Maddie. Suspeito alemão recusa falar sobre o caso

Facundo Arrizabalaga / EPA

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O novo suspeito alemão no desaparecimento de Madeleine McCann há 13 anos, em Portugal, recusou dar informações sobre o caso, disse um dos seus advogados a uma televisão.

“Christian B. não está a dar qualquer informação sobre este caso neste momento e pedimos-lhe que compreenda que nós, como seus defensores, também não estamos a dar nenhuma”, disse Friedrich Fülscher ao canal alemão n-tv de notícias 24 horas.

A polícia alemã anunciou na quarta-feira passada que estava a investigar um novo suspeito, Christian B., que se encontra atualmente na prisão de Kiel, no norte da Alemanha, acusado de tráfico de droga e de abuso de menores.

As autoridades suspeitam que o detido terá sido o autor do homicídio de Madeleine MacCann, na ocasião com 3 anos. Christian, 43 anos, foi colocado numa cela de isolamento por razões de segurança, afirmou na quarta-feira o ministro da Justiça regional de Schleswig-Holstein, Claus Christian Claussen.

O suspeito só pode sair da sua cela quando acompanhado por guardas e isolado de outros reclusos, para evitar ser vítima de agressões.

O Ministério Público em Brunswick, no norte da Alemanha, está a investigar Christian B., suspeito de ter raptado em 2007 e matado Madeleine McCann.

O alemão, que foi condenado em várias ocasiões, nomeadamente por violência sexual contra menores, terá invadido o apartamento dos McCann na Praia da Luz, em Lagos, Algarve, para cometer um roubo e, uma vez lá, terá decidido raptar a menina, de acordo com a justiça alemã.

As polícias do Reino Unido e Alemanha emitiram na semana passada um apelo público a pedir informação sobre o suspeito, que viveu em Portugal entre 1995 e 2007, e que registos telefónicos colocam nas redondezas da Praia da Luz na noite de desaparecimento da criança.

Os investigadores esperam obter mais informação sobre o suspeito que possa levar à sua incriminação.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não fala porque o mundo está dominado por trafulhas assassinos e as autoridades assim o quer.Mas em tempos falava e depois perdia o ”pio” e assim é que devia de ser para limpar o mundo.

  2. O facto de não querer falar sobre o assunto, indicia estar envolvido no desaparecimento da criança. No entanto, há um facto que me deixa perplexo: o cão pisteiro inglês detectou odor a cadáver no interior da residência onde Maddie estava e na viatura alugada pelos pais. Será que este facto importantíssimo não interessa nada à polícia británica?

RESPONDER

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …