Cientistas do MIT estão a construir uma máquina para invadir os seus sonhos

MIT

Aparelho usado para ‘hackear’ os sonhos.

Investigadores do MIT estão a construir um aparelho capaz de invadir o seu cérebro e moldar os sonhos de uma pessoa. Os especialistas sugerem que isto pode ser benéfico para a saúde.

Em média, uma pessoa passa cerca de um terço da sua vida a dormir e, mesmo que não saibamos porquê ou nos lembremos, sonhamos todas as noites. Um laboratório do Massachusetts Institute of Technology (MIT) está agora a construir um aparelho capaz de invadir a nossa mente e moldar aquilo com que sonhamos.

“Na verdade, sonhar é apenas pensar à noite”, disse redundantemente Adam Horowitz, investigador do Dream Lab do MIT. “Quando você entra, sai diferente de manhã. Mas não estamos a fazer perguntas sobre a experiência dessa transformação de informação ou sobre os pensamentos que a guiam”.

Para além de estudar o papel dos sonhos na nossa vida, os investigadores querem ver o que acontece quando se interfere com eles. Segundo o OneZero, o objetivo deste projeto é mostrar que, quando os sonhos são invadidos, aprimorados e influenciados, nós beneficiamos com isso.

“As pessoas não sabem que um terço de sua vida é um terço em que elas podem mudar, estruturar ou melhorar-se”, realça Horowitz. “Quer você esteja a falar sobre aumento da memória ou aumento da criatividade ou a melhorar o humor no dia seguinte ou a melhorar o desempenho nos testes, há todas essas coisas que você pode fazer à noite que são importantes”.

A joia da coroa do laboratório é o Dormio, um aparelho semelhante a uma luva destinado a aumentar a criatividade e ajudar a explorar a hipnagogia, o estado semilúcido entre acordado e a dormir, onde os pensamentos se desviam da realidade e começam a entrar no capítulo dos sonhos.

Quando a pessoa entra em hipnagogia, o Dormio reproduz um áudio pré-gravado, geralmente composto por uma palavra, e grava qualquer coisa que a pessoa possa dizer em resposta. Em experiências realizadas no laboratório, Horowitz concluiu que a pista oferecida pelo áudio apareceu nos sonhos dos voluntários.

A investigadora do Dream Lab Judith Amores quer alargar ao olfato esta capacidade de influenciar os sonhos. Dessa ideia surgiu o BioEssence, um difusor de aroma que monitoriza a frequência cardíaca e as ondas cerebrais para rastrear os estágios do sono.

“O olfato é particularmente interessante porque está diretamente conectado à memória e às partes emocionais do cérebro – a amígdala e o hipocampo”, diz Amores. “E esse é um portal muito interessante para acessar o bem-estar”. A investigadora realça que esta invenção pode ser usada para tratar, por exemplo, stresses pós-traumáticos.

No entanto, nem todos concordam com esta ideia de ‘hackear’ os sonhos das pessoas. O psicólogo e especialista em sono e sonhos, Rubin Naiman, alega que a importância e poder dos sonhos residem na sua capacidade de florescerem por conta própria.

“O problema de invadir os sonhos é que isso se baseia na suposição de que o subconsciente não é inteligente, que não tem vida. O inconsciente é outro tipo de inteligência. Nós podemos aprender com isso. Podemos dialogar com ele, em vez de dominá-lo, em vez de ‘entrar em contacto’ e tentar orientá-lo nas direções que queremos”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …