Ministro do Ambiente obriga Celtejo a reduzir descargas para metade

Não atribui culpas à empresa de celulose pelo último incidente, mas o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, admite que o Tejo “não aguenta tanta carga orgânica”.

Quarta-feira amanheceu em Abrantes com o Tejo coberto por um manto de espuma “assustador”, como denunciou o ambientalista do movimento proTEJO, Arlindo Marques, através das redes sociais.

As autoridades ainda não sabem com certezas de quem é a culpa, mas para já, os olhos repousam na ETAR de Abrantes, apontada como a principal culpada do “atentado ambiental no Tejo”.

Uma das causas da origem do problema de poluição no rio Tejo estará relacionada com um incidente registado na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Abrantes. Segundo apurou a TSF na quinta-feira, terá ocorrido uma descarga inadvertida de lamas da ETAR de Abrantes diretamente para as águas do rio Tejo.

Agora, como medida de precaução, João Pedro Matos Fernandes, anunciou que a empresa Celtejo “terá de reduzir para metade o volume do efluente rejeitado o que implica a redução da laboração durante dez dias”, avança o Expresso.

No final desse tempo, serão feitas novas análise para avaliar a concentração de oxigénio dissolvido na água, um parâmetro que não deverá ter um valor inferior a cinco miligramas por litro, mas que a 24 de janeiro chegou a atingir 1,1 miligramas por litro.

O ministro sublinha que “não está a atribuir a responsabilidade por este incidente no Tejo à Celtejo”, porém não acredita que o rio “suporte a quantidade de carga orgânica que está a receber”.

Os responsáveis pelo incidente de quarta-feira só poderão ser identificados após análise às amostras recolhidas em vários pontos do rio e às ETAR da região, junto das quais foram colocados sensores.

Seis veículos pesados começaram na manhã deste sábado a aspirar a espuma acumulada no rio Tejo, visível desde quarta-feira sobretudo junto ao açude de Abrantes.

A medida de urgência é essencial para assegurar a limpeza das águas e foi anunciada ontem pelo Governo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Anda-se a tentar há muito tempo encobrir a verdadeira causa da poluição embora toda a gente saiba de onde vem, penso que o melhor mesmo é encarar a situação de caras e procurar juntamente com as empresas a maneira mais eficaz para diminuir a poluição, haverá possivelmente outras formas menos poluentes de produzir os rios esses é que não podem ser transformados em esgoto como estão quase todos no nosso país.

RESPONDER

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …

Jóias de ouro e prata com plástico. Justiça não vê mal nenhum e iliba marca Tous

O processo de investigação aberto à marca TOUS por alegada fraude com jóias de ouro e plástico contendo plástico no seu interior, foi arquivado. A Justiça espanhola entende que, apesar de as jóias conterem plástico, …

Provas do caso Luanda Leaks podem ser nulas em Portugal

A Constituição da República Portuguesa determina que as provas obtidas mediantes violação de correspondência são consideradas nulas. Desta forma, os documentos conseguidos por Rui Pinto no caso Luanda Leaks podem vir a ser nulas aos …

Rui Pinto "tropeçou" nos Luanda Leaks sem querer

Foi quando estava à procura de "segredos do futebol" no âmbito dos Football Leaks que o hacker Rui Pinto "tropeçou" nos documentos que incriminam Isabel dos Santos nos Luanda Leaks. É o seu advogado, o …

Líder do assalto às armas de Tancos libertado

João Paulino estava preso preventivamente desde 28 de setembro de 2018. Esta segunda-feira foi libertado por excesso de prisão preventiva. O ex-fuzileiro João Paulino foi hoje libertado por excesso de prisão preventiva. A notícia foi confirmada …

Investigadores desenvolvem tecnologia que permite datar as impressões digitais

Encontrar as impressões digitais numa cena de crime nem sempre é suficiente para haver condenação, podendo os suspeitos alegar que as mesmas foram deixadas antes de o crime ocorrer. Essa realidade pode estar prestes a …

Coronavírus abala mercados mundiais. Petróleo derrapa mais de 3%

A preocupação com as consequências económicas da propagação do coronavírus na China está a ter um efeito devastador nos mercados. A derrapagem nos mercados acontece numa altura em que o número de mortos pelo surto de …

Prémio Tyler 2020: Defensores de políticas verdes ganham "Nobel do Meio Ambiente"

O Prémio Tyler 2020, também conhecido como o "Nobel do Meio Ambiente", foi atribuído à bióloga Gretchen Daily e ao economista ambiental Pavan Sukhdev, foi hoje anunciado. A bióloga especialista em conservação e o economista são …

Subsídios estão a ser pagos e aumento de 15% no ordenado "não é realista", diz a Ryanair

A Ryanair está a pagar os subsídios de férias e Natal, afirmou hoje um responsável da companhia, salientando que o sindicato dos tripulantes de cabine tenta “forçar” aumentos salariais de 15%, o que “não é …