Catarina Martins entreabre porta a nova geringonça

João Relvas / Lusa

Catarina Martins, coordenadora nacional do Bloco de Esquerda

Catarina Martins lembrou que nas últimas legislativas se fez na política “o que nunca se tinha feito antes” e alerta que o que se conseguiu alcançar “não chega” face a “tudo o que há para fazer”.

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) apelou na segunda-feira aos eleitores para que “não sejam menos exigentes” do que há quatro anos, nas últimas legislativas, quando se fez na política “o que nunca se tinha feito antes”.

Iniciando a sua intervenção em Quarteira, no seu primeiro comício de verão no Algarve, com uma palavra de solidariedade para com os que combatem e são vítimas dos incêndios que lavram na zona Centro do país, Catarina Martins pediu aos eleitores para que “não sejam menos exigentes desta vez”.

Falando para uma plateia composta, no Calçadão de Quarteira, no concelho de Loulé, a coordenadora do BE frisou que o que se conseguiu alcançar nesta legislatura “não chega” face a “tudo o que há para fazer” num país “ainda tão desigual e injusto”, e pediu “mais força”.

Para Catarina Martins, de forma a continuar a combater as desigualdades existentes em vários setores em Portugal, o partido precisa de “mais força” e, para isso, conta com todas as pessoas que acreditam que se “pode fazer muito melhor” e que têm “vontade de um país mais justo”.

O deputado José Manuel Pureza, que assumiu a segunda intervenção da noite, aproveitou para lembrar que várias das medidas que foram aprovadas pelo Parlamento, sobretudo, de reposição de rendimentos, foram alcançadas “apesar de quase nada” constar no programa eleitoral do PS.

“Tivesse havido maioria absoluta do Partido Socialista e muitas destas conquistas para a segurança da vida das pessoas não teriam acontecido”, frisou José Manuel Pureza, sublinhando que o BE se portou nesta legislatura como uma força “estável”, que “nunca fez marcha-atrás” ou “ziguezague na altura de decidir de que lado estava”.

Para o deputado, a escolha nas próximas eleições legislativas é entre “uma maioria absoluta que é igual na arrogância e igual na estratégia de cortar direitos” de todas as maiorias absolutas que houve em Portugal e entre “mais força para quem, à esquerda, é estável e confiável”.

No comício intervieram também João Vasconcelos, cabeça-de-lista do BE por Faro, e Maria Baião, que integra também as listas para as próximas eleições legislativas, marcadas para 6 de outubro.

Este foi o comício estreia de um ciclo de comícios de verão que o BE promove no Algarve, com a presença da coordenadora e de outros membros do partido.

Na terça-feira o comício do BE terá lugar em Portimão, na quarta-feira em Armação de Pêra (Silves) e na quinta-feira em Monte Gordo (Vila Real de Santo António).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portimonense 1-3 Sporting CP | Raphinha dá vida a visão de Bruno

O Sporting assumiu a liderança da Liga NOS, ao arrancar uma vitória por 3-1 no terreno do Portimonense. Raphinha foi o herói da partida ao apontar dois golos. Num jogo que teve um arranque louco, com …

Psicólogos revelam o que pensam as outras pessoas das suas selfies

Uma experiência com centenas de utilizadores do Instagram descobriu que aqueles que publicam muitas selfies são vistos como menos amigáveis, bem-sucedidos, extrovertidos e também mais inseguros. "Mesmo quando dois feeds têm conteúdo semelhante, como conquistas ou …

Descoberta em Alenquer uma das maiores muralhas do país do Calcolítico

Arqueólogos portugueses e espanhóis descobriram em Alenquer uma muralha monumental, uma das maiores do país do período Calcolítico, com quatro a cinco mil anos, após terem realizado este mês as primeiras escavações. A uma altitude de …

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …