Menino japonês deixado na floresta já teve alta e perdoou ao pai

TV Asahi

Yamato Tanooka, o rapaz de 7 anos desaparecido no Japão depois dos pais o terem abandonado numa floresta como castigo

Yamato Tanooka, o rapaz de 7 anos desaparecido no Japão depois dos pais o terem deixado numa floresta como castigo

O menino japonês que esteve desaparecido durante seis dias, depois dos pais o terem deixado numa floresta de castigo, recebeu alta do hospital esta terça-feira e já contou a sua versão da história.

Yamato Tanooka, o rapaz de sete anos deixado numa floresta de castigo, na ilha japonesa de Hokkaido, já teve alta hospitalar e admitiu que perdoa o pai.

A criança foi deixada pelos pais na floresta, depois de ter estado a atirar pedras a pessoas e carros. Esta foi a forma encontrada pelos progenitores para “disciplinar” o menino mas acabou por não correr como previsto.

Passado cinco minutos, quando voltaram ao local para recolher o rapaz, este já lá não estava. Yamato esteve desaparecido durante seis dias, com as autoridades japonesas envolvidas numa intensa operação de buscas para o encontrar.

Na altura, o caso provocou uma amplo debate no Japão sobre a paternidade, até porque a floresta onde o rapaz foi deixado era conhecida por ser habitada por muitos ursos.

Em entrevista aos jornalistas, o pai de Yamato, Takayuki Tanooka, admitiu que o filho já o perdoou.

“Eu disse-lhe: O pai fez-te passar por um momento difícil. Desculpa-me”, afirmou o homem, de 44 anos, à cadeia televisiva japonesa TBS.

“E então o meu filho respondeu-me: Tu és um bom pai. Eu perdoo-te“, acrescentou.

O menino foi encontrado por militares na passada sexta-feira, numa caserna utilizada pelo exército, a cinco quilómetros do lugar onde os pais o tinham deixado inicialmente.

Segundo o jornal japonês The Mainichi, Yamato contou que perdeu o sentido de orientação de onde estava e caminhou durante cinco horas até chegar à estrutura onde foi encontrado.

O menino recordou que dormiu entre dois colchões, bebeu água de uma torneira dentro da caserna mas que não comeu nada durante os seis dias.

Quando foi encontrado, a criança estava desidratada, desnutrida e apresentava alguns arranhões nos braços e nas pernas.

O médico que o assistiu diz que o rapaz estava “incrivelmente calmo” para quem tinha estado desaparecido durante tanto tempo e que “não entrou em pânico”.

De acordo com a imprensa local, a polícia japonesa afirmou que não vai indiciar os pais pelo ocorrido.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …