“É uma batalha por Portugal”. Marcelo alerta para fase decisiva para travar Covid-19

Eduardo Costa / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa alertou que o país se encontra numa fase decisiva para travar a propagação do surto de Covid-19. “É uma batalha por Portugal”, atirou o presidente português.

O presidente da República falou esta terça-feira ao país, trazendo uma mensagem de esperança e salientando que esta “é uma batalha por Portugal” e que estamos “todos a remar no mesmo sentido”. Em Portugal, há 2.369 infetados por Covid-19, um aumento de 14,7% relativamente ao valor divulgado na segunda-feira e o aumento diário mais baixo até agora.

É uma batalha por Portugal e uma batalha de todos os portugueses, uma batalha por todos os responsáveis políticos e económicos e sociais portugueses”, atirou Marcelo, deixando ainda uma mensagem de agradecimento aos profissionais de saúde: “Um obrigado não é suficiente”.

Estamos todos a remar no mesmo sentido e vamos remar no mesmo sentido e esse é o sinal mais positivo desta reunião”, acrescentou.

O chefe de Estado português esteve reunido com especialistas do Infarmed, em Lisboa, onde também esteve o primeiro-ministro António Costa e o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

“Os especialistas são unânimes ao dizer que estamos perante uma mola que é esta pandemia que, se não for contida nesta fase muito firme, naturalmente, tende a multiplicar de forma imprevisível os efeitos negativos na saúde e na vida dos portugueses. Os portugueses têm compreendido isso e aderido massivamente a esse apelo nacional. É preciso manter a compressão na mola”, disse Marcelo Rebelo de Sousa, citado pela Rádio Renascença.

O presidente português alertou que “as semanas que se seguem até à Páscoa são fundamentais” e pediu um sacrifício extra aos portugueses “para que passem a quadra de forma mais recatada, sem deslocações, celebrações e contactos sociais”.

Com o país em estado de emergência, Marcelo realçou a importância de seguir as indicações das entidades de saúde de forma a combater a propagação do surto de Covid-19. “Há razões para ter esperança”, reiterou.

“Há esta noção que se retirou do encontro de hoje de que há razões para ter esperança, alimentadas todos os dias por esta contenção, por todos quantos ao mesmo tempo trabalham para que ela seja possível. Há portugueses que estão a trabalhar nas fábricas, nas empresas, forças de segurança, proteção civil, bombeiros… esse trabalho e esse contributo é inestimável”, declarou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pedro Proença acredita que "vai ser possível jogar na presente temporada"

O Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) admitiu, esta terça-feira, a possibilidade de realizar jogos à porta fechada e ainda esta temporada. Em entrevista à rádio TSF, Pedro Proença disse acreditar que ainda "vai …

Centeno deixa aviso à Zona Euro. Futuro da UE depende da resposta que der à pandemia

Mário Centeno escreveu aos ministros das Finanças da Zona Euro para os alertar que o futuro da União Europeia depende da forma como conseguir lidar com a crise económica devida à pandemia de Covid-19. Uma …

Governo quer desempregados e trabalhadores em lay-off a reforçar lares e hospitais

O Governo criou uma medida de Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde com o objetivo de apoiar as entidades do setor social e solidário. De acordo com o ECO, o Governo …

Recibos verdes podem pedir apoio a partir desta quarta-feira. Será pago ainda este mês

O apoio por quebra de atividade destina-se a trabalhadores independentes que nos últimos 12 meses tenham tido obrigação contributiva em pelo menos 3 meses consecutivos. O formulário para os trabalhadores independentes pedirem apoio por redução de …

"Este mês é perigosíssimo!" Costa avisa que "não podem ir à terra e ao Algarve" na Páscoa

"As pessoas não podem ir à terra!" O alerta é de António Costa que avisa que este mês de Abril "é perigosíssimo" por causa da Páscoa. O primeiro-ministro recomenda também aos emigrantes que não venham …

13% dos casos de covid-19 em Portugal são profissionais de saúde. Há 10 médicos nos cuidados intensivos

Um em cada oito infetados com o novo coronavírus em Portugal é profissional de saúde. O número de médicos, enfermeiros, auxiliares e outros trabalhadores de hospitais e centros de saúde que estão contagiados não pára …

Curva em Itália parece estar a aplanar. Confirmado primeiro caso num campo de refugiados grego

A Itália registou mais 4.053 casos positivos e mais 837 mortes em 24 horas, valores semelhantes aos de segunda-feira e que sugerem que a curva da covid-19 parede estar a estabilizar. De acordo com o Observador, …

Há mais de 8 mil infetados e 187 mortes por covid-19 em Portugal

Há mais 27 mortes em relação a terça-feira, aumentando o número total de óbitos para 87. O número de casos confirmados em Portugal já ascende as 8 mil pessoas. O boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da …

Há falhas no sistema que regista casos de covid-19. A "esmagadora maioria" não vai ser contabilizada

O sistema que regista os casos de covid-19 em Portugal é "um pesadelo burocrático", denunciam os infecciologistas. A "esmagadora maioria" dos casos vai acabar por não ser notificada, acrescentam. O problema tornou-se público quando a Direção-Geral …

Mais de 3600 empresas já pediram acesso ao lay-off simplificado

O Governo já recebeu 3600 pedidos de empresas para aderirem ao regime lay-off lançado na semana passada, disse, esta terça-feira, a ministra do Trabalho e da Segurança Social. Ana Mendes Godinho, que falava aos jornalistas no …