Cohen revela ligações com Wikileaks e acusa Trump de ser “racista” e “burlão”

Justin Lane / EPA

Michael Cohen, ex-advogado do Presidente dos EUA, Donald Trump

O ex-advogado do presidente dos EUA Michael Cohen vai afirmar esta quarta-feira perante o Congresso, em Washington, que Donald Trump conhecia as ligações entre a campanha republicana e a organização Wikileaks de Julian Assange.

Num rascunho do testemunho que vai prestar, enviado previamente a alguns meios de comunicação social norte-americanos, incluindo o jornal The New York Times, Michael Cohen acusa o presidente dos Estados Unidos de ser “racista” e “burlão” e acrescenta que Trump “é um engano”.

Cohen foi condenado a três anos de prisão no final do ano passado pelas atividades que desempenhou na campanha eleitoral de Donald Trump em 2016 e deve começar a cumprir a sentença de cadeia efetiva a partir do próximo mês de maio.

Esta quarta-feira, o ex-advogado do chefe de Estado norte-americano vai começar a testemunhar perante o Comité de Supervisão e Reforma da Câmara Baixa. Trata-se da única sessão pública de um total de três audições no Congresso, em Washington.

Na declaração que está a ser antecipada pela imprensa, Cohen revela que Trump sabia que o colaborador Roger Stone – que também já foi processado – estava em contacto com a organização Wikileaks no sentido da publicação das mensagens de correio eletrónico do Partido Democrata durante a campanha presidencial de 2016.

“Poucos dias antes da Convenção do Partido Democrata, eu estava no gabinete de Trump no momento em que a secretária anunciou que Roger Stone estava ao telefone. Trump colocou a conversa em ‘alta voz’. Stone disse a Trump que tinha acabado de falar com Julian Assange”, refere Cohen no testemunho que vai apresentar no Congresso.

Na conversa, Assange, fundador do Wikileaks, terá dito a Stone que dentro de “um par de dias” ia conseguir obter as mensagens de correio eletrónico que iriam “prejudicar a campanha de Hillary Clinton”. Cohen refere igualmente no mesmo documento admitir que mentiu anteriormente perante o Congresso sobre os negócios de Trump na Rússia.

“Em conversas que mantivemos durante a campanha (2016) enquanto eu negociava para ele (Donald Trump) na Rússia, olhava-me nos olhos e dizia: ‘Não há negócios na Rússia’ e depois em público mentia aos norte-americanos e dizia a mesma coisa. À sua maneira estava a dizer-me para eu mentir”, indica Cohen.

Em considerações pessoais que constam da declaração, o antigo advogado pessoal de Trump define o presidente como “racista” sublinhando que “em privado é muito pior”.

“Uma vez perguntou-me se eu podia dizer o nome de um país dirigido por um negro que não fosse ‘um buraco de merda’”, escreve Cohen acrescentando que, numa outra ocasião, Trump terá afirmado num bairro pobre de Chicago que “só os negros poderiam viver daquela maneira”.

“Lamento ter mentido à primeira-dama”

Cohen prevê entregar documentos ao comité do Congresso, além das cópias de um cheque bancário que terá recebido para pagar à atriz de filmes pornográficas Stormy Daniels para “silenciar” a relação que manteve com Donald Trump.

“Ele pediu-me para pagar a uma atriz de filmes para adultos com quem teve uma relação e para mentir à mulher dele sobre o assunto. Lamento ter mentido à primeira-dama. Ela é amável e boa pessoa. Respeito-a muito e não merecia”, diz na mesma declaração.

O advogado vai também dizer que, durante a campanha presidencial, Trump lhe pediu para ameaçar estabelecimentos de ensino para que não revelassem as classificações académicas que obteve ao longo dos anos e que “mascarava” os rendimentos para aparecer na lista Forbes que depois negava para pagar menos impostos.

“Quando em 2008 me disse que ia cortar os ordenados dos empregados – incluindo o meu – mostrou-me o que disse ser uma devolução das Finanças de cerca de 10 milhões de dólares afirmando que não podia acreditar na estupidez do Governo”, recorda.

Cohen vai concluir a declaração – que vai ler perante o Congresso – com um pedido de desculpas “por ter trabalhado ativamente para esconder a verdade sobre Trump”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …