Merkel vence sem maioria. Extrema-direita promete “mudar o país”

Felipe Trueba / EPA

A CDU da chanceler Angela Merkel venceu as eleições legislativas de hoje com 33,5% dos votos, seguida dos sociais-democratas do SPD e do partido Alternativa para a Alemanha, de extrema-direita, segundo uma sondagem divulgada pela televisão pública ZDF.

Segundo uma sondagem divulgada pela televisão pública ZDF, a CDU de Angela Merkel lidera, os sociais-democratas do SPD, de Martin Schulz, conquistam o segundo lugar e o partido Alternativa para a Alemanha, de extrema-direita, nacionalista e anti-imigração, passa a ser a terceira força política.

Os 33,5% apontados pelas primeiras projecções para a coligação da chanceler alemã são um resultado abaixo do que as sondagens apontavam e que andavam entre os 36 e os 38%, tendo mesmo chegado a ser de 40%.

A chanceler alemã, admitiu que esperava “um melhor resultado” nas eleições, depois de conseguir a reeleição para um quarto mandato, e prometeu reconquistar o eleitorado do partido da extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD).

“Nós alcançamos o objetivo estratégico“, disse Merkel na sede do partido União Democrata Cristã (CDU), em Berlim, referindo que o resultado foi “menos bom” do que esperava, mas que nenhum outro partido, a não ser o seu, poderá tentar formar uma coligação de governo.

A vice-líder do SPD, partido que ficou com 20,5%, Manuela Schwesig, definiu o resultado como uma “pesada derrota” e adiantou que o SPD pode optar por passar para a oposição, desfazendo a coligação de governo com a CDU de Merkel.

Merkel poderá assim ver-se limitada agora a uma coligação com os Verdes e liberais, no que seria uma experiência inédita de governação na Alemanha.

Extrema-direita promete “mudar o país”

O partido de extrema-direita nacionalista e anti-imigração alemão, Alternativa para a Alemanha, prometeu hoje “mudar o país” e fazer “marcação” à chanceler, no seguimento da entrada no Parlamento e da subida a terceira força política.

“Nós vamos mudar o país, vamos fazer marcação à senhora Merkel, vamos recuperar o nosso país”, disse Alexander Gauland, um dos cabeças de lista do partido, que ganhou entre 13 a 13,5% dos votos nas eleições legislativas que hoje decorreram na Alemanha, segundo as projeções das televisões locais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maria e Francisco foram os nomes mais populares em 2019

Maria foi, mais uma vez, o nome feminino mais popular em 2019. João foi atirado para segundo lugar, sendo destronado por Francisco. Dados do Ministério da Justiça, divulgados pela TVI24, revela que, este ano, foram registadas …

Tensão nas eleições da JSD-Porto levam à intervenção da PSP

Rodrigo Passos foi eleito, no sábado, como novo líder da JSD-Porto, substituindo Rosina Ribeiro Pereira, que deixou algumas palavras duras para comentar o que se passou no ato eleitoral. Segundo o Público, Rosina Ribeiro Pereira, eleita …

Livre não aplica sanção a Joacine, mas condena declarações da deputada

O Livre decidiu não aplicar qualquer sanção disciplinar a Joacine Katar Moreira no seguimento do conflito entre Direção e deputada que surgiu após a polémica abstenção num voto no parlamento sobre uma investida israelita na …

Rio alerta para "claro divórcio entre a sociedade portuguesa e os partidos políticos"

O presidente do PSD, Rui Rio, disse ontem, em Paredes, no distrito do Porto, haver "um divórcio entre a sociedade e os partidos", defendendo que só uma maior "abertura" das estruturas às "pessoas" pode inverter …

Megaoperação de combate à pedofilia detém mais de 30 pessoas

Mais de 30 pessoas foram detidas em onze países no âmbito de uma megaoperação de combate à pornografia infantil realizada pela Europol e pela polícia nacional de Espanha, país onde foram presos mais de metade …

Grandes hotéis acusados de ignorar tráfico sexual. Queixa em grupo relata casos de 13 mulheres

Uma ação judicial deu entrada segunda-feira em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos (EUA), com vários grandes grupos hoteleiros a serem acusados de lucrar com o tráfico sexual, ignorando os crimes e os danos nas vítimas. Segundo …

Líder da Birmânia, Suu Kyi, vai a Haia defender o país de acusação de genocídio

A líder birmanesa Aung San Suu Kyi decidiu comparecer perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para defender o seu país da acusação de genocídio contra a minoria muçulmana rohingya, durante uma audiência de três …

Impeachment. Democratas preparam-se para avançar com duas acusações formais contra Trump

Os democratas estarão a planear apresentar esta terça-feira dois artigos de impeachment que acusam Donald Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o Comité …

Esquema de venda de droga na darkweb. Fortuna em bitcoins fica nas mãos do Estado

Pedro e Rita vendiam droga para todo o mundo na darkweb. Agora, a fortuna em bitcoins acabou por ficar nas mãos do Estado. Pedro, um engenheiro informático, e Rita, uma web designer, montaram um esquema para …

CDS e PAN querem regime protetor do denunciante no combate à corrupção

CDS e PAN vão apresentar propostas no combate à corrupção que tem sido discutido desde segunda-feira. Os partidos querem um regime protetor do denunciante. Numa iniciativa de combate à corrupção, o CDS e o PAN vão …