Milhares de espanhóis protestam por luz a preço justo

Jan Slangen / Flickr

-

Milhares de pessoas mobilizaram-se hoje em 23 cidades espanholas para iniciar uma campanha de protesto contra o preço pago pelos consumidores por causa “da dívida das elétricas e das tarifas manifestamente injustas”, indicou hoje a associação de consumidores (Adicae).

As manifestações, sob o lema “Luz a Preço Justo“, foram apoiadas por mais de 500 organizações e realizaram-se em Madrid, Saragoça, Barcelona, Alicante, Valência, Múrcia, Santander, Cáceres, Badajoz, Don Benito, Las Palmas, Sevilha, Cádis, Almeria, Granada, Málaga, Jaén, Córdoba, Huelva, Santiago de Compostela, Toledo, Bilbau e Logrõno.

Segundo a Adicae, as mobilizações para esta jornada “constituem um ponto de partida de uma iniciativa global”, que se efetua conjuntamente com centenas de organizações sociais a reivindicar uma “reforma da reforma elétrica”.

Além de “denunciar o abuso a que se está a submeter milhões de famílias”, a Adicae indicou que os “consumidores não vão continuar a aceitar a situação”, pelo que exigem mudanças “imediatas e urgentes”, como a revisão do mecanismo de fixação de preços e de todos os custos que se imputam à tarfifa elétrica.

Solicitaram, também, a realização de uma auditoria independente ao denominado défice de tarifa e a participação dos consumidores neste processo destinado a clarificar a dívida e a definir o que é legítimo.

Entre as exigências dos consumidores figura a “garantia de acesso à eletricidade por todos os lares a um preço justo e que seja considerado um serviço de primeira necessidade” e que não se corte a eletricidade em nenhum momento aos grupos mais vulneráveis da sociedade por atraso no pagamento da luz.

A Adicae pretende, ainda, que haja a garantia e o apoio ao consumo de energias renováveis, a recuperação do carácter de serviço público que o sistema eletrico tinha e uma redução do IVA aplicado de 21 para quatro por cento.

A associação vai transmitir ao ministro da Indústria a necessidade de avançar para uma reforma e apresentar propostas para que os consumidores não sejam meros agentes passivos que “carregam às costas os custos do setor”.

A Adicae pretende também um acompanhamento da situação das famílias em maiores dificuldades para pagar a eletricidade, tendo dados de 2012 indicado que a luz foi cortada a 1,4 milhões de consumidores.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …