“Mário Centeno, o Cativador” não revelou o que todos queriam saber

Rodrigo Antunes / Lusa

Ministro das Finanças, Mário Centeno, durante conferência de imprensa sobre proposta do Orçamento do Estado para 2019.

Mário Centeno, ministro das Finanças, não deu aos deputados o número que todos queriam saber, quanto ao valor das cativações para 2019, avançando apenas uma evasiva previsão.

Centeno referiu no Parlamento, perante a Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa e a Comissão de Trabalho e Segurança Social, no âmbito da apreciação na especialidade da proposta de Lei do Orçamento de Estado para 2019 (OE2019), que as cativações atingiram um valor próximo dos 500 milhões de euros em 2018.

Mas quanto aos valores de 2019, só nos “próximos dias” se saberá, notou o ministro das Finanças.

O governante respondia aos deputados dos vários partidos que o questionaram sobre as cativações, com o deputado do PSD Duarte Pacheco a apelidar o ministro das Finanças de “Mário, o cativador”.

Duarte Pacheco referiu-se ao OE2019 como “manhoso” e pouco transparente, exigindo saber o valor das cativações. Mas Mário Centeno não respondeu, acusando antes o PSD de apresentar “propostas desesperadas” e “de outros partidos, porque são o contrário do que sempre defendeu”.

Também a deputada do Bloco de Esquerda Mariana Mortágua insistiu no valor das cativações, acusando o Governo de inscrever “uma meta no Orçamento para cumprir outra”.

O deputado do CDS João Almeida abordou igualmente o assunto, pretendendo saber se haverá “outro ano extraordinário de cativações”.

Investimento no SNS atinge “valor mais elevado” dos últimos 20 anos

No Parlamento, Centeno garantiu que o investimento aumentou 34% até Outubro, e que o investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) “cresce 52% e atingirá este ano o valor mais elevado das últimas duas décadas”.

Também na CP – Comboios de Portugal há um “forte crescimento de 21%”, enquanto na Infraestruturas de Portugal (IP) a subida é de 138%, mais 63 milhões, sobretudo no âmbito do “projecto Ferrovia 2020”.

O ministro das Finanças adiantou ainda que na Polícia Judiciária a despesa com investimento “mais do que triplicou”, com o investimento no Ministério da Administração Interna a registar um acréscimo de 47%.

“São apenas alguns dos números do que é o Orçamento de 2018 e que se projectam no OE2019”, defendeu o governante.

“Ao longo da legislatura, o orçamento da Saúde aumenta 1.900 milhões de euros“, reforçou também, acrescentando que na Educação são mais 685 milhões de euros.

Os partidos apresentaram já 527 propostas de alteração ao OE2019. Só o PSD apresentou mais de 100 propostas de alteração, entre elas medidas para travar a especulação imobiliária, a redução do IVA para espectáculos e até produtos de poupança.

O prazo de entrega de propostas de alteração termina nesta sexta-feira às 19 horas. Depois do debate destas propostas, a votação final global está marcada para 29 de Novembro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente alguém trata esta criatura pelo seu nome correto e que ficará para a posterioridade das finanças públicas “Centeno, O Cativador – 2015-2019”.

    Se o Sousa Franco soubesse o que este homem anda a fazer com as contas públicas… andaria seguramente às voltas na campa. Deus o tenha.

RESPONDER

"A lei não pode exigir esse tipo de heroísmo". Presidente polaco recua na oposição ao aborto

O Presidente da Polónia defendeu esta quinta-feira que as próprias mulheres deveriam ter o direito de abortar em caso de fetos com problemas congénitos, rompendo com a liderança conservadora, que apoiou uma proibição que levou …

Advogados ligados à PLMJ contestam interesse público de revelações de Rui Pinto

A invocação de interesse público dos documentos e das informações expostas por Rui Pinto na Internet foi contestada, esta quarta-feira, por advogados ligados à sociedade PLMJ, na 18.ª sessão do julgamento do processo "Football Leaks". Na …

Microempresas do turismo do Norte com maior adesão a apoios

As microempresas de turismo do Norte foram as que mais dinheiro receberam da linha de apoio à tesouraria criada em resposta ao impacto da pandemia nesse setor, ficando com 29,3% (15,3 milhões de euros) do …

Migrantes marroquinos "desesperados e assustados" em greve de fome. Entre eles está uma mulher grávida

Seis dos migrantes marroquinos que chegaram ilegalmente em setembro estiveram em greve de fome, entre os quais uma grávida. Dizem não serem autorizados a falar com as famílias há mais de 40 dias. O protesto é …

TAP precisa de mais de 100 milhões por mês até final de 2020

O Plano de Tesouraria da TAP para 2020 revela que a empresa precisa, em média, mais de 100 milhões de euros por mês até ao final do ano para suprir as necessidades de liquidez. De acordo …

Fafe declara estado de emergência municipal devido à "rapidez" da propagação da covid-19

O concelho de Fafe está em estado de emergência municipal devido à “evolução grande” do número de infetados com o novo coronavírus e à “rapidez” da propagação, anunciou o presidente da Câmara. Em vídeo publicado nas …

Ameaça iminente. FBI alerta que hackers vão atacar sistema de saúde dos Estados Unidos

O Departamento Federal de Investigação (FBI) e duas agências federais anunciaram que cibercriminosos estão a desencadear um grande ataque de resgate contra o sistema de saúde dos Estados Unidos. Num alerta conjunto, o FBI e duas …

Multidão para ver ondas gigantes na Nazaré. Câmara corta acesso ao Farol

A Câmara e a Capitania da Nazaré decidiram cortar o acesso pedonal à estrada do Farol, para conter a excessiva concentração de público que assiste às ondas gigantes e garantir condições de segurança, informou o …

"Os números falam por si". Fauci critica reação dos Estados Unidos à pandemia e politização das máscaras

O principal epidemiologista norte-americano, Anthony Fauci, criticou a política errática do Governo do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à covid-19, e lamentou o escasso uso de máscaras devido a motivações políticas. Durante uma …

Turistas podem circular entre concelhos apesar das restrições

Apenas os turistas estão autorizados a circular entre concelhos, apesar das restrições que vigoram entre 30 de outubro e 3 de novembro, indicou a AHRESP, citando um esclarecimento do Executivo. Segundo o esclarecimento enviado pelo gabinete …