Merkel à frente na corrida ao Nobel da Paz

dullhunk / Flickr

A chanceler alemã, Angela Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel

O diário alemão Bild afirmou esta sexta-feira que a chanceler Angela Merkel é uma candidata séria ao prémio Nobel da Paz, que será atribuído na próxima sexta-feira, pelo papel desempenhado nas crises migratória e ucraniana.

“A chanceler Angela Merkel tem boas perspectivas de conquistar o prémio Nobel da Paz”, destacou na capa o tablóide, que é o jornal mais lido na Alemanha.

Na quinta-feira, Kristian Berg Harpviken, diretor do Instituto de Investigação sobre a Paz (Prio) de Oslo e um dos peritos mais ouvidos sobre o Nobel da Paz, previu a vitória da líder alemã, mesmo se as suas previsões raramente se verificam.

“Angela Merkel terá o prémio Nobel da Paz”, declarou, em conferência de imprensa.

“Penso que a crise europeia dos refugiados – ou antes a crise mundial dos refugiados dado as situações igualmente dramáticas em grandes zonas da Ásia de Leste – vai dominar a atenção do Comité Nobel Norueguês este ano”, afirmou.

“Merkel foi a pessoa que assumiu a liderança” desta questão na Europa, acrescentou.

A chanceler alemã proclamou que a UE tinha o dever moral de receber centenas de milhares de refugiados, que chegaram à Europa este ano, e abriu as portas do seu país que espera acolher entre 800 mil e um milhão de requerentes de asilo em 2015.

Esta posição valeu a Merkel uma série de críticas dos parceiros políticos na Alemanha e à escala europeia.

A líder alemã foi também uma das principais responsáveis pelos acordos de Minsk, no início do ano, que resultaram num cessar-fogo relativamente respeitado no leste da Ucrânia, onde as tropas governamentais e os rebeldes pró-russos se confrontam.

Um outro perito do Nobel, o historiador norueguês Asle Sveen, considerou que o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) é um candidato mais bem colocado para conseguir o prémio.

“Tenho na minha lista o ACNUR e Mussie Zerai, o padre eritreu que desempenhou um papel central na ajuda aos refugiados que atravessam o Mediterrâneo a partir do norte de África para a Europa”, disse.

No ano passado, o Nobel da Paz foi atribuído à paquistanesa Malala Yousafzai e ao indiano Kailash Satyarthi.

Em março, o Comité Nobel destituiu o contestado presidente Thorbjoern Jagland para o grau de simples membro, uma iniciativa sem precedentes na história centenária do prémio.

Presidente desde 2009, num período marcado pelas polémicas escolhas do Presidente norte-americano, Barack Obama, do dissidente chinês Liu Xiaobo e da União Europeia, Jagland foi substituído pela ex-líder conservadora Kaci Kullman Five, até aqui vice-presidente do Comité.

Nunca desde 1901, ano em que foi atribuído o primeiro Nobel da Paz, um presidente que pretendesse ser reconduzido, como manifestou Jagland, foi destituído.

A reunião dos cinco membros do Comité, a primeira do ano, tinha por objetivo distribuir funções dentro do Comité e passar em revista as 276 candidaturas ao Nobel da Paz 2015.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • …Em representação do partido “ANTI-QUALQUER COISA” futuro candidato “A QUASE NADA” com apoio de “BASE OBSCURA” tem como linha programática “O BOTA ABAIXO à LUSITANA” e privilegia a comunicação em “BICOS de PÉS”

  1. O mundo anda mesmo ao contrário. Só cá faltava mais este disparate A chefe de um governo que arruinou a Grécia para defender os interesses financeiros dos Bancos do seu país. A chefe de um governo cujas empresas da construção automóvel andaram durante anos a falsificar as emissões poluentes e com isso a poluir o planeta e a ganhar milhões com os benefícios fiscais dos automóveis supostamente amigos do ambiente. A senhora não sabia de nada? Não acredito. E agora porque lhe dá jeito os emigrantes/refugiados por falta de m~
    ao de obra, passou a heroína e santa. O que vale já descobriram água em Marte e é para lá que eu vou

RESPONDER

Presidente promulga lei que lança app Stayaway Covid

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma que estabelece o responsável pelo tratamento dos dados e regula a intervenção do médico no sistema 'Stayaway Covid'. À margem de uma visita a Lagoa, no Algarve, …

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …