Após cheias devastadoras, manutenções na Alemanha vão custar 2 mil milhões de euros

Sascha Steinbach / EPA

Mau tempo causa destruição na Alemanha

Os danos às infraestruturas de transporte e rodoviários causados pelas fortes chuvas e inundações no oeste da Alemanha podem atingir os dois mil milhões de euros, noticiou hoje o jornal “Bild”, referindo-se às estimativas governamentais.

A reparação dos danos causados à via férrea e às estações implicará custos de até 1,3 mil milhões de euros, segundo cálculos do Ministério dos Transportes, citados pelo jornal.

A isso se somam os danos registados em estradas, pontes, torres de comunicação, fornecimento de energia elétrica e gasodutos.

Até a segunda-feira, foram confirmados 165 mortos e 749 feridos, mas centenas de pessoas ainda estão desaparecidas na Alemanha após as inundações.

O Conselho de Ministros alemão vai abordar, na quarta-feira, o montante de um primeiro lote de ajuda direta de emergência às vítimas, que o Ministro das Finanças, Olaf Scholz, quantificou em cerca de 300 milhões de euros.

A chanceler alemã, Angela Merkel, que visitou a região no domingo com a responsável pelo Estado da Renânia-Palatinado, a social-democrata, Malu Dreyer, visitará hoje outra cidade afetada no Estado da Renânia do Norte-Vestfália.

Neste Estado, Merkel irá encontrar-se com o chefe de Governo da Renânia do Norte-Vestfália, Armin Laschet – o candidato conservador do partido de Merkel a chanceler nas eleições gerais de setembro próximo -, cuja gestão da crise está a ser altamente questionada.

Não há avaliação do montante total da ajuda para a reconstrução, embora o ministro das Finanças, Scholz, e o ministro do Interior, Horst Seehofer, suponham que será de vários mil milhões de euros.

O precedente, à escala alemã, foi um pacote aprovado em 2013, após inundações que se espalharam por oito dos 16 Estados federais do país e ascenderam a oito mil milhões de euros.

As inundações da semana passada afetaram principalmente os já mencionados Estados da Renânia do Norte-Vestfália e Renânia-Palatinado. Também ocorreram inundações no leste da Saxónia e no sul da Baviera, embora de dimensões menos graves.

A Bélgica presta homenagem nesta terça-feira às vítimas das inundações de uma escala sem precedentes que assolaram a região de Liège (leste) nos dias 14 e 15 de julho, com um dia de “luto nacional” marcado por um minuto de silêncio ao meio-dia local (11:00 em Lisboa).

Na Bélgica, pelo menos 31 pessoas morreram após as inundações que também atingiram o país.

Outros países da Europa Central também foram atingidos pelas fortes chuvas, nomeadamente a França, o Luxemburgo, os Países Baixos e a Suíça.

// Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …