Marcelo inicia visita de Estado de três dias a Espanha

Tiago Petinga / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pela Rainha Letizia

O Presidente da República inicia, esta segunda-feira, uma visita de Estado de três dias a Espanha, durante a qual será recebido pelo rei Felipe VI e pelo chefe do Governo Mariano Rajoy.

Acompanham-no nesta deslocação ao Reino de Espanha, dividida entre Madrid e Salamanca, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e os deputados Carla Barros, do PSD, Luís Testa, do PS, António Carlos Monteiro, do CDS-PP e Rita Rato, do PCP – o Bloco de Esquerda optou por não se fazer representar.

Marcelo Rebelo de Sousa, que chegou à capital espanhola no domingo à noite, foi recebido esta manhã pelos reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, no Palácio Real, com honras militares, no início da sua primeira visita de Estado ao país vizinho e principal parceiro económico de Portugal.

Depois, na Câmara Municipal de Madrid, o Presidente recebeu as chaves da cidade, onde disse sentir-se em casa desde os seis anos, e elogiou o cosmopolitismo, multiculturalidade e dinamismo económico da capital espanhola.

É para mim uma profunda honra receber a chave de ouro de uma cidade e capital tão amiga de Portugal como é Madrid. Em rigor, não era preciso, porque desde os seis anos de idade, primeira vez em que vim a Madrid, me senti como vosso, como estando em casa, como partilhando as vossas alegrias, os vossos sonhos, as vossas expectativas e a vossa amizade, e a vossa fraternidade”, afirmou.

Em castelhano, Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que é “uma cidade cujas chaves não fecham portas”, antes “abrem horizontes”, que constitui “um símbolo dos valores da liberdade, do respeito pelo outro e do cosmopolitismo” e honra “o melhor da Europa”.

Também vai prestar homenagem aos “caídos por Espanha”, na Praça da Lealdade, antes da audiência com Felipe VI, no Palácio da Zarzuela, residência oficial dos reis espanhóis, seguida de um almoço privado com os monarcas.

À tarde, o chefe de Estado participará num debate com estudantes na Universidade Carlos III, sobre as relações de Portugal, Espanha e União Europeia com a América Latina, e à noite terá um jantar de gala oferecido pelos reis de Espanha em sua honra, no Palácio Real.

Segundo uma nota divulgada pela Presidência da República, esta deslocação, que surge na sequência da visita de Estado dos reis de Espanha a Portugal em novembro de 2016, “pretende reforçar o nível de excelência que caracteriza as relações bilaterais entre os dois países, em todas as suas dimensões”.

O programa “permitirá ilustrar a vitalidade do relacionamento cultural, académico e económico entre ambos os países, bem como manter contacto com a comunidade portuguesa em Espanha”, lê-se na mesma nota.

Na terça-feira, em Madrid, Marcelo vai falar na abertura de um encontro empresarial, reunir-se com Mariano Rajoy, no Palácio da Moncloa, sede do Governo espanhol, com declarações à imprensa, e fará uma intervenção no hemiciclo das Cortes, o Parlamento espanhol.

Depois, visitará, com Felipe VI, uma exposição sobre Fernando Pessoa no Museu Reina Sofia, e ao fim do dia irá oferecer, no Palácio do Pardo, uma receção de retribuição em honra dos reis de Espanha, na qual já disse que gostaria de contar com a presença de Cristiano Ronaldo, melhor marcador da história do Real Madrid e da seleção portuguesa.

Quarta-feira será dedicada à cidade de Salamanca e a Castela e Leão, uma das 17 comunidades autónomas de Espanha, onde o Presidente da República estará novamente com o rei Felipe VI.

Os dois chefes de Estado irão visitar uma feira de ‘start-ups’ com algumas empresas portuguesas e discursar numa sessão solene na Universidade de Salamanca, que celebra os seus 800 anos

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se a Madrid em visita oficial logo oito dias após ter tomado posse como Presidente da República, na tarde de 17 de março de 2016, vindo do Vaticano, para um encontro com o rei de Espanha, seguido de um jantar no Palácio Real.

Oito meses depois, os reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, estiveram em Portugal, entre 28 e 30 de novembro, em visita de Estado, com passagens pelo Porto, Guimarães e Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …

Casa onde Sócrates vive "pagou" salinas em Angola

O apartamento de luxo onde José Sócrates está a residir na Ericeira foi uma "dação em pagamento" de um empresário angolano ao primo do ex-primeiro-ministro, José Paulo Pinto de Sousa, que é suspeito de ser …

Caso Galpgate. Três ex-secretários de Estado não vão a julgamento

Os três secretários de Estado que se demitiram no ano passado na sequência do caso dos convites para assistirem a jogos de futebol do Euro 2016 em França não vão a julgamento. Os ex-governantes e outros …