Miguel Macedo terá favorecido o ex-patrão de Sócrates

António Cotrim / Lusa

O ex-ministro da Administração Interna, Miguel Macedo

O ex-ministro Miguel Macedo foi interrogado durante cerca de seis horas como arguido no caso dos Vistos Gold e ainda vai ter que prestar mais esclarecimentos. Mas, para já, as suspeitas apontam para eventuais favorecimentos a Paulo Lalanda e Castro, o ex-patrão de José Sócrates e arguido com ele na Operação Marquês.

De acordo com o que apurou o jornal Correio da Manhã, “Miguel Macedo é suspeito de ter ajudado o ex-patrão de Sócrates, Lalanda e Castro, num perdão fiscal de um milhão de euros”.

Paulo Lalanda e Castro é o gerente da ILS, a empresa que administra a Octapharma que contratou José Sócrates em 2012 e que surge no meio da investigação da Operação Marquês.

Mas além de arguido no caso que implica também o ex-primeiro-ministro, Lalanda e Castro surge igualmente envolvido na Operação Labirinto que investiga o caso dos Vistos Gold por causa de um contrato assinado por uma das empresas que gere com o Estado líbio.

E no âmbito desta associação de Lalanda e Castro aos líbios surge o envolvimento de Miguel Macedo, que estará “indiciado por favores” ao ex-patrão de Sócrates, conforme aponta o Correio da Manhã.

O ex-ministro da Administração Interna começou a ser ouvido na terça-feira, na qualidade de arguido, estando “indiciado por factos susceptíveis de integrarem os crimes de prevaricação e de tráfico de influência”, conforme nota da PGR.

Miguel Macedo saiu às 21:03 das instalações do Ministério Público na rua Vale do Pereiro, em Lisboa, e vai ser novamente ouvido em “data a designar”, anunciou a PGR.

O inquérito está a ser conduzido pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal.

Em 02 de Julho, a PGR esclareceu que o ex-ministro da Administração Interna seria constituído arguido, quando fosse ouvido no âmbito do processo dos Vistos Gold.

O esclarecimento do gabinete de imprensa da PGR foi dado no mesmo dia em que a Comissão Parlamentar para a Ética, a Cidadania e a Comunicação decidiu levantar a imunidade ao deputado social-democrata Miguel Macedo, ex-ministro da Administração Interna, para que seja ouvido como arguido no caso dos Vistos Gold.

A Operação Labirinto, que envolveu buscas e 11 detenções, a 18 de Novembro de 2014, está relacionada com a aquisição de Vistos Gold e investiga indícios de corrupção activa e passiva, recebimento indevido de vantagem, prevaricação, peculato de uso, abuso de poder e tráfico de influência.

O caso envolve o antigo director do Instituto dos Registos e Notariado António Figueiredo, a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça Maria Antónia Anes, o ex-director do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) Jarmela Palos, Jaime Gomes, sócio-gerente da empresa JMF Projects and Business, os funcionários do IRN Paulo Eliseu, Paulo Vieira, José Manuel Gonçalves e Abílio Silva, entre outros.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Todos para a cadeia. Já ontem era tarde. Deve ter gente a cumprir pena por muito menos e sem ter lesado o estado (contribuintes).

RESPONDER

Governo dá sete milhões às escolas para compra de material de proteção

O Ministério da Educação disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros materiais e equipamentos de proteção individual contra a covid-19. Concretamente no que respeita às máscaras, o Ministério da …

Internamentos voltam a descer. Portugal regista 949 novos casos e 28 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 949 novos casos de infeção por covid-19 e mais 28 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Papa inicia hoje visita ao Iraque como "peregrino da paz"

O Papa Francisco inicia hoje uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz". "Venho como …

Novo Banco. Carlos Costa pede para ser ouvido por videoconferência devido à sua idade e saúde

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, pediu à comissão de inquérito sobre o Novo Banco para ser ouvido remotamente, por videoconferência, devido à sua idade e fragilidades de saúde, segundo informação enviada …

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …