Mais de 250 baleias mortas em tradicional massacre nas ilhas Faroé

O mar encheu-se de vermelho depois de uma tradição das Ilhas Faroé, na Dinamarca, ter provocado a morte de 250 baleias nas praias do arquipélago.

Mais de 250 baleias-piloto foram perseguidas por barcos até à praia, onde foram encurraladas e mortas com arpões e facas pelos habitantes locais enquanto dezenas de pessoas assistiam, incluindo crianças.

O massacre é um ritual realizado há centenas de anos Ilhas Faroé, conhecido por “grindadráp“, e foi mostrado a semana passada pela ONG ambientalista Sea Shepherd Global nas redes sociais. Sete ambientalistas foram detidos por tentar impedir a tradicional matança.

Nas imagens divulgadas pelos ativistas é possível ver o sangue dos mamíferos a manchar de vermelho as águas nas praias de Bøur e Tórshavn.

Embora a pesca da baleia seja proibida na Dinamarca, esta é permitida nas ilhas Faroé. O evento está legalizado pelas autoridades e conta com o apoio da marinha dinamarquesa.

Os pescadores do arquipélago alimentam-se da carne de baleia e usam a sua banha para vários produtos. As baleias-piloto não correm risco de extinção, mas o nível de brutalidade chocou os utilizadores das redes sociais.

Wyanda Lublink, capitã do navio da Sea Shepherd “Brigitte Bardot”, critica a presença de navios da marinha dinamarquesa no evento.

“É incompreensível que a Dinamarca, um país membro da União Europeia que luta contra este tipo de prática e sujeita a leis de proibição da matança de cetáceos, consiga justificar a sua colaboração neste massacre”, afirmou.

ZAP

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. São as baleias, é a integridade do estado ucraniano, são as crianças carne para canhão e o próprio e.i. o que se passa às portas da Turquia… E os “américas” que se danem porque a Europa está preocupada com 500 mil milhões “dados” aos gregos sem quaisquer reformas de vulto depois de 3 resgates que eles próprios solicitaram…Cantando e rindo lá vai a esqª bloquista dos putos de aviário com os europeus a olhar pela sua “qualidade de vida”

  2. Tradição?…isto é a degradação do ser humano, os vickings (dinamarqueses) sempre foram assassinos, isto nem parece real, é triste demais, sinceramente!!!!!!!!!!!

  3. Barbaridade autêntica é o que é e a prova de que riqueza não é prova de civismo também é mais do que verdade portanto os dinamarqueses que se retratem e reconheçam as suas fragilidades é o melhor que têm a fazer em pleno século XXI.

  4. Estupides e argumentos absurdos isso sim são as desculpas dadas por govermos que continuam a defender este tipo de práticas bárbaras.

  5. Há povos que (infelizmente), ainda continuam a viver num estádio de barbárie. Mais uma vez se constata, como o homem é o principal destruidor da Obra do Criador. Mata pelo prazer de matar, destrói pelo prazer de destruir…Com são bem superiores a nós, os animais ditos (irracionais???!!!)

    • Faço tuas, as minhas palavras…
      Isto tem se verificado em todo o mundo com os animais mais diversos…
      Não há respeito por nada nem ninguém.
      E o pior, quem respeita a natureza e tudo o que nela habita, não consegue fazer nada!
      Já assinei milhares de petições, e nada muda!

  6. Junto as minhas palavras às do jorge calmeiro, já não chega destruir a natureza, agora viram-se para a vida animal, sem palavras, cumprimentos

  7. “Embora a pesca da baleia seja proibida na Dinamarca, esta é permitida nas ilhas Faroé”. Agora, a mesma frase com alterações mas com a mesma carga de verdade e perplexidade: Embora os touros de morte sejam proibidos em Portugal, eles são permitidos em Barrancos.

RESPONDER

Suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano ficam em prisão preventiva

Os cinco suspeitos da morte do estudante cabo-verdiano vão aguardar julgamento em prisão preventiva, indiciados pelos crimes de homicídio qualificado e três tentativas de homicídio. A decisão, lida aos jornalistas cerca das 23h30 de sexta-feira por …

Cientistas descobriram o ponto fraco dos tardígrados

Os tardígrados, também chamados ursos de água, são conhecidos pela sua resistência. Mas um novo estudo revela agora que estes pequenos organismos também têm um ponto fraco: exposição de longo prazo a altas temperaturas. Em 2018, …

Detetadas "partículas fantasmagóricas" que o Modelo Padrão não pode explicar

O observatório IceCube, localizado no Pólo Sul, revelou que a Antena Antena Antártida de Impulso Transitivo (ANITA) detetou alguns "sinais muito estranhos" que "não pode ser explicados" pelo Modelo Padrão da Física. O projeto ANITA, …

Descoberto primeiro asteróide que se move apenas dentro da órbita de Vénus

Uma rede de telescópios robóticos operados à distância observou um asteróide que, além de ser o asteróide mais próximo do Sol, é também o primeiro asteróide descoberto que se move completamente dentro da órbita de …

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …