“Água milagrosa” de março animou produção de cereais

Março foi o mês mais chuvoso desde 1931 e, embora não tenha vindo a tempo de recuperar a produção de tomate, ajudou a recuperar as culturas do próximo verão.

As chuvas de março ajudaram a recuperar a produção das culturas de sequeiro, cereais e floresta. Embora não tenha vindo a tempo para recuperar a produção de tomate para a indústria, o mês mais chuvoso desde 1931 ajudou a recuperar as culturas do próximo verão.

Luís Mira, secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), admitiu, citado pelo Diário de Notícias, que “esta água fazia-nos falta”.

No entanto, este cenário animador nem sempre o foi desde o início de 2018. No final de fevereiro, 84% do território nacional encontrava-se em seca severa e extrema, tendo nos cereais de outono-inverno a seca prolongada reduzido a janela de oportunidade para a realização de sementeiras.

Isto fez com que houvesse uma diminuição generalizada das áreas cultivadas, com a área dedicada ao centeio a reduzir 5%, a diminuir 10% na cevada, 15% no trigo mole e triticale e 20% no trigo duro, segundo o boletim Mensal da Agricultura e Pesca do INE, divulgado no mês passado.

Esta diminuição da área de produção ocorreu pelo quinto ano consecutivo. Aliás, o gabinete de estatísticas nacional apostou que se iria atingir um mínimo histórico de 121 mil hectares, a menor área dos últimos cem anos, desde que existem registos.

“Em termos de área cultivada, já não há nada a fazer, mas as culturas, com a chuva, deverão recuperar um bom bocado“, afirma Luís Mira. “As searas estão com muito bom aspeto. Foi uma água milagrosa”, refere o responsável da CAP.

No que diz respeito à floresta, este mês chuvoso também beneficiou as áreas ardidas. “Choveu um pouco, tendo nascido alguma vegetação, e quando choveu mais não houve arrastamento de terras”, descreve o responsável.

No entanto, Luís Mira admite que se continuar a chover com estes níveis, “as coisas poderão complicar-se”. “Em maio/junho tudo estará ao nível da precipitação na normalidade. Mas vamos ver”, diz, lembrando que as estações do ano, que antes determinavam as culturas, estão cada vez mais imprevisíveis.

Este ano, as previsões para o ano agrícola apontam para uma produção histórica de azeite, que deverá superar os 1,3 milhões de hectolitros, segundo o INE.

Em relação aos preços agrícolas ao nível do produtor, escreve o DN, os dados são apenas até fevereiro, mas as maiores variações face ao ano anterior são nos ovinos e caprinos (+18,6%), nos ovos (+14,5%) e na batata (-58,1%). Face a janeiro, as maiores variações ocorreram nos hortícolas frescos (+6,1%), nos ovos (-21%) e nos frutos (-7,3%).

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Os próximos 4 anos vão ser "anormalmente quentes"

O período de tempo até 2022 poderá registar temperaturas ainda mais elevadas do que o esperado, com anos "anormalmente quentes", segundo um estudo baseado num novo método de previsão, divulgado nesta terça-feira. O trabalho realizado por …

2,3 milhões de venezuelanos abandonam o país por falta de alimentos e medicamentos

A falta de alimentos e de medicamentos forçou 2,3 milhões de venezuelanos a abandonarem o país, segundo a ONU, que alertou hoje para a situação de risco de dezenas de milhares de cidadãos da Venezuela. "As …

Web Summit volta atrás (outra vez) e retira convite a Marine Le Pen

O presidente executivo da Web Summit, Paddy Cosgrave, anunciou que decidiu retirar o convite à líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, depois das críticas de vários setores. “É agora claro para mim que a decisão …

Descoberta primeira cena de nudez de Marilyn Monroe. Estava trancada numa gaveta

Novas imagens da atriz Marylin Monroe nua foram descobertas, mais de cinquenta anos depois de terem sido filmadas, durante as gravações do filme de 1961 'The Misfits', protagonizado pela ícone cinematográfica norte-americana juntamente com Clark …

Há demasiadas estrelas na vizinha Omega Centauri para alojar mundos habitáveis

A procura pela vida no vasto Universo é uma tarefa avassaladora, mas os cientistas podem agora riscar um local da sua lista - a vizinha Omega Centauri. De acordo com um estudo liderado por cientistas da …

Suspeito do ataque ao Parlamento no Reino Unido é um britânico de origem sudanesa

Os meios de comunicação britânicos divulgaram hoje que o suspeito do incidente de terça-feira no Parlamento, que está a ser tratado como terrorismo, é um britânico de 29 anos, de origem sudanesa, chamado Salih Khater. Esta …

Amazónia: pesca ilegal e desflorestação associados a paraísos fiscais

Esta segunda-feira, cientistas pediram uma maior transparência no uso de paraísos fiscais por empresas envolvidas em atividades que prejudicaram os oceanos e a floresta tropical da Amazónia. Num estudo publicado na Nature Ecology and Evolution, os …

Descoberta uma secção desconhecida do Muro de Berlim

Um grupo de moradores e um vereador da Câmara descobriram uma secção desconhecida do Muro de Berlim, escondida atrás de densa vegetação, durante uma caminhada por terrenos baldios. A descoberta foi divulgada nesta segunda-feira, 13 de …

NASA deteta vasto e brilhante “muro de hidrogénio” no fim do Sistema Solar

Cientistas da NASA acreditam que há um vasto "muro de hidrogénio" no fim do nosso Sistema Solar, e a sonda New Horizons consegue vê-lo. Segundo um estudo publicado no início deste mês na revista Geophysical Research …

Hospital de Gaia realiza cirurgia inovadora de remoção de tumores nos brônquios

O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e Espinho realizou, pela primeira vez em Portugal, uma nova cirurgia de extração de tumores nos brônquios, que “surge como alternativa à remoção total do pulmão”, revelou …