Médico condenado por cinco crimes de violação continua a exercer

Aliesky Aguilera violou cinco pacientes. Tribunal de Ponta Delgada condenou o médico cubano a pena de prisão, mas não o proibiu de exercer.

No início do ano passado, Aliesky Aguilera foi condenado a seis anos de prisão por ter violado cinco pacientes, nos Açores. No entanto, o clínico continua em liberdade e a exercer a sua profissão na zona de Lisboa.  De acordo com o Público, Aguillera recorreu da sentença e, apesar de o Tribunal da Relação de Lisboa se ter limitado a encurtar a pena de prisão em meio ano, o mandado de prisão ainda não foi emitido.

Além disso, o médico ainda não conheceu o desfecho do processo instaurado pelo Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos (OM), pelo que continua a poder exercer medicina.

Fonte da OM garantiu ao diário que logo que foi conhecida a sentença, o caso foi encaminhado para o Conselho Disciplinar do Sul daquela ordem, com um pedido de especial urgência na apreciação. O órgão tem total autonomia no que diz respeito à decisão sobre a sanção a aplicar, mas, um ano depois, o processo continua a aguardar decisão.

O cubano foi condenado em janeiro do ano passado, pelo Tribunal de Ponta Delgada, por crimes cometidos em 2016, enquanto trabalhava no serviço de urgências do Hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

A acusação considerou que o clínico tirou partido da circunstância de ser médico e de se encontrar no exercício de funções para agir “com o propósito concretizado de satisfazer os seus instintos libidinosos, bem sabendo que as ofendidas eram suas pacientes”.

Segundo a acusação, o médico cubano “quis e conseguiu através dos atos médicos colocar as doentes na impossibilidade de reagirem, obrigando-as a manterem um comportamento de natureza sexual”.

Aliesky Aguillera foi absolvido de uma acusação de importunação sexual e considerado culpado de cinco crimes de violação pelo tribunal de primeira instância. Contudo, a juíza decidiu não lhe aplicar a interdição de exercer a profissão, alegando que tal é uma competência da OM.

Segundo o Público, numa carta dirigida ao presidente do Conselho Disciplinar Regional do Sul, o bastonário da OM pede “ponderação urgente” a este órgão, dada a gravidade dos factos e da condenação a que o médico fora sujeito. O documento seguiu em fevereiro de 2018.

Entretanto, avança o Correio da Manhã, o cubano recorreu da sentença para o Tribunal da Relação de Lisboa, cujos juízes lhe baixaram a pena em seis meses. O jornal cita a Procuradoria-Geral da República (PGR), que adianta que “o processo ainda não baixou do tribunal da Relação”, o que equivale a dizer que ainda não foi emitido o mandado de detenção para cumprimento da pena.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se uma das vítimas fosse filha ou familiar do bastonário, será que ele não ficaria suspenso até conclusão do processo judicial e, aquando da condenação, ainda manteria a cédula? Pois é…

Covid-19 obriga a Honda a enviar administrativos para a linha de montagem

A empresa da área automóvel pediu que alguns colaboradores dos serviços de administração passassem a desenvolver tarefas na linha de montagem automóvel, substituindo assim funcionários que tiverem de se ausentar devido a casos de testes …

Juan Carlos I comunicou ao Rei que vai viver para fora de Espanha

O rei emérito de Espanha comunicou ao seu filho, esta segunda-feira, que decidiu deixar Espanha e escolher outro país para viver, perante a repercussão pública das investigações sobre os seus alegados fundos em paraísos fiscais. Numa …

Jesus no Benfica por dois anos. "Não vim para me reformar"

O treinador assinou contrato com o Benfica por dois anos, até ao final da temporada 2021/22, anunciou o clube encarnado, esta segunda-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Jorge Jesus foi …

IP diz que "situação técnica complexa" impediu instalação de sistema CONVEL

A Infraestruturas de Portugal justificou, esta segunda-feira, a não instalação do sistema de controlo automático de velocidade nos veículos de conservação de catenária (VCC) com "uma situação muitíssimo complexa do ponto de vista técnico" que …

Bruno Fernandes eleito jogador do mês de julho em Inglaterra

O médio do Manchester United foi eleito pela Associação de Futebolistas Profissionais (PFA) o melhor jogador da Liga inglesa em julho, prémio que o internacional português já tinha arrecadado em junho. Bruno Fernandes, que chegou aos …

MP acusa Agostinho Branquinho de aceitar suborno de 225 mil euros

O Ministério Público (MP) acusa o antigo deputado social-democrata de receber "pelo menos 225 mil euros" para influenciar decisores da Câmara de Valongo a aceitarem a violação de normas urbanísticas na obra de um hospital …

Mário Silva é o novo treinador do Rio Ave

O Rio Ave oficializou, esta segunda-feira, a contratação do treinador Mário Silva, que assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas. Mário Silva, de 43 anos, que estava nos espanhóis do Almería, regressa a Portugal …

Governo assegura que diminuição dos casos não decorre de menos testes

O secretário de Estado da Saúde assegurou, esta segunda-feira, que a diminuição dos novos casos de infeção, registada nos últimos dias, não decorre de uma quebra no número de testes realizados. "Na semana que findou, Portugal …

Dívida pública desceu em junho para 259,8 mil milhões de euros

A dívida pública fixou-se em 259,8 mil milhões de euros em junho, menos 4,6 mil milhões de euros do que em maio e mais 8317 milhões de euros face a junho de 2019, segundo o …

Vox quer Armada Espanhola a controlar embarcações de imigrantes

O partido espanhol de extrema-direita Vox pediu esta segunda-feira ao Governo que mobilize a Armada Naval para fazer face ao aumento do número de embarcações com imigrantes que chegam à costa espanhola. Segundo a agência EFE, citada …