“Mário Centeno, o Cativador” não revelou o que todos queriam saber

Rodrigo Antunes / Lusa

Ministro das Finanças, Mário Centeno, durante conferência de imprensa sobre proposta do Orçamento do Estado para 2019.

Mário Centeno, ministro das Finanças, não deu aos deputados o número que todos queriam saber, quanto ao valor das cativações para 2019, avançando apenas uma evasiva previsão.

Centeno referiu no Parlamento, perante a Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa e a Comissão de Trabalho e Segurança Social, no âmbito da apreciação na especialidade da proposta de Lei do Orçamento de Estado para 2019 (OE2019), que as cativações atingiram um valor próximo dos 500 milhões de euros em 2018.

Mas quanto aos valores de 2019, só nos “próximos dias” se saberá, notou o ministro das Finanças.

O governante respondia aos deputados dos vários partidos que o questionaram sobre as cativações, com o deputado do PSD Duarte Pacheco a apelidar o ministro das Finanças de “Mário, o cativador”.

Duarte Pacheco referiu-se ao OE2019 como “manhoso” e pouco transparente, exigindo saber o valor das cativações. Mas Mário Centeno não respondeu, acusando antes o PSD de apresentar “propostas desesperadas” e “de outros partidos, porque são o contrário do que sempre defendeu”.

Também a deputada do Bloco de Esquerda Mariana Mortágua insistiu no valor das cativações, acusando o Governo de inscrever “uma meta no Orçamento para cumprir outra”.

O deputado do CDS João Almeida abordou igualmente o assunto, pretendendo saber se haverá “outro ano extraordinário de cativações”.

Investimento no SNS atinge “valor mais elevado” dos últimos 20 anos

No Parlamento, Centeno garantiu que o investimento aumentou 34% até Outubro, e que o investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) “cresce 52% e atingirá este ano o valor mais elevado das últimas duas décadas”.

Também na CP – Comboios de Portugal há um “forte crescimento de 21%”, enquanto na Infraestruturas de Portugal (IP) a subida é de 138%, mais 63 milhões, sobretudo no âmbito do “projecto Ferrovia 2020”.

O ministro das Finanças adiantou ainda que na Polícia Judiciária a despesa com investimento “mais do que triplicou”, com o investimento no Ministério da Administração Interna a registar um acréscimo de 47%.

“São apenas alguns dos números do que é o Orçamento de 2018 e que se projectam no OE2019”, defendeu o governante.

“Ao longo da legislatura, o orçamento da Saúde aumenta 1.900 milhões de euros“, reforçou também, acrescentando que na Educação são mais 685 milhões de euros.

Os partidos apresentaram já 527 propostas de alteração ao OE2019. Só o PSD apresentou mais de 100 propostas de alteração, entre elas medidas para travar a especulação imobiliária, a redução do IVA para espectáculos e até produtos de poupança.

O prazo de entrega de propostas de alteração termina nesta sexta-feira às 19 horas. Depois do debate destas propostas, a votação final global está marcada para 29 de Novembro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente alguém trata esta criatura pelo seu nome correto e que ficará para a posterioridade das finanças públicas “Centeno, O Cativador – 2015-2019”.

    Se o Sousa Franco soubesse o que este homem anda a fazer com as contas públicas… andaria seguramente às voltas na campa. Deus o tenha.

RESPONDER

Há mesmo algo de reconfortante quando dizemos palavrões

Um novo estudo sugere que, nas circunstâncias certas, dizer palavrões em voz alta parece fazer as pessoas sentirem menos dor. Exatamente como e porque é que o ato de dizer asneiras consegue fazer com que as …

"Paraministro" de Costa. Gestor independente chamado para negociar plano económico de retoma

O primeiro-ministro, António Costa, convidou o diretor executivo da petrolífera Partex, António Costa Silva, para estudar o plano de recuperação económica. De acordo com o semanário Expresso, que avança a notícia na sua edição deste …

Termina o dever cívico de confinamento

O Conselho de Ministros aprovou esta sexta-feira o fim do “dever cívico de recolhimento”, que entrará em vigor na próxima segunda-feira, prevê a resolução que prolongou a situação de calamidade até 14 de junho. A situação …

"Ratos" de musgo espalham-se pelos glaciares do Ártico (e intrigam cientistas)

A presença de estranhas bolas de musgos nos ecossistemas de glaciares tem atraído a atenção da comunidade científica. Estas estranhas criatura proliferam no Ártico, mas também em regiões da Islândia e América do Sul. Especialistas de …

Há 29 países que podem visitar a Grécia a partir de 15 de junho. Portugal ficou de fora

A partir de 15 de junho, cidadãos oriundos de 29 países poderão visitar a Grécia, revelou esta sexta-feira o Governo helénico, dando conta que a lista elaborada teve em conta a situação epidemiológica de cada …

Portugal Continental não vai ter quarentena para turistas

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu esta sexta-feira que Portugal continental não vai aplicar normas de quarentena para quem vier de fora do país. No final de um Conselho de Ministros de quase oito horas, que se …

Jovem de 19 anos morre atingido por disparos durante protesto pela morte de George Floyd

Um jovem de 19 anos morreu depois de alguém que seguia num carro ter disparado sobre uma multidão de pessoas que protestavam contra o homicídio do afro-americano George Floyd, indicou uma porta-voz da polícia de …

O campo magnético da Terra está a enfraquecer misteriosamente

Novos dados de satélite da Agência Espacial Europeia (ESA) mostram que o campo magnético da Terra está a enfraquecer entre África e a América do Sul. O enfraquecimento do campo magnético da Terra está relacionado com …

Morreram os primeiros dois capacetes azuis vítimas da covid-19

Dois militares da força de manutenção da paz das Nações Unidas no Mali morreram devido à covid-19, os primeiros entre cerca de 100.000 soldados e polícias destacados em 15 missões no mundo. "Infelizmente, ontem [quinta-feira] e …

Asteróide que dizimou os dinossauros atingiu a Terra no "mais mortífero ângulo possível"

O asteróide que dizimou os asteróides e 75% de todas espécies à face da Terra há 65 milhões de anos atingiu a Terra no "mais mortífero ângulo possível", concluiu uma investigação do Imperial College de …