Marcelo inicia visita de Estado de três dias a Espanha

Tiago Petinga / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pela Rainha Letizia

O Presidente da República inicia, esta segunda-feira, uma visita de Estado de três dias a Espanha, durante a qual será recebido pelo rei Felipe VI e pelo chefe do Governo Mariano Rajoy.

Acompanham-no nesta deslocação ao Reino de Espanha, dividida entre Madrid e Salamanca, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e os deputados Carla Barros, do PSD, Luís Testa, do PS, António Carlos Monteiro, do CDS-PP e Rita Rato, do PCP – o Bloco de Esquerda optou por não se fazer representar.

Marcelo Rebelo de Sousa, que chegou à capital espanhola no domingo à noite, foi recebido esta manhã pelos reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, no Palácio Real, com honras militares, no início da sua primeira visita de Estado ao país vizinho e principal parceiro económico de Portugal.

Depois, na Câmara Municipal de Madrid, o Presidente recebeu as chaves da cidade, onde disse sentir-se em casa desde os seis anos, e elogiou o cosmopolitismo, multiculturalidade e dinamismo económico da capital espanhola.

É para mim uma profunda honra receber a chave de ouro de uma cidade e capital tão amiga de Portugal como é Madrid. Em rigor, não era preciso, porque desde os seis anos de idade, primeira vez em que vim a Madrid, me senti como vosso, como estando em casa, como partilhando as vossas alegrias, os vossos sonhos, as vossas expectativas e a vossa amizade, e a vossa fraternidade”, afirmou.

Em castelhano, Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que é “uma cidade cujas chaves não fecham portas”, antes “abrem horizontes”, que constitui “um símbolo dos valores da liberdade, do respeito pelo outro e do cosmopolitismo” e honra “o melhor da Europa”.

Também vai prestar homenagem aos “caídos por Espanha”, na Praça da Lealdade, antes da audiência com Felipe VI, no Palácio da Zarzuela, residência oficial dos reis espanhóis, seguida de um almoço privado com os monarcas.

À tarde, o chefe de Estado participará num debate com estudantes na Universidade Carlos III, sobre as relações de Portugal, Espanha e União Europeia com a América Latina, e à noite terá um jantar de gala oferecido pelos reis de Espanha em sua honra, no Palácio Real.

Segundo uma nota divulgada pela Presidência da República, esta deslocação, que surge na sequência da visita de Estado dos reis de Espanha a Portugal em novembro de 2016, “pretende reforçar o nível de excelência que caracteriza as relações bilaterais entre os dois países, em todas as suas dimensões”.

O programa “permitirá ilustrar a vitalidade do relacionamento cultural, académico e económico entre ambos os países, bem como manter contacto com a comunidade portuguesa em Espanha”, lê-se na mesma nota.

Na terça-feira, em Madrid, Marcelo vai falar na abertura de um encontro empresarial, reunir-se com Mariano Rajoy, no Palácio da Moncloa, sede do Governo espanhol, com declarações à imprensa, e fará uma intervenção no hemiciclo das Cortes, o Parlamento espanhol.

Depois, visitará, com Felipe VI, uma exposição sobre Fernando Pessoa no Museu Reina Sofia, e ao fim do dia irá oferecer, no Palácio do Pardo, uma receção de retribuição em honra dos reis de Espanha, na qual já disse que gostaria de contar com a presença de Cristiano Ronaldo, melhor marcador da história do Real Madrid e da seleção portuguesa.

Quarta-feira será dedicada à cidade de Salamanca e a Castela e Leão, uma das 17 comunidades autónomas de Espanha, onde o Presidente da República estará novamente com o rei Felipe VI.

Os dois chefes de Estado irão visitar uma feira de ‘start-ups’ com algumas empresas portuguesas e discursar numa sessão solene na Universidade de Salamanca, que celebra os seus 800 anos

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se a Madrid em visita oficial logo oito dias após ter tomado posse como Presidente da República, na tarde de 17 de março de 2016, vindo do Vaticano, para um encontro com o rei de Espanha, seguido de um jantar no Palácio Real.

Oito meses depois, os reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, estiveram em Portugal, entre 28 e 30 de novembro, em visita de Estado, com passagens pelo Porto, Guimarães e Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PJ investiga ameaças a 3 deputadas, à SOS Racismo e aos familiares. “Têm 48 horas para sair de Portugal”

A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez pessoas em que é dado um prazo de 24 horas para que as mesmas abandonem "território nacional" em 48 horas e …

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …