“Maquilhagem de contas”. Auditoria culpa má gestão do BES pelos problemas do Novo Banco

José Sena Goulão / Lusa

António Ramalho, presidente do Novo Banco

A auditoria da Delloite à gestão do Novo Banco, que vai ser entregue no final deste mês, aponta o dedo ao período de pré-resolução, na altura em que o banco era liderado por Ricardo Salgado.

O Jornal Económico avança esta sexta-feira que a auditoria independente da Delloite ao Novo Banco vai culpar o período de gestão pré-resolução pelos problemas do Novo Banco.

Segundo uma fonte próxima ao processo, ouvida pelo mesmo jornal, os prejuízos do Novo Banco com a venda de créditos e imóveis herdados do BES são explicados “em grande parte” pela maquilhagem das contas do BES.

Este caso levou o Ministério Público (MP) a acusar 25 arguidos (18 pessoas singulares e sete coletivas), entre os quais Ricardo Salgado, acusado de 65 crimes, incluindo associação criminosa, corrupção ativa no setor privado, burla qualificada, branqueamento de capitais e fraude fiscal, no processo BES/GES. As burlas cometidas pelo ex-banqueiro terão custado 2,5 mil milhões de euros ao BES.

A Deloitte deverá agora concluir que “grande parte” dos problemas detetados na auditoria “se devem ao período de gestão pré-resolução do BES” .

Deputados desconhecem versão preliminar

Depois de o Governo revelar que a Deloitte não apresentou uma versão final da auditoria ao Novo Banco, Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, defendeu que o Parlamento devia conhecer as conclusões preliminares. Porém, de acordo com o Económico, estas nunca chegaram à Assembleia da República.

“Não foram entregues ao Parlamento”, disse João Paulo Correia, vice-presidente da bancada do PS, considerando, por outro lado, que só o resultado final do trabalho da consultora Deloitte permitirá aos partidos tomarem a sua posição. “Aguardamos pelo relatório final, que estará pronto dentro de dias, e é isso que está previsto na lei – receber as conclusões sobre as decisões tomadas e os responsáveis por elas”.

Já o Bloco considerou que o Governo colocou-se “numa posição fraca” ao permitir o adiamento da auditoria ao Novo Banco e defendeu que o Parlamento devia conhecer as conclusões preliminares porque o Executivo “tem de ser escrutinado”.

O PCP também criticou o atraso na auditoria e apontou ao Governo por “chegar tarde” e só agora defender que não devem ser feitas novas vendas de carteiras de ativos.

Já Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS, defendeu que não deve ser dado “nem mais um cêntimo” ao Novo Banco até existir um “resultado claro” da auditoria, apelando ao Governo para que reforce o “controlo” neste processo.

Nascido na resolução do BES (em 3 de Agosto de 2014), 75% do Novo Banco foi vendido em outubro de 2017 ao fundo de investimento norte-americano Lone Star, mantendo o Fundo de Resolução bancário 25%, numa solução acordada entre Banco de Portugal e Governo.

Nos últimos meses, os termos do contrato têm sido muito contestados (desde logo o mecanismo de capital contingente que prevê que até 2026 o Fundo de Resolução compense o Novo Banco até 3.890 milhões de euros por perdas num conjunto de ativos, dos quais o banco já foi buscar 2.976 milhões de euros) e têm sido noticiados negócios suspeitos, motivando duras críticas de todos os quadrantes políticos.

A auditoria independente ao Novo Banco pela Deloitte é aguardada com expectativa, principalmente depois de ter sido noticiadas suspeitas sobre a venda de imóveis e pelas sucessivas injeções de capital pelo Fundo de Resolução com recurso a financiamento dos contribuintes. Porém, a consultora falhou o prazo limite que o Executivo lhe tinha dado para apresentar as suas conclusões, o que fez com que o Governo suspendesse todas as eventuais operações de venda de ativos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …