Marcelo inicia visita de Estado de três dias a Espanha

Tiago Petinga / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pela Rainha Letizia

O Presidente da República inicia, esta segunda-feira, uma visita de Estado de três dias a Espanha, durante a qual será recebido pelo rei Felipe VI e pelo chefe do Governo Mariano Rajoy.

Acompanham-no nesta deslocação ao Reino de Espanha, dividida entre Madrid e Salamanca, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e os deputados Carla Barros, do PSD, Luís Testa, do PS, António Carlos Monteiro, do CDS-PP e Rita Rato, do PCP – o Bloco de Esquerda optou por não se fazer representar.

Marcelo Rebelo de Sousa, que chegou à capital espanhola no domingo à noite, foi recebido esta manhã pelos reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, no Palácio Real, com honras militares, no início da sua primeira visita de Estado ao país vizinho e principal parceiro económico de Portugal.

Depois, na Câmara Municipal de Madrid, o Presidente recebeu as chaves da cidade, onde disse sentir-se em casa desde os seis anos, e elogiou o cosmopolitismo, multiculturalidade e dinamismo económico da capital espanhola.

É para mim uma profunda honra receber a chave de ouro de uma cidade e capital tão amiga de Portugal como é Madrid. Em rigor, não era preciso, porque desde os seis anos de idade, primeira vez em que vim a Madrid, me senti como vosso, como estando em casa, como partilhando as vossas alegrias, os vossos sonhos, as vossas expectativas e a vossa amizade, e a vossa fraternidade”, afirmou.

Em castelhano, Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que é “uma cidade cujas chaves não fecham portas”, antes “abrem horizontes”, que constitui “um símbolo dos valores da liberdade, do respeito pelo outro e do cosmopolitismo” e honra “o melhor da Europa”.

Também vai prestar homenagem aos “caídos por Espanha”, na Praça da Lealdade, antes da audiência com Felipe VI, no Palácio da Zarzuela, residência oficial dos reis espanhóis, seguida de um almoço privado com os monarcas.

À tarde, o chefe de Estado participará num debate com estudantes na Universidade Carlos III, sobre as relações de Portugal, Espanha e União Europeia com a América Latina, e à noite terá um jantar de gala oferecido pelos reis de Espanha em sua honra, no Palácio Real.

Segundo uma nota divulgada pela Presidência da República, esta deslocação, que surge na sequência da visita de Estado dos reis de Espanha a Portugal em novembro de 2016, “pretende reforçar o nível de excelência que caracteriza as relações bilaterais entre os dois países, em todas as suas dimensões”.

O programa “permitirá ilustrar a vitalidade do relacionamento cultural, académico e económico entre ambos os países, bem como manter contacto com a comunidade portuguesa em Espanha”, lê-se na mesma nota.

Na terça-feira, em Madrid, Marcelo vai falar na abertura de um encontro empresarial, reunir-se com Mariano Rajoy, no Palácio da Moncloa, sede do Governo espanhol, com declarações à imprensa, e fará uma intervenção no hemiciclo das Cortes, o Parlamento espanhol.

Depois, visitará, com Felipe VI, uma exposição sobre Fernando Pessoa no Museu Reina Sofia, e ao fim do dia irá oferecer, no Palácio do Pardo, uma receção de retribuição em honra dos reis de Espanha, na qual já disse que gostaria de contar com a presença de Cristiano Ronaldo, melhor marcador da história do Real Madrid e da seleção portuguesa.

Quarta-feira será dedicada à cidade de Salamanca e a Castela e Leão, uma das 17 comunidades autónomas de Espanha, onde o Presidente da República estará novamente com o rei Felipe VI.

Os dois chefes de Estado irão visitar uma feira de ‘start-ups’ com algumas empresas portuguesas e discursar numa sessão solene na Universidade de Salamanca, que celebra os seus 800 anos

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se a Madrid em visita oficial logo oito dias após ter tomado posse como Presidente da República, na tarde de 17 de março de 2016, vindo do Vaticano, para um encontro com o rei de Espanha, seguido de um jantar no Palácio Real.

Oito meses depois, os reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, estiveram em Portugal, entre 28 e 30 de novembro, em visita de Estado, com passagens pelo Porto, Guimarães e Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …

Subida do Salário Mínimo Nacional vai aumentar as propinas

A subida do Salário Mínimo Nacional para os 635 euros em 2020, vai ter influência em valores a pagar ou a receber, nomeadamente nas propinas mínimas do Ensino Superior público e nos tectos do Fundo …

É essencial um acordo internacional para taxar “gigantes” tecnológicos, defende Costa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou esta sexta-feira insustentável do ponto de vista social a situação em que classes médias e pequenas empresas suportam a maior parte do esforço fiscal e defendeu um acordo …

Lisboa entre as cidades com trânsito mais caótico do mundo

Um estudo da Mister Auto - marca líder de mercado na venda de peças para automóveis - agora divulgado revelou que Lisboa está na 74.ª posição no 'ranking' das cidades mais circuláveis. Ou seja, muito …

Parlamento rejeita reforçar subsídio de doença para doentes crónicos e oncológicos

A Assembleia da República rejeitou esta sexta-feira, na generalidade, reforçar o subsídio de doença para doentes crónicos, oncológicos ou graves. Em causa estavam dois projetos de lei de Bloco de Esquerda e PCP e um projeto …