McDonald’s Japão importa frango do Brasil após escândalo com fornecedor chinês

MIKI Yoshihito / Flickr

A McDonald’s Japão vai importar carne de frango do Brasil na sequência do escândalo alimentar da fábrica Husi em Xangai, antiga fornecedora dos estabelecimentos japoneses e acusada de vender carne estragada, informa hoje a imprensa japonesa.

Esta é uma das medidas que a filial japonesa da cadeia de restauração rápida norte-americana vai tomar para “recuperar a confiança dos seus consumidores”.

Na sexta-feira passada, a McDonald’s Japão anunciou a retirada do mercado de todos os produtos que continham carne de frango fornecida pela Husi em Xangai, informando que passaria a ser fornecida pela Tailândia.

A partir de agora a empresa importará também carne aviária do Brasil “para poder garantir o abastecimento e oferta de todos os seus produtos”, anunciou a presidente da McDonald’s Japão, Sarah Casanova, em conferência de imprensa.

“Faremos tudo o que for necessário para garantir a segurança do nosso menu“, disse Casanova, em declarações difundidas pela estação estatal NHK.

Origem dos produtos

Entre outras medidas, a empresa vai publicar informação sobre a origem de todos os seus produtos na sua página de internet e realizará “inspecções de segurança” nas instalações dos fornecedores na Tailândia e China, país que continua a fornecer matéria-prima para alguns dos seus produtos.

A filial japonesa da McDonald’s cancelou as encomendas à Husi de Xangai, a fábrica que alegadamente misturava carne fora da validade com carne fresca e adulterava as datas de validade dos produtos, e de onde era proveniente cerca de 20% do frango utilizado nos “chicken nuggets” (panados de frango) nos estabelecimentos no Japão.

Desde que o escândalo alimentar foi tornado público, as vendas da McDonald’s no Japão caíram entre 15 e 20% abaixo das previsões, disse ao diário Nikkei um quadro da empresa.

Além da McDondald’s, outras multinacionais de restauração rápida como a KFC, Pizza Hut, Starbucks, Burger King, Papa Johns, 7-Eleven e a chinesa Dicos viram-se afectadas pelo escândalo e retiraram a carne comprada à Husi desde os seus pontos de venda.

As autoridades chinesas anunciaram no sábado que a fábrica Husi em Xangai tinha falsificado as datas de validade de mais de 4.000 caixas de carne.

Cinco pessoas foram detidas e a fábrica foi encerrada na sequência da reportagem da Dragon TV, que revelou o escândalo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …