Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a morte do antigo Presidente norte-americano.

Em declarações ao portal MedPage Today, o cardiologista Joe Goldstrich revela que, à época dos acontecimentos, tinha 25 anos. Estava a completar a sua passagem como residente na neurocirurgia quando John F. Kennedy deu entrada no hospital.

Foi “a pessoa mais jovem que participou ativamente nos esforços de ressuscitação” do Presidente norte-americano, revela Goldstrich, agora com 82 anos.

“Entrei na urgência ao mesmo tempo que JFK estava a entrar na cama”, disse, recordando que a 22 de novembro de 1963, data em que o incidente ocorreu, a equipa de Kemp Clark, o neurocirurgião-chefe da unidade, foi convocada por volta do meio dia.

Goldstrich ajudou a deslocar o antigo Presidente dos Estados Unidos da maca para a mesa de observação e tratamento e, posteriormente, despiu-o.

Poucos minutos depois de dar entrada, contou, vários especialistas estavam já no local para tentar salvar a vida de John F. Kennedy.

Goldstrich recorda ainda alguns dos momentos que lhe ficaram gravados na memória. Enquanto o responsável da emergência, Charlie Baxter, fazia compressões torácicas no paciente, Clark entrou na sala, contou Goldstrich, e ao ver os ferimentos na cabeça do antigo Presidente norte-americano, disse: “Meu Deus. O que é que estás a fazer, Charlie? O cérebro [de John F. Kennedy] está no chão”.

O cardiologista recorda ainda a reação da antiga primeira dama dos Estados Unidos, Jacqueline Kennedy Onassis, que acompanhou o seu marido depois do acidente.

Jackie estava em choque, tal como um cervo em frente aos faróis de um carro. [A antiga primeira-dama] ficou surpresa por alguém estar a falar com tanta franqueza sobre o que tinha acontecido”, contou ao mesmo portal.

Goldstrich considera ainda que JFK já estava morto quando chegou ao hospital.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Exposição duma série de trivialidades para no final nos atirarem com a lavagem ao cérebro da praxe: “Não houve segundo atirador no assassinato de John F. Kennedy” que não faz parte do depoimento do dito médico nem ele tem dados sobre isso; e quando já está mais do que visto e provado que houve pelo menos mais um atirador localizado à frente do carro e cuja impacto de bala fez projectar a cabeça do presidente violentamente para trás (na direcção de Oswald, que nunca poderia ser capaz de disparar essa bala! – a menos que fosse uma bala extra-terrestre capaz de fazer uma viragem em U)

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …