Ministro da Cultura espanhol demite-se por caso de fuga ao Fisco

lamoncloa_gob_es / Flickr

O ministro da Cultura espanhol, Màxim Huerta, demitiu-se por um caso de fuga ao Fisco

O ministro da Cultura e Desporto de Espanha apresentou a demissão, esta quarta-feira, uma semana depois de ter tomado posse e após ser conhecido o seu envolvimento num caso de fuga ao Fisco.

“Há momentos em que nos temos de retirar, e eu amo a Cultura”, disse Màxim Huerta na conferência de imprensa em que revelou que tinha apresentado a demissão ao primeiro-ministro, Pedro Sánchez, com quem tinha estado pouco antes.

O jornalista, escolhido para a pasta da Cultura e Desporto no novo Governo espanhol, abandona o lugar depois de, no mesmo dia, se ter sabido que tinha liquidado uma dívida de 366 mil euros ao Fisco de uma multa imposta pelo Tribunal Superior de Justiça de Madrid.

Huerta diz “estar inocente” mas acrescenta que decidiu demitir-se para não prejudicar o “projeto renovador” do presidente do Governo espanhol. “Vou-me embora para não permitir que o avolumar do ruído prejudique o projeto de Sánchez, que criou tantas expectativas nas pessoas”, salientou.

Entretanto, fontes do Executivo já confirmaram que José Guirao lhe sucede no cargo. O gestor cultural, diretor-geral de Belas Artes e Arquivos do Ministério da Cultura de 1993 a 1994 e diretor do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia entre 1994 e 2001, irá tomar posse no Palácio da Zarzuela, em Madrid, esta quinta-feira.

Licenciado em Filologia Hispânica, Guirao nasceu em 1959, tendo sido indigitado para o cargo de ministro uma semana depois de o novo Governo espanhol, liderado pelo socialista Pedro Sánchez ter tomado posse.

Na história de Espanha, este Executivo é o que regista o maior número de mulheres (11 em 17 ministérios). O novo primeiro-ministro já tinha afirmado que este é um Governo “comprometido com a igualdade” de género e um “fiel reflexo” do movimento feminista.

Pedro Sánchez tornou-se primeiro-ministro na sequência da queda do Governo do Partido Popular (PP), chefiado por Mariano Rajoy, que foi alvo de uma moção de censura promovida pelo PSOE e aprovada no Parlamento.

A queda do Executivo foi provocada depois de vários ex-membros do PP terem sido condenados a longas penas de prisão, na sequência do esquema de corrupção conhecido por “caso Gürtel”, que ajudou a financiar o partido.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Comprar móveis mata relacionamentos

Os números não mentem e está comprovado: comprar móveis com a sua cara-metade é a arma fatal do seu relacionamento. A marca online de móveis Article conduziu recentemente uma pesquisa com cerca de 2.000 norte-americanos, em …

Marisa Matias critica Centeno por “encabeçar ameaças” a Itália

A eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, disse a Mário Centeno, num debate no Parlamento Europeu, que é “desconcertante” vê-lo, enquanto presidente do Eurogrupo, a “encabeçar as ameaças” a Itália, questionando-o se não "há …

Moscovici quer voltar a "tweeetar" com Costa (mas deixa avisos)

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, diz que ficará "encantado" se o primeiro-ministro e seu "bom amigo" António Costa tiver o prazer de voltar a "tweetar". Isto para sublinhar que espera que Portugal …

Não há acordo. Greve dos enfermeiros começa quinta-feira e só acaba no fim do ano

Os enfermeiros mantêm a greve que começa na quinta-feira nos blocos operatórios de cinco hospitais, por falta de acordo com o Governo sobre a estrutura da carreira. A informação foi prestada à Lusa pelos presidentes da …

Próximas eleições portuguesas podem ser marcadas por fake news

A difusão de notícias falsas durante as eleições brasileiras atingiu níveis sem precedentes e o fenómeno chegou também a Portugal, onde se pode estar a preparar uma ação semelhante para as próximas eleições nacionais, alertou …

Proposta de Orçamento mostra um "profundo desconhecimento" do país

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou esta terça-feira que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) mostra um "profundo desconhecimento" e está de "costas voltadas" para o país. "É um Orçamento que mostra …

Caso Khashoggi: Trump mantém-se ao lado da Arábia Saudita

Donald Trump emitiu um comunicado em que se pronunciou sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, revelando que embora condene veemente o crime, a relação dos Estados Unidos é com Reino da Arábia Saudita, "parceiros …

Visita de João Lourenço pode deixar “irritante” entre Portugal e Angola para trás

A primeira viagem de Estado de João Lourenço a Portugal é uma demonstração de que Portugal e Angola "pretendem enterrar o irritante e avançar com os temas da cooperação direta", avança Jornal de Angola. No editorial …

Documento de 2014 previu colapso e aconselhava encerramento da estrada de Borba

Há novos dados que apontam que a tragédia da estrada de Borba, que desmoronou, provocando a morte de 2 pessoas e mais 3 desaparecidas, poderia ter sido evitada. Um memorando de 2014 já previa a …

Noiva adolescente leiloada no Facebook. Rede social só reparou depois do casamento

Uma jovem de 16 anos do Sudão do Sul foi leiloada para casamento no Facebook. Quando a rede social reparou, a jovem já tinha sido comprada e estava casada. De acordo com a organização pelos Direitos …