Mistério do “Tremor de Céu” em San Diego desvendado. Foram os Marines

Base aérea MCAS Miramar

Há fortes indícios de que o misterioso estrondo ouvido a semana passada na região de San Diego foi causado por uma aeronave supersónica em missão de treino ao largo da costa californiana. Os US Marines admitem agora que poderão ter estado na origem do fenómeno.

Segundo reporta o The Drive, o ruído estrondoso ouvido em San Diego, na tarde de 8 de junho, poderá ter sido causado por uma aeronave supersónica da US Marine Corps, corpo de fuzileiros navais dos EUA. Um comunicado da MCAS, base aérea dos Marines em Miramar, próximo da cidade do Sul da Califórnia, confirma agora essa possibilidade.

“Provavelmente fomos nós”, diz a nota da Marine Corps Air Station.

O The Drive já tinha avançado essa possibilidade a semana passada, depois de o enorme estrondo ter sido ouvido, às 20h20 locais, pelos habitantes de San Diego e condados vizinhos. O som foi de tal forma intenso que, diz o San Diego Tribune, os residentes o descreveram como um Sky Quake — um Tremor de Céu, em tradução livre.

Ora, dizia na altura o The Drive que, como o US Geological Survey, instituto de geofísica dos EUA, não tinha registado qualquer atividade sísmica na região à referida hora, havia uma probabilidade elevada de que o estrondo sónico tivesse tido origem num caça supersónico proveniente de uma das duas bases militares da região.

Uma aeronave desconhecida foi registada pelo site de flight tracking ADS-B Exchange a sobrevoar na altura a região, a velocidades que ultrapassavam largamente a barreira do som.

ADS-B Exchange

Aeronave desconhecida apanhada pelo ADS-B Exchange a sobrevoar a região

Estrondos sónicos não são incomuns na região, que além das duas bases aéreas próximas é visita frequente dos porta-aviões da Frota do Pacífico da Marinha norte-americana. Na altura, o USS Carl Vinson, um dos mais recentes porta-aviões nucleares da classe Nimitz, encontrava-se em manobras ao largo da costa californiana.

Contactado pelo The Drive, o oficial de relações públicas da MCAS Miramar remeteu os pedidos de comentários para a base aérea vizinha: “Em Camp Pendleton estão a realizar testes com armamento de fogo”, comentou o oficial.

Mas, passada uma semana, a MCAS admitiu na sua conta do Twitter que, “provavelmente”, o tremor de céu foi causado por uma das suas aeronaves supersónicas. O tweet que explica o sucedido começa de forma um tanto cómica. “Bem, acerca da outra noite…”.

Segundo a explicação da MCAS, a base aérea “não tem capacidade de identificar cada evento sonoro que acontece na região”, mas, neste caso concreto, é possível que o San Diego Boom tenha sido causado por uma das suas aeronaves. Na altura, tinham partido de Miramar “duas aeronaves que estiveram a realizar exercícios de combate ar-ar”.

Há vários fatores, explica a nota da MCAS, que podem explicar “por que motivo um estrondo supersónico se propaga a maiores distâncias desde o local de origem” — por exemplo, variações de temperatura e humidade podem criar condições atmosféricas que levam as ondas sonoras a viajar mais longe do que noutras situações.

Não é de facto invulgar ouvir-se na região o ruído de aeronaves militares a quebrar a barreira do som. Mas o mistério do estrondo particularmente forte da semana passada está desvendado: a culpa foi dos US Marines.

Tifany Santos //

PARTILHAR

RESPONDER

UEFA: Paços de Ferreira e Santa Clara ganham com tranquilidade

Equipas portuguesas perto de continuarem na nova Liga Conferência Europa. Pacenses conseguiram mesmo uma goleada. O play-off de acesso à fase de grupos da Liga Conferência Europa deverá ter duas equipas portuguesas. Na primeira "mão" da …

China usa drones e bananas para levar elefantes de volta para casa

Na China, uma manada de elefantes selvagens afastou-se do seu habitat há mais de um ano. Nos últimos meses, uma equipa especial está a tentar fazê-los regressar a casa. Primeiro, pede-se à população que fique em …

A primeira banda de rock de Gaza quer dar voz à dor causada pela guerra

A primeira banda de rock formada em Gaza, na Palestina, quer dar voz à dor causada pelo conflito com Israel. Um contabilista, dois advogados, um agrónomo e um funcionário humanitário suíço. Segundo a agência Reuters, são …

"Fiquei infetado mas não preciso da vacina": atleta olímpico explica a sua postura

Bryson DeChambeau iria participar nos Jogos Olímpicos mas um teste positivo à covid-19 afastou-o de Tóquio. Mesmo assim, recusa tomar a vacina e explica porquê. Bryson DeChambeau iria representar os EUA nos Jogos Olímpicos de Tóquio, …

Hologramas "teleportam" competição olímpica de badminton

Uma empresa japonesa recorreu a tecnologia holográfica para transmitir os jogos de badminton disputados nos Jogos Olímpicos. As partidas foram "teleportadas" para um espaço a 35 quilómetros de onde estavam a decorrer, em tempo real. "Esta …

Aumentam os rumores sobre o estado de saúde de Kim Jong-un

Os rumores sobre o estado de saúde de Kim Jong-un estão de volta, depois de o líder norte-coreano ter aparecido em público com uma mancha escura na parte de trás da cabeça e, posteriormente, com …

Alemão de 84 anos multado por possuir arsenal de armas da Segunda Guerra Mundial

Na terça-feira, um tribunal alemão condenou um homem de 84 anos por porte ilegal de armas. O idoso possuía um arsenal pessoal que incluía um tanque, um canhão antiaéreo e vários outros itens de equipamento …

Nicarágua. Ex-rainha de beleza detida (e libertada) após candidatar-se às eleições

As autoridades de Nicarágua detiveram na quarta-feira, libertando de seguida, a ex-rainha de beleza Berenice Quezada, dois dias após esta se ter registado como candidata nas eleições de 7 de novembro. Segundo a coligação Citizens for …

DGS autoriza competições da FPF com 33% de público

Os jogos das competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) podem ter uma ocupação de 33% dos recintos desportivos, segundo um parecer técnico da Direção-Geral da Saúde (DGS) a que a agência Lusa teve …

Novas "caixas" transformam eletricidade e areia em painéis solares

A Terrabox é uma espécie "fábrica de células solares" que só necessita de areia e eletricidade. Se for um sucesso, a tecnologia vai à Lua e a Marte. A Maana Electric, uma empresa sediada no Luxemburgo, …