O Meridiano 100 começou a mudar de lugar

Seager et al. / Earth Interactions

O limite invisível que ajudou a definir e a dividir os Estados Unidos durante séculos está a mudar de lugar, graças ao aquecimento global.

O Meridiano 100 – a linha de longitude invisível que corta a metade do território continental dos Estados Unidos – era encarado historicamente como um limite que separa as terras húmidas do leste das planícies áridas ocidentais.

Mas graças às mudanças climáticas, a barreira climática começou a mudar de lugar, de acordo com uma análise recente dos dados de precipitação e de temperatura, cujos resultados foram publicados em dois estudos na Earth Interactions.

Segundo o cientista climático Richard Seager, da Universidade de Columbia, esta fronteira climática que traçou o meridiano tem mudado para leste desde os anos 80, fazendo com que as áridas condições das planícies do oeste se expandam lentamente para o oeste.

Enquanto o próprio meridiano – que continua além das fronteiras dos EUA – está no mesmo lugar de sempre, a barreira climática que costumava ficar por cima do meridiano deslocou-se aproximadamente 225 quilómetros para leste, ficando mais perto do Meridiano 98 E.

Até agora, esta mudança não afetou significativamente a agricultura, mas a equipa prevê que, à medida que o século avança, o Meridiano 100 continue a sua “viagem” para leste durante as próximas décadas.

“Haverá necessidade de fazer um ajuste na economia agrícola, devido às mudanças ambientais”, admitiu Seager ao Quartz.

Como a aridez aumenta graças ao aumento da evapotranspiração – onde o calor extrai a humidade do solo, removendo-a para a atmosfera – as fazendas vão precisar de aumentar para sobreviverem, ou, em alternativa, mudar as plantações em resposta à redução dos recursos hídricos.

A menos que consigamos alterar o vício pelos combustíveis fósseis, os investigadores preveem que o leste dos EUA assista progressivamente a contrastes climáticos observados pela primeira vez pelo geólogo e explorador John Wesley Powell no final do século XIX.

Wesley Powell desenhou esta linha invisível – o Meridiano 100 – que se tornou na fronteira entre o leste húmido dos Estados Unidos e as áridas planícies ocidentais.

PARTILHAR

RESPONDER

Esta à porta mais um fim de semana de restrições. Concelhos “fecham” a partir das 23h

Entre as 23h00 desta sexta-feira e as 23h59 de terça-feira estão proibidas as deslocações para fora do concelho de residência habitual, salvo algumas exceções previstas na lei. Nesta sexta-feira, o Parlamento prepara-se para dar “luz verde” …

Lucas Veríssimo tem dado dores de cabeça ao Benfica, mas "poderá sair de graça em janeiro"

O presidente do Santos, Orlando Rollo, avisa que há o sério risco de Lucas Veríssimo sair a custo zero já em janeiro. O SL Benfica está ainda a estudar a sua contratação. O negócio de Lucas …

Tabelas do IRS podem significar aumento do salário mínimo até 685 euros

A divulgação das novas tabelas de retenção na fonte de IRS sugere que o salário mínimo nacional possa aumentar até aos 685 euros. O valor a partir do qual salários e pensões passam a descontar IRS …

Arquipélago na "Atlântida britânica" sobreviveu a tsunami há 8 mil anos

Cientistas acreditam que uma parte de Doggerland, uma antiga civilização conhecida como a "Atlântida britânica", tenha sobrevivido ao tsunami que inundou a região há 8 mil anos. Doggerland foi uma civilização antiga no Mar do Norte, …

Plano de vacinação pode prolongar-se até março de 2022. Normalidade pode regressar já no próximo verão

Portugal vai receber 22,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que chegam para imunizar toda a população, mas o processo vai decorrer em três fases, a última das quais poderá prolongar-se até ao …

Partidos concordam com o alívio no Natal (mas plano de vacinação não satisfaz Marcelo)

Com o voto favorável do PSD assegurado, o Parlamento vai aprovar, esta sexta-feira, o decreto presidencial com a segunda renovação do estado de emergência desta segunda fase da pandemia. Depois da reunião no Infarmed, Marcelo Rebelo …

Vespas "buraco de fechadura" conseguem fazer um avião despenhar-se

Conhecidas como vespas "buraco de fechadura", estes insetos constroem os seus ninhos em sítios minúsculos. Em alguns casos raros, podem mesmo levar a que um avião se despenhe. As Pachodynerus nasidens, mais conhecidas por vespas "buraco …

Estado de emergência até 7 de janeiro será idêntico ao que está em vigor. Marcelo só mudou introdução

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já enviou à Assembleia da República a proposta de renovação do estado de emergência que deverá ficar em vigor até 7 de janeiro. “Depois de ouvido o Governo, …

Cidade chinesa com mais de 10.500 infetados com brucelose após bactéria "escapar" de laboratório

Mais de 10.500 pessoas contraíram brucelose, uma doença de origem animal, no noroeste da China, depois de a bactéria ter "escapado" de um laboratório biofarmacêutico que produz vacinas para animais, disseram as autoridades. A cidade de …

Movimento "A Pão e Água" termina greve de fome de 7 dias após reunião com Medina

Os elementos do movimento "Sobreviver a Pão e Água" terminaram esta quinta-feira a greve de fome que durava há quase uma semana, em frente à Assembleia da República, disse à agência Lusa o porta-voz, José …