Manuel Damásio com termo de identidade e residência, suspeito de beneficiar Veiga

(dr) RTP

Manuel Damásio, ex-presidente do Benfica

Manuel Damásio, ex-presidente do Benfica

O ex-presidente do Benfica foi detido esta quinta-feira pela PJ mas saiu em liberdade, tendo ficado apenas sujeito a termo de identidade e residência.

Na sequência da detenção durante a tarde desta quinta-feira, Manuel Damásio foi ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa, tendo saído em liberdade já durante a noite.

O ex-presidente do Benfica foi detido no âmbito da operação conhecida por Rota do Atlântico, suspeito de crimes como branqueamento de capitais, tráfico de influências, prática de corrupção no comércio internacional e fraude fiscal, segundo uma nota divulgada pela Procuradoria Geral da República, citada pelo Jornal de Notícias.

O antigo dirigente ficou sujeito ao termo de identidade e residência, não podendo sair do país nem entrar em contacto com os outros arguidos, suspeitos e testemunhas do caso.

Recorde-se que o empresário José Veiga e o advogado Paulo Santana Lopes são dois dos outros arguidos nesta investigação, estando detidos desde o passado dia 8 de fevereiro.

Veiga encontra-se em prisão preventiva e o irmão do ex-primeiro ministro ficou em prisão domiciliária. O processo tem ainda como arguida a advogada Maria Barbosa, que se encontra com termo de identidade e residência.

De acordo com a notícia avançada pelo Diário de Notícias, o antigo dirigente encarnado é suspeito de utilizar a sua influência junto de decisores públicos em favor dos negócios de José Veiga, sobretudo na compra do Banco Internacional de Cabo Verde.

Segundo os dados recolhidos pelo jornal, a PJ recolheu elementos desse alegado tráfico de influências, o qual pode envolver decisores públicos e gestores de bancos – o antigo ministro Miguel Relvas poderá ser um desses nomes.

Além dos apartamentos e das viaturas de luxo, o antigo presidente do Benfica também terá facilitado a entrada de Veiga na sociedade que gere o Atlântico Estoril Residence, uma situação que terá permitido ao empresário de jogadores de futebol, através de uma offshore, branquear dinheiro.

Segundo o JN, à saída do tribunal, Damásio não quis prestar quaisquer declarações aos jornalistas. O seu advogado, Nobre Correia, disse apenas que o empresário “prestou as declarações que entendeu” e “os esclarecimentos que lhe foram solicitados pelo tribunal”.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …