McDonalds em crise com os piores resultados da década

jeepersmedia / Flickr

-

A McDonald’s, a maior cadeia de fast food do mundo e uma das marcas mais famosas do planeta, está em dificuldades. Em agosto, a empresa sofreu a sua maior queda nas vendas mensais em mais de uma década.

Este mês, a empresa americana, que tem 34 mil restaurantes em 119 países, registou no terceiro trimestre de 2014 uma queda de 3,3% nas vendas globais e em mercados-chave como a Ásia, Europa e EUA.

No seu país de origem, onde a McDonald’s tem 40% das suas lojas, a situação é particularmente difícil: as vendas caíram nos últimos quatro trimestres.

O McDonald’s superou a crise económica de 2008 recorrendo a descontos e nova apresentação dos seus produtos, mas agora que a economia americana melhorou, o Big Mac registou, segundo relatórios da empresa, uma queda de 6,1% nas vendas.

O presidente da empresa, Don Thompson, admitiu os momentos difíceis e reconheceu que “o nosso resultado foi menor do que o esperado”.

“Os fatores internos e os ventos contra externamente foram mais fortes do que o esperado e continuarão no quarto trimestre”, disse Thompson, reconhecendo que em outubro os resultados globais continuarão em queda.

Problemas domésticos

Thompson explicou que os lucros financeiros foram afectados por uma série de factores: desde aumentos de impostos até ao que chamou de “eventos incomuns” na Europa e na Ásia, passando por um mau desempenho nos EUA.

Uma das dores de cabeça da McDonald’s no mercado americano é a concorrência. A mais tradicional, formada por concorrentes do ramo de fast food, como a Burger King, a Wendy’s e a Taco Bell, criou nos últimos tempos menus mais económicos.

Mas não se trata apenas de uma questão de preço.

Segundo um inquérito divulgado em julho pela Consumer Reports, os hambúrgueres da McDonald’s foram considerados os piores pelos consumidores, em comparação com os do Burger King e do Wendy’s.

jeepersmedia / Flickr

A concorrência da McDonald's, como a Taco Bell, criou nos últimos tempos menus mais económicos.

A concorrência da McDonald’s, como a Taco Bell, criou nos últimos tempos menus mais económicos.

Para complicar, a concorrência menos tradicional está a levar muitos consumidores para restaurantes de comida orgânica ou mais saudável.

Muitos americanos, em especial os mais jovens, procuram alternativas de comida rápida que ofereçam refeições de mais qualidade, ainda que mais caras.

Segundo a consultora Technomic, desde 2011, as visitas mensais de pessoas entre 19 e 21 anos a restaurantes McDonald’s caiu 12,9%, enquanto a frequência de clientes entre 22 e 37 anos não aumentou.

A rede de comida mexicana Chipotle, por exemplo, tem apostado em menus que, segundo o seu site, são criados com ingredientes “cultivados com respeito pelos animais, pelo meio ambiente e pelos produtores“.

As vendas da Chipotle crescerem quase 20% em território americano.

“Parte do problema da McDonald’s nos EUA é que a qualidade da comida não está a acompanhar o ritmo da época“, disse à BBC Mark Kalinowski, analista de restaurantes da financeira Janney Capital Markets.

Problemas externos

No âmbito internacional, a McDonald’s também tem enfrentado problemas consideráveis.

Na China, um dos seus mercados mais importantes e onde tem cerca de 2 mil restaurantes, a empresa viu-se envolvida em polémicas e foi forçada a mudar de estratégia quando um dos seus fornecedores foi acusado de usar carne fora do prazo de validade.

Segundo o jornal Washington Post, a Yum Brands, que controla a Pizza Hut, Taco Bell e KFC, indicou recentemente que as suas operações na China estavam em dificuldades por causa do  .

Na Rússia, a McDonald’s precisou de fechar temporariamente vários restaurantes, por ordem judicial, após denúncias de más condições de higiene.

A empresa assegurou, em comunicado, que realizou 200 inspecções e não concorda com o encerramento das lojas.

mr_t_in_dc / Flickr

A mexicana Chipotle tem apostado em menus que, segundo seu site, são criados com ingredientes "cultivados com respeito aos animais, ao meio ambiente e aos produtores"

A mexicana Chipotle tem apostado em menus que, segundo seu site, são criados com ingredientes “cultivados com respeito aos animais, ao meio ambiente e aos produtores”

Mudança no menu

O presidente da McDonald’s anunciou que quer modificar “profundamente” o negócio da empresa e prometeu “mudanças significativas”, como a simplificação do menu, a permissão para que os restaurantes ofereçam mais opções regionais e mais possibilidades de que os clientes possam personalizar a sua refeição.

Segundo Kalinowski, “McDonald’s é uma marca muito bem-sucedida, e conseguiu esse êxito não graças à personalização, mas pela previsibilidade e simplicidade do menu”.

A rede pretende também definir uma estratégia digital para facilitar a forma como os clientes compram, e melhorar “o aspecto e a conveniência da experiência no McDonald’s em formas que estejam alinhadas com as necessidades do consumidor actual”.

Alguns interpretaram este anúncio como possíveis mudanças no logo e na marca – poucos anos depois da paradigmática troca da cor vermelha de sempre pelo verde garrafa actual.

Mas no futuro imediato, a situação não parece favorável à empresa dos arcos dourados.

ZAP / BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Começaram a reduzir despesa ao mandarem embora a Heinz, meteram molhos baratos, meteram mais stress e condições injustas nos funcionários (que ja não eram as melhores) o que piora o serviço e agora sofrem por isso.

    Metam esse novo CEO fora, e mudem por um que saiba o que os clientes querem, aumente a qualidade, volte meter os fornecedores chave de volta e aumente o leque de ofertas saudáveis.

    Its not rocket science.

  2. e a mulher que vandalizou o mac donalds vestida apenas com cuecas de fio dental? \m/ (mais informações nos insólitos do jn)
    Eu alinhava numa dessas TIPO no restaurante “o reco” da baixa e que vende sandes de leitão. Com um negócio destes e ainda por cima com esta falta de respeito pelo animal, acusando-o de pouco asseado, até me admiro que os antipáticos dos wanna be s que constituem o stuff do estabelecimento se relacionem comercialmente com o dito animal, um bebé que ainda precisa de ajuda de alguém para tomar banho e que por isso é efetivamente um poquinho, a mamã deve-se ter transformado em salpicão uma semana após ele ter nascido. ESTOU A BRINCAR, PARA OS MAIS DiSTRAÍDOS.
    É CLARO QUE ESTOU A BRINCAR, UMA PIADA CAI SEMPRE BEM, NÃO CONCORDAM? E por acaso até já me falaram muito bem da qualidade da comida, . JUST A JOKE, ATÉ PORQUE ALÉM DE SER MUITO PÚDICA SOU PRÓ CHEINHO E AINDA ME APANHAM LÁ E ME METEM NUM PAPO SECO e pelos mesmos motivos se aparecesse lá de fio dental nem sequer era necessário vandalizar, o pessoal fugia logo a sete pés.

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …