Macron espalha charme por Lisboa (e tenta abafar a “tempestade” Benalla)

Christophe Petit Tesson / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron

O Presidente de França, Emmanuel Macron, está em Lisboa, para um encontro oficial com o primeiro-ministro António Costa, onde vai reforçar a sua posição pró-Europa, quando enfrenta a maior crise política interna, desde que chegou ao Eliseu. Tudo por culpa do caso Benalla.

O primeiro-ministro recebe nesta sexta-feira, em Lisboa, o chefe de Estado francês num momento em que Portugal e França defendem posições idênticas sobre o futuro da União Europeia, como a reforma da Zona Euro e o orçamento europeu.

Macron, que é um líder bastante popular a nível mundial, vive por estes dias a pior fase política desde que foi eleito Presidente de França, fruto do caso que envolveu o seu ex-guarda-costas, Alexandre Benalla, que foi acusado de violência na manifestação do Dia do Trabalhador, a 1 de Maio.

O Chefe de Estado francês disse em Espanha, por onde passou antes de rumar a Lisboa, que se trata de “uma tempestade num copo de água”. Mas vai ter que enfrentar a sua primeira moção de censura.

Além disso, a sondagem mensal realizada para a revista Le Point dá a Macron 60% de opiniões desfavoráveis. Trata-se do nível mais baixo do Presidente francês desde que chegou ao Eliseu, em Maio de 2017, como constata o Le Nouvel Observateur.

“Portugal e a França estão do mesmo lado”

Afastando-se desse ambiente nefasto interno, Macron passou o dia de ontem em Espanha e hoje, está em Lisboa, onde participará com António Costa e o chefe do governo espanhol, Pedro Sánchez, na cimeira das interligações energéticas. Isto depois de um almoço de trabalho com António Costa, onde vão afinar posições sobre os principais temas da agenda europeia.

“Portugal e a França estão do mesmo lado em relação às principais questões em debate na União Europeia”, refere à agência Lusa fonte do Governo nacional.

Perante o Parlamento Europeu, com um intervalo de um mês, António Costa e Emmanuel Macron defenderam posições idênticas em matérias como a reforma do Euro e a criação de um orçamento da União Europeia pós-2020 “ambicioso”.

Em Março, no hemiciclo de Estrasburgo, no quadro dos debates sobre o “Futuro da Europa”, António Costa dedicou parte significativa do seu discurso à ideia de implementar “uma verdadeira União, mais coesa, económica, social e politicamente”, defendendo “a criação de uma capacidade orçamental própria da Zona Euro”.

Um mês depois, em Abril, no âmbito da mesma iniciativa, também em Estrasburgo, Emmanuel Macron defendeu a criação de novos recursos próprios para reforçar o orçamento comunitário e considerou “indispensável” a reforma da União Económica Monetária (UEM) até final da legislatura.

Outro ponto em que os governos de Portugal e França têm estado em convergência diz respeito à questão das migrações e refugiados.

No passado dia 15, o Governo português comunicou que, “num espírito de solidariedade europeia”, Portugal, Espanha e França, assumiam em conjunto a disponibilidade para receber, cada um, 50 pessoas de um grupo de 450 migrantes resgatados no Mediterrâneo.

No primeiro ponto do programa da sua visita a Lisboa, durante a manhã, Macron participou com António Costa numa iniciativa intitulada “Encontro com cidadãos”, na Fundação Calouste Gulbenkian. Antes disso, e sem a presença da comunicação social, o primeiro-ministro e o chefe de Estado francês visitaram a galeria de arte islâmica do Museu Calouste Gulbenkian.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Macron espalha charme por Lisboa (e tenta abafar a “tempestade” Benalla)
    Os nossos políticos por cá também fazem o mesmo, quando a coisa corre mal nada como se meterem num avião e irem passar uns dias fora até que outra novidade surja!.

Responder a Vasco Cancelar resposta

Spray nasal investigado na Austrália pode travar covid-19 (e tem uma taxa de eficácia de 96%)

É simples: com apenas uma ou duas aplicações por semana, o novo spray pode evitar que as pessoas infetadas com o novo coronavírus contagiem as outras à sua volta. Muito se tem falado sobre uma potencial …

Brad Parscale, ex-diretor de campanha de Trump, hospitalizado após tentativa de suicídio

O antigo diretor digital de campanha de Donald Trump, Brad Parscale, foi hospitalizado depois de a mulher ter alertado para tentativa de suicídio. Brad Parscale, ex-diretor digital de campanha do atual Presidente dos Estados Unidos, Donald …

Variante de SARS-CoV-2 oriunda de Itália marcou início da pandemia. Circulou durante dias sem controlo

O arranque da epidemia em Portugal foi marcado pela “disseminação massiva” de uma variante do SARS-CoV-2 com uma mutação específica, que começou a circular nas regiões Norte e Centro mais de uma semana antes do …

Existem 51 surtos ativos de covid-19 em lares e 12 em escolas

Existem atualmente em Portugal 51 surtos ativos de covid-19 em lares e 12 em escolas, revelou esta segunda-feira, em conferência de imprensa, a diretora-geral da Direção-Geral da Saúde, Graça Freitas. Sem identificar especificamente os lares …

Catalunha. Supremo Tribunal espanhol confirma inabilitação de Quim Torra

O Supremo Tribunal espanhol confirmou esta segunda-feira a inabilitação por um ano e meio do presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, por desobediência à junta eleitoral central. O acórdão, aprovado por unanimidade, obriga Torra …

Já há mais 6.829 mortes do que em 2019, mas covid-19 só fez 2 mil. Óbitos em casa subiram 18%

Desde o início da pandemia, há registo de um aumento de 18% de óbitos que ocorrem em casa e as mortes em investigação subiram 24%. Nos hospitais há uma subida de 5,6% na taxa de …

PCP diz que pandemia é usada como pretexto para intensificar exploração dos trabalhadores

O secretário-geral do PCP consideraque a pandemia de covid-19 está a ser utilizada como pretexto para se tentar fazer regredir décadas em conquistas de direitos, através do que apelidou de "teorias do 'novo normal'". Jerónimo de …

Morreu o bailarino e coreógrafo Jorge Salavisa

O bailarino e coreógrafo Jorge Salavisa, que dirigiu o Ballet Gulbenkian e a Companhia Nacional de Bailado (CNB), morreu esta segunda-feira, aos 81 anos, confirmou à agência Lusa fonte oficial da CNB. A notícia da morte …

Suíça chumbou restrições à entrada de estrangeiros proposta por nacionalistas

Os suíços votaram em referendo, este domingo, contra a imposição de restrições à imigração para cidadãos da União Europeia. Os eleitores rejeitaram por 61,7% a iniciativa popular lançada pela direita populista do SVP, maior partido do …

Portugal com 425 novas infeções e 4 óbitos. Há mais 24 pessoas internadas

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais quatro mortos relacionados com a covid-19 e 425 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal …