McDonald’s Japão importa frango do Brasil após escândalo com fornecedor chinês

MIKI Yoshihito / Flickr

A McDonald’s Japão vai importar carne de frango do Brasil na sequência do escândalo alimentar da fábrica Husi em Xangai, antiga fornecedora dos estabelecimentos japoneses e acusada de vender carne estragada, informa hoje a imprensa japonesa.

Esta é uma das medidas que a filial japonesa da cadeia de restauração rápida norte-americana vai tomar para “recuperar a confiança dos seus consumidores”.

Na sexta-feira passada, a McDonald’s Japão anunciou a retirada do mercado de todos os produtos que continham carne de frango fornecida pela Husi em Xangai, informando que passaria a ser fornecida pela Tailândia.

A partir de agora a empresa importará também carne aviária do Brasil “para poder garantir o abastecimento e oferta de todos os seus produtos”, anunciou a presidente da McDonald’s Japão, Sarah Casanova, em conferência de imprensa.

“Faremos tudo o que for necessário para garantir a segurança do nosso menu“, disse Casanova, em declarações difundidas pela estação estatal NHK.

Origem dos produtos

Entre outras medidas, a empresa vai publicar informação sobre a origem de todos os seus produtos na sua página de internet e realizará “inspecções de segurança” nas instalações dos fornecedores na Tailândia e China, país que continua a fornecer matéria-prima para alguns dos seus produtos.

A filial japonesa da McDonald’s cancelou as encomendas à Husi de Xangai, a fábrica que alegadamente misturava carne fora da validade com carne fresca e adulterava as datas de validade dos produtos, e de onde era proveniente cerca de 20% do frango utilizado nos “chicken nuggets” (panados de frango) nos estabelecimentos no Japão.

Desde que o escândalo alimentar foi tornado público, as vendas da McDonald’s no Japão caíram entre 15 e 20% abaixo das previsões, disse ao diário Nikkei um quadro da empresa.

Além da McDondald’s, outras multinacionais de restauração rápida como a KFC, Pizza Hut, Starbucks, Burger King, Papa Johns, 7-Eleven e a chinesa Dicos viram-se afectadas pelo escândalo e retiraram a carne comprada à Husi desde os seus pontos de venda.

As autoridades chinesas anunciaram no sábado que a fábrica Husi em Xangai tinha falsificado as datas de validade de mais de 4.000 caixas de carne.

Cinco pessoas foram detidas e a fábrica foi encerrada na sequência da reportagem da Dragon TV, que revelou o escândalo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Asteróide "sorrateiro" pregou um susto à NASA e quase colidiu com a Terra em julho

Em finais de julho, um asteróide do tamanho de um campo de futebol pregou um susto à NASA quando passou a apenas 65.0175 quilómetros da Terra. Foi a maior rocha espacial a passar tão perto …

Vem aí o Dia 0. A Austrália vai ficar sem água (e pode não ser a única)

O Dia 0 está a chegar e a Austrália está prestes a ficar sem água. Os cientistas dizem que este é um aviso para todas as outras regiões em redor do mundo. Este dia vai marcar …

Mujahid é a misteriosa figura por detrás da propaganda talibã (mas pode nem ser real)

Zabihullah Mujahid pode não ser um nome reconhecido pelas pessoas, mas a verdade é que tudo aquilo que ele diz é escutado atentamente por todo o mundo. Mujahid é o porta-voz dos talibãs há 12 anos …

O rapper, a mulher adúltera, a caçadeira e a PIDE feminista. Polémica com videoclip de Valete

Numa altura em que continuam a contar-se as mulheres que morrem vítimas de violência doméstica, o último videoclip de Valete, um dos rappers mais reconhecidos do país, está a causar polémica. Há quem considere que faz …

Milhares de milhões de pássaros desapareceram dos EUA

Um quarto de todos os pássaros dos EUA desapareceram desde 1970, segundo uma pesquisa publicada esta quinta-feira na revista Science, que dá conta de uma perda de biodiversidade contabilizada em 30% da população total de …

Cruzeiro "exclusivamente para britânicos" levanta polémica

Uma brochura que prometia viagens de cruzeiro exclusivas para britânicos levou várias pessoas a queixarem-se da Saga, uma empresa especializada em serviços para clientes com mais de 50 anos. A empresa já remeteu as culpas …

Começou à "invasão" da Área 51. Já há detidos e até um festival

Pelo menos 75 pessoas já chegaram à Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos, em resposta a um evento criado no Facebook. Milhão e meio de pessoas combinaram invadir esta sexta-feira esta zona misteriosa …

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo: 13 milhões de dólares por prisioneiro

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo. Para manter as instalações a funcionar, cada prisioneiro custa 13 milhões de dólares ao Estado norte-americano. A prisão de segurança máxima de ADX Florence, em Colorado, nos Estados …

Gabriela foi morta pelo ex-marido e os colegas convocaram uma vigília por ela

Gabriela Monteiro, de 46 anos, foi morta pelo seu ex-marido, junto ao Tribunal de Braga. O Theatro Circo, onde trabalhava há uma década, convocou uma vigília por ela. O homem esfaqueou a mulher no peito e pescoço …

Multinacional paga "subsídio" a funcionários que forem de bicicleta para o trabalho

Uma multinacional com presença em Portugal vai implementar uma iniciativa que passa por pagar uma espécie de subsídio aos trabalhadores que se desloquem para o trabalho de bicicleta. A medida da Liberty Seguros vai entrar em …