Médicos não sabem explicar lesões do estudante libertado pela Coreia do Norte

(dv) KNS / KCNA

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, com militares norte-coreanos

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, com militares norte-coreanos

A origem das lesões cerebrais do estudante norte-americano Otto Warmbier, que foi libertado em coma, na passada quarta-feira, após ter estado detido na Coreia do Norte, permanece desconhecida, indica a equipa médica que o está a acompanhar em Cincinnati, nos EUA.

“O seu estado neurológico pode ser descrito como um estado de vigília não reactivo“, explicou o neurologista Daniel Kanter, director do serviço de Cuidados Neuro-críticos da Universidade de Cincinnati, em conferência de imprensa.

“Ele abre espontaneamente os olhos e pestaneja. Contudo, não mostra sinais de entendimento da linguagem, respondendo a comandos verbais ou com atenção ao que o rodeia. Ele não falou”, acrescentou o médico.

Não temos qualquer informação concreta ou verificável sobre a causa ou as circunstâncias das suas lesões neurológicas”, disse ainda.

Segundo o especialista, “este tipo de lesões cerebrais é, em geral, considerado uma consequência de uma paragem cardio-respiratória, quando a irrigação sanguínea do cérebro é insuficiente durante um determinado lapso de tempo, resultando na morte de tecidos cerebrais”.

Existem “graves lesões presentes em todas as zonas do cérebro“, precisou ainda.

A equipa médica indicou igualmente não ter identificado vestígios de botulismo no organismo de Otto Warmbier, de 22 anos, afastando a explicação fornecida pelo regime norte-coreano para o estado de coma em que o jovem mergulhou, pouco após a sua detenção e o seu julgamento, em Março de 2016.

Daniel Kanter referiu ainda que os exames aprofundados ao corpo do estudante não “mostram qualquer prova de fractura actual ou calcificada, incluindo ao nível do crânio”.

A pedido da família, os médicos escusaram-se a fornecer informações sobre a possível evolução do seu estado de saúde.

O jovem foi detido em Janeiro de 2016 e condenado a 15 anos de prisão, com trabalhos forçados, depois de ter arrancado um poster de propaganda do regime norte-coreano, num hotel de Pyongyang.

Warmbier terá sido “repetidamente espancado”

A Coreia do Norte justificou a libertação do estudante norte-americano por “razões humanitárias”, conforme um comunicado divulgado pela agência oficial do regime, a KCNA.

Entretanto, surgem rumores de que Otto Warmbier pode ter sido alvo de tortura, por parte do regime norte-coreano.

O New York Times cita uma fonte oficial norte-americana que refere que os EUA receberam informações de que Warmbier terá sido “repetidamente espancado”, enquanto esteve detido, e que chegou a haver, inclusive, suspeitas de que teria sido morto.

Os pais do jovem estudante não têm dúvidas de que foi “brutalizado” e criticam a administração de Barack Obama por ter acreditado que o filho teria um tratamento “justo” por parte do regime norte-coreano.

O pai de Otto também disse que recebeu “um telefonema muito simpático” de Trump, que lhe terá confidenciado que o Secretário de Estado, Rex Tillerson, trabalhou “no duro” para trazer o estudante de volta para casa.

Um especialista em assuntos da Coreia do Norte, Sung-Yoon Lee, revela ao site Vox.com que o abuso físico de detidos estrangeiros não é novidade no país mas, de qualquer modo, considera surpreendente o caso de Warmbier, fruto da extensão das lesões que sofreu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …