinas nas licenciaturas é, para o ministro, um processo de “convergência” entre os vários países no contexto europeu, que só poderá ser alcançado nas “próximas décadas”. Ainda assim, Manuel Heitor defende que o valor cobrado atualmente aos estudantes do Ensino Superior, que em setembro de 2019 deverá baixar para um mínimo de 856 euros, possa ser totalmente eliminado.

Ainda assim, Manuel Heitor garante que nem os alunos nem as instituições sairão prejudicados com as mudanças mais imediatas no sistema. “Todas as universidades e politécnicos serão totalmente ressarcidos” pela perda de receitas que resultam dos pagamentos realizados pelos alunos como contrapartida para a frequência do Ensino Superior, disse o ministro ao diário.

A redução da propina pode também ter efeitos na bolsa social atribuída aos estudantes, situação para a qual Manuel Heitor garante que os alunos não serão excluídos deste apoio. O ministro chegou mesmo a mostrar interesse em alargar o universo de estudantes com bolsa para os 75 mil.

O objetivo do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior é lançar as bases para que no final da próxima década (2030), o número de alunos com formação superior duplique. Assim, dos atuais três em cada dez alunos, o ministro pretende chegar aos seis em cada dez.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Continental vai contratar 300 engenheiros para o Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar "cerca de 300 engenheiros" e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos elétricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou esta quarta-feira …

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …

Hospitais voltam a não poder aumentar número de trabalhadores sem visto da tutela em 2020

Os hospitais vão continuar em 2020 impedidos de aumentar o número de trabalhadores sem a autorização prévia do Ministério da Saúde, segundo um despacho a que a agência Lusa teve acesso. O despacho assinado pelo secretário …

Onda crescente de ataques com explosivos alarma Suécia

A Suécia tem visto um aumento sem precedentes de ataques com explosivos. Em outubro, Estocolmo foi alvo de três ataques em apenas uma noite.  Se pensarmos num país com guerras de gangues constantes, o último nome …

Ruben foi libertado depois de passar 11 anos na prisão por crimes que não cometeu

Ruben Martinez Jr. saiu em liberdade do Supremo Tribunal de Los Angeles após ter passado 11 anos na prisão por uma série de assaltos à mão armada que não cometeu. Um homem que passou 11 anos …

Um em cada três portugueses não vai ao dentista ou só vai em caso de emergência

Mais de 30% dos portugueses não vão ao dentista ou só o fazem em caso de urgência e quase 10% não tem qualquer dente, segundo o Barómetro da Saúde Oral de 2019. De acordo com os …