Comissão de honra de Vieira. Medina nega incompatibilidades, Telmo Correia diz que críticas são “populistas”

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, reagiu esta segunda-feira, no seu espaço de comentário habitual na TVI24, à polémica que se instalou devido à sua presença e à de António Costa comissão de honra da candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica.

Não vejo qualquer tipo de incompatibilidade. Não tem qualquer influência na minha capacidade institucional nem na forma como exerço as minhas funções”, disse Fernando Medina, na TVI24. “Eu já fazia parte da Comissão de Honra de Luís Filipe Vieira há quatro anos. Aliás, como o primeiro-ministro [António Costa]. Não me recordo de uma única notícia a esse respeito, nenhuma”.

“Pode alguém que tem as funções que ocupo apoiar uma candidatura de uma lista? Já fiz isso. Isso prejudicou alguma coisa a minha relação institucional com todos os clubes? Claro que não, aliás são todos testemunhas disso. Não sou é daquela geração de políticos que diz que são todos da Académica. Eu não sou da Académica, sou do Benfica, pronto. Nunca escondi. Há outros que são de outros clubes. Mas isso nunca me levou a não ser totalmente isento e imparcial na minha atuação como presidente da Câmara”, garantiu.

Em relação à sua presença na comissão de honra de há quatro anos, Medina considera que o que mudou foi “uma certa perceção, um certo sentimento das pessoas e também a apreciação de alguns relativamente a uma candidatura concreta em causa. Mas com franqueza, acho que isso é um debate para fazer dentro das eleições do clube”.

Além disso, o autarca disse serem infundadas as críticas ao envolvimento de políticos numa comissão de honra de um candidato que esteve envolvido em processos judiciais.

“Críticas são hipócritas, algumas são populistas”

Em entrevista à Antena 1, de acordo com o Observador, Telmo Correia, deputado e líder parlamentar do CDS, a polémica em torno da comissão de honra da candidatura de Vieira às eleições do Benfica é exagerada.

Muitas das críticas são hipócritas, algumas são populistas e algumas são pouco sustentáveis“, afirmou Telmo Correia que, tal como o primeiro-ministro, também integra a comissão de honra de Luís Filipe Vieira. “Não podem vir críticas de quem no passado fez exatamente o mesmo”.

O centrista disse “ter dúvidas” sobre se o primeiro-ministro deve estar na comissão de honra, mas considerou que “é uma questão à consciência dele, não há nenhum impedimento legal ou outros. Ele é que deve saber se pode ou se não pode”.

“Se nessa comissão de honra estou eu e o António Costa, só demonstra que o António Costa tem razão: isto não tem nada a ver com política, porque se tivesse a ver com política era impensável eu e o António Costa, que nos conhecemos desde a faculdade e até antes disso, estarmos juntos”, disse.

“Politicamente nunca estivemos juntos em coisa nenhuma nem concordamos em nada. Portanto isto não tem a ver com política, tem a ver com o Benfica. Se tivesse a ver com política não estaríamos lá os dois”, defendeu Telmo Correia.

António Costa, juntamente com Fernando Medina e Cristina Ferreira, faz parte da Comissão de Honra de apoio à recandidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do SL Benfica. Este poio levou a críticas de várias frentes, entre as quais os políticos Rui Rio, Catarina Martins, André Silva, Ana Gomes, o jornalista José Gomes Ferreira, o presidente da Associação Cívica Integridade e Transparência João Paulo Batalha, e os candidatos à presidência do Benfica João Noronha Lopes, Rui Gomes da Silva e Bruno Costa Carvalho.

No domingo, Costa recusou fazer comentários sobre aquilo que diz ser “um assunto que não tem nada a ver com a vida política”.

Embora não condene publicamente o facto de Costa integrar a comissão de honra de Luís Filipe Vieira, Marcelo deverá abordar o assunto na reunião com o primeiro-ministro.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A ética não tem cor partidária nem religião, mas neste Sítio ética é para os outros, não é para os 500 nomes da lista de honra do Luís Filipe Vieira, onde constam nomes de vários deputados, Juízes Advogados etc. Etc, o 1º ministro sai mal na foto por ser o responsável do governo, e então aos deputados e outros responsáveis políticos a ética não é válida? Há décadas que o futebol a justiça e jornalistas andam de braço dado, quem não se lembra de deputados irem directamente para o futebol como foi o caso da liga e outros, é bom exigir ética aos outros quando a nós e aos nossos calamos a falta de ética, onde para a ética dos juízes e dos procuradores quando permitem fugas sobre pessoas em investigação chegando ao cumulo de até passagens de escutas permitirem que os jornalistas tenham acesso?

  2. Caro J. Gaspar, a ética é um conceito filosófico sem nenhuma utilidade prática, é o mesmo que discutir o sexo dos anjos. Ética é não fazer o que não se deve, ainda que o possa. Porque não pode o sócio do SLB António Costa e os 499 apoiarem outro sócio do clube? Ficam mal na fotografia de um pais que parece ter descoberto o puritanismo hipócrita e interesseiro? Ético é um cidadão interrogar-se, inquieto, porque seis anos depois do ex-primeiro-ministro Sócrates ter sido preso, a PGR não ter conseguido sustentar uma acusação. Ético é um cidadão preocupar-se por quase cinco anos depois da “denúncia” dos vouchers, não existir nenhuma acusação. Só existem denuncias de cobardes que a justiça protege e incentiva, incluindo concedendo-lhes o estatuto de protecção legal. Ética é exigência que a justiça exista, que justifique os milhões que consome, que seja célere, que condene os criminosos e proteja os direitos dos cidadãos que são perseguidos apenas porque do anonimato se libertaram, se LFV não fosse presidente do SLB seria tão insignificante como Joe Berardo.

    • “se LFV não fosse presidente do SLB seria tão insignificante como Joe Berardo.”
      Hahahahaaa… só mesmo no final é que percebi que era ironia!.

  3. Telmo Correia e Fernando Medina deviam saber que não basta à mulher de César ser séria. É preciso que o pareça.
    Ministros, deputados e juízes deviam ter especial cuidado com estas situações. Sabem o risco que correm e os escrutínio estreito a que estão sujeitos. A sua posição não lhes garante apenas “privilégios” e mordomias.
    Quanto a Costa, caiu bem no ridículo com as suas lições de ética e código de conduta. Para os outros, claro.

RESPONDER

Estudo mostra que o navio Mary Rose tinha uma tripulação multiétnica

A análise dos restos mortais de parte da tripulação do navio de guerra Mary Rose, o favorito do rei Henrique VIII de Inglaterra, mostra a diversidade que já existia no período Tudor. O navio de guerra …

Hulk marcou num jogo que foi interrompido... cinco vezes

Muitas pausas na partida entre América de Cali e Atlético Mineiro. Protestos na Colômbia também afetaram o jogo Atlético Nacional-Nacional. Grupo H da Taça Libertadores, quarta jornada. Em Barranquilla, América de Cali e Atlético Mineiro entraram …

Festa leonina, OE e política. Marcelo poupa Cabrita, mas não põe de lado uma remodelação

Em entrevista à RTP, a primeira deste mandato, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, poupou Cabrita, culpou os adeptos pelo que se passou nos festejos do Sporting, sublinhou que acredita que o Orçamento …

Governo prometeu a Bruxelas reforma de serviços do Estado. Sindicatos não sabiam

O Governo prometeu a Bruxelas arrancar com uma “reforma funcional e orgânica da administração pública (AP)” sob pena de não receber os cheques da bazuca europeia. “A reforma iniciar-se-á no segundo trimestre de 2021, com a …

Implante neural permite que pessoas paralisadas escrevam. Basta imaginar as letras

Pela primeira vez, uma equipa de investigadores descodificou os sinais neurais associados à escrita de letras e, em seguida, exibiu versões digitadas dessas letras em tempo real. Quando uma lesão ou doença priva uma pessoa da …

Presidente do PSD Oeiras demite-se depois de Rio rejeitar apoiar Isaltino Morais

O presidente da Comissão Política do PSD de Oeiras, estrutura que declarou apoio à candidatura do independente Isaltino Morais à liderança do município, demitiu-se, conforme anunciou esta quinta-feira o próprio, depois de a Comissão Política …

Revolta nas Forças Armadas. Ramalho Eanes entre os 28 ex-chefes militares contra reforma Cravinho

Vinte e oito ex-chefes de Estado-Maior dos três ramos, incluindo o general Ramalho Eanes, assinaram uma carta a contestar o processo da reforma das Forças Armadas em curso e apelaram a um debate alargado à …

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …