Metade da população portuguesa diz-se psicologicamente afetada pela Covid-19, aponta estudo

Um estudo divulgado na quarta-feira revelou que metade da população portuguesa classificou o impacto psicológico da pandemia de Covid-19 como “moderado a severo”. Na China, país onde surgiu o vírus, a percentagem de pessoas na mesma situação era de “apenas 7,6%”. 

Segundo um artigo do Expresso, este estudo, realizado pelo Instituto de Psicologia Clínica e Forense em colaboração com outras entidades, contraria outros já divulgados, que apontavam para uma percentagem de pessoas afetadas psicologicamente em situação de catástrofe ou crise que oscilava entre os 15% e os 25%.

Neste estudo, metade dos cerca de 10 mil inquiridos – com uma média de idades de 31,3 anos e na sua maioria mulheres -, classificou o impacto psicológico da pandemia como “moderado a severo”. No resumo dos resultados enviado às redações, os investigadores sublinharam o caso da China, onde a percentagem de “participantes que relataram um impacto psicológico moderado a severo” era de “apenas 7,6%”.

Ao Expresso, Sofia Brissos, psiquiatria no Hospital Júlio de Matos, em Lisboa, explicou que foram comparados períodos iniciais da crise em ambos os países e que a diferença “poderá residir no facto de, em Portugal, quando surgiram as primeiras mortes, já haver mais informação sobre o surto e a noção de que a situação era grave e de proporções inéditas”.

Na China, continuou a especialista, que é uma das autoras do estudo, “poderá ter havido a perceção, numa fase inicial, de que se tratava de uma situação circunscrita”.

“Umas das razões possíveis é que, na altura, o surto ainda não era considerado grave e os participantes [na China] não estavam tão bem informados”, lê-se no resumo do estudo, em colaboração com o Centro de Investigação em Psicologia da Universidade Autónoma de Lisboa e o Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro.

No total, 11,7%, 16,9% e 5,6% dos inquiridos relataram sintomas “moderados a graves” de depressão, ansiedade e stress, respetivamente. A “grande maioria não tem sintomas de quadros clínicos graves”, “nem precisa de ser medicada”, esclareceu Sofia Brissos.

Contudo, “será necessário algum tipo de intervenção ou a adoção de medidas ou cuidados específicos”. “Informação rigorosa é importante, assim como é importante dar informações sobre como atuar numa perspetiva tranquilizadora da população”, sublinhou.

Como aconteceu noutros dois estudos sobre saúde mental e pandemia (um da Escola de Medicina da Universidade do Minho, divulgado a 14 de abril, e outro de psiquiatras do Hospital Júlio de Matos, divulgado na terça-feira), os participantes mais velhos apresentaram níveis mais reduzidos de depressão e stress.

Estudantes com mais de 18 anos, desempregados, pessoas com menor nível de escolaridade, mulheres e pessoas “mais sintomáticas” são um dos grupos em que as medidas de isolamento social pode estar a ter mais impacto. Segundo Sofia Brissos, “ter uma doença crónica tem sido associado a mais ansiedade, depressão e stress, e a um maior impacto psicológico da covid-19”.

O estudo mostrou ainda que pessoas em meio rural são mais afetadas do que nas zonas urbanas, o que, para a psiquiatra, era menos expectável. “Isto é especulação mas é também a explicação que vai constar da versão do estudo que será submetida para publicação numa revista científica. E a explicação, a possível explicação, é que as pessoas no meio rural podem pensar que não há recursos suficientes nos hospitais distritais para as tratar, nomeadamente ventiladores, e isso causar-lhes medo”, referiu.

Outra das conclusões apontou que, entre as pessoas que continuam a trabalhar, o impacto da pandemia é menor nas que estão em teletrabalho, “porque não têm de andar de transportes públicos nem expor-se tanto ao vírus”, ainda que “isto não explique tudo e haja outros fatores a ter em conta”, acrescentou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …

Chegou o Mate X2. O novo dobrável da Huawei muda a forma de guardar o ecrã

O novo smartphone da Huawei é dobrável. Porém, o X2 conta com mudanças na forma de dobrar e está equipado com uma nova dobradiça com design multidimensional. O equipamento vai chegar ao mercado chinês a …

"Dare mighty things." Detetives da Internet acreditam ter desvendado a mensagem secreta do paraquedas da Perseverance

A Internet, disfarçada de detetive, encontrou uma mensagem secreta no paraquedas que ajudou a Perseverance a pousar em Marte. Sem lupa nem gabardina: o mundo está concentrado na jornada do rover da NASA e os detetives …