Ministro da Cultura espanhol demite-se por caso de fuga ao Fisco

lamoncloa_gob_es / Flickr

O ministro da Cultura espanhol, Màxim Huerta, demitiu-se por um caso de fuga ao Fisco

O ministro da Cultura e Desporto de Espanha apresentou a demissão, esta quarta-feira, uma semana depois de ter tomado posse e após ser conhecido o seu envolvimento num caso de fuga ao Fisco.

“Há momentos em que nos temos de retirar, e eu amo a Cultura”, disse Màxim Huerta na conferência de imprensa em que revelou que tinha apresentado a demissão ao primeiro-ministro, Pedro Sánchez, com quem tinha estado pouco antes.

O jornalista, escolhido para a pasta da Cultura e Desporto no novo Governo espanhol, abandona o lugar depois de, no mesmo dia, se ter sabido que tinha liquidado uma dívida de 366 mil euros ao Fisco de uma multa imposta pelo Tribunal Superior de Justiça de Madrid.

Huerta diz “estar inocente” mas acrescenta que decidiu demitir-se para não prejudicar o “projeto renovador” do presidente do Governo espanhol. “Vou-me embora para não permitir que o avolumar do ruído prejudique o projeto de Sánchez, que criou tantas expectativas nas pessoas”, salientou.

Entretanto, fontes do Executivo já confirmaram que José Guirao lhe sucede no cargo. O gestor cultural, diretor-geral de Belas Artes e Arquivos do Ministério da Cultura de 1993 a 1994 e diretor do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia entre 1994 e 2001, irá tomar posse no Palácio da Zarzuela, em Madrid, esta quinta-feira.

Licenciado em Filologia Hispânica, Guirao nasceu em 1959, tendo sido indigitado para o cargo de ministro uma semana depois de o novo Governo espanhol, liderado pelo socialista Pedro Sánchez ter tomado posse.

Na história de Espanha, este Executivo é o que regista o maior número de mulheres (11 em 17 ministérios). O novo primeiro-ministro já tinha afirmado que este é um Governo “comprometido com a igualdade” de género e um “fiel reflexo” do movimento feminista.

Pedro Sánchez tornou-se primeiro-ministro na sequência da queda do Governo do Partido Popular (PP), chefiado por Mariano Rajoy, que foi alvo de uma moção de censura promovida pelo PSOE e aprovada no Parlamento.

A queda do Executivo foi provocada depois de vários ex-membros do PP terem sido condenados a longas penas de prisão, na sequência do esquema de corrupção conhecido por “caso Gürtel”, que ajudou a financiar o partido.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PJ faz buscas à SAD do Benfica por suspeitas de suborno a jogadores

A Polícia Judiciária do Porto está a realizar buscas à SAD do Benfica, no Estádio da Luz, e nas instalações do Vitória de Setúbal, do Desportivo das Aves e do Paços de Ferreira. Segundo a notícia …

Novo Banco e BCP registam perdas de quase 700 milhões com a Ongoing

A Ongoing, empresa liderada por Nuno Vasconcellos e Rafael Mora, abriu um buraco de quase 700 milhões de euros nas contas do novo Banco e do BCP. A Ongoing criou um buraco de quase 700 milhões de …

Ex-secretário-geral da NATO Javier Solana barrado na fronteira dos EUA

Os EUA negaram a entrada no país ao ex-chefe da diplomacia da União Europeia e ex-secretário-geral da NATO Javier Solana, devido às suas viagens ao Irão, constante da lista negra norte-americana. "As normas de imigração impostas …

Lei que permite entrada de animais em restaurantes entra hoje em vigor

A lei que permite a presença de animais em restaurantes e outros estabelecimentos entra em vigor esta segunda-feira, mas a associação que representa o setor estima uma fraca adesão. A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares …

Um terço das empresas não paga IRC (e sem o PEC seria pior)

Em cada dez empresas há três que não entregam qualquer imposto sobre os rendimentos. No entanto, esse número aumentaria para 65% se não fosse o PEC. Três em cada dez empresas não entregam ao Estado qualquer …

Bruno de Carvalho impede Sousa Cintra de entrar no estádio (e, afinal, já é candidato)

Bruno de Carvalho, destituído do cargo de presidente do Sporting, por decisão dos sócios na Assembleia Geral extraordinária de sábado, terá impedido Sousa Cintra, presidente designado pelo Conselho de Gestão, de entrar nas instalações da …

Empresas recusam regime de horário flexível a pais de menores de 12 anos

A lista de pareceres da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego é dominada pela questão da flexibilização de horários de trabalhadores com filhos menores de 12 anos. Este ano já foram analisados …

Mudança do Infarmed para o Porto pode aumentar produtividade e gerar poupanças

A deslocalização do Infarmed para o Porto pode melhorar a produtividade e a eficiência da instituição. Além disso, pode também gerar uma poupança de 8,4 milhões de euros ao longo dos próximos 15 anos. Segundo o …

Encontrado em Jerusalém um raro amuleto islâmico com mil anos

Uma equipa de arqueólogos que escavava uma das áreas mais antigas de Jerusalém encontrou um pequeno amuleto islâmico, único do seu tipo, com cerca de mil anos. Segundo o jornal israelita Haaretz, o pequeno amuleto encontrado …

"Super-presidente" Erdogan vence eleições presidenciais e legislativas

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, reivindicou este domingo a vitória numas eleições presidenciais e legislativas renhidas, perante uma oposição determinada a impedi-lo de obter um novo mandato de cinco anos com poderes consideravelmente reforçados. "Os …