Macron enfrenta primeira moção de censura e assume responsabilidade no caso Benalla

autor / Flickr

Emmanuel Macron enfrentará nos próximos dias a primeira moção de censura, originada pelo escândalo desencadeado pelo seu ex-chefe de segurança, que espancou manifestantes enquanto fingia ser polícia.

Segundo avança agência de notícias espanhola EFE, o novo capítulo do maior escândalo da era Macron começou com o anúncio da moção de censura por parte dos republicanos de centro-direita, a principal força da oposição.

O presidente do grupo parlamentar republicano, Christian Jacob, justificou a moção por considerar que o Executivo liderado por Macron “fracassou” na gestão desta crise.

A moção de censura, que deve ser apresentada até o final desta semana e votada em seguida, tem remotas possibilidades de avançar, já que o partido de Macron, A República em Marcha, goza de maioria absoluta na Assembleia Nacional.

“Queremos que o Governo se explique”, explicou Jacob, ciente das poucas possibilidades de retirar o atual Governo do poder.

A oposição criticou a sanção aplicada a Alexandre Benalla, que foi suspenso e ficou sem salário entre 4 e 22 de maio, mas que voltou a assumir a função de chefe de segurança até ser demitido por Macron no último fim de semana, após o jornal Le Monde ter revelado o vídeo que mostra as agressões.

Macron assume responsabilidade

Pouco depois de ser anunciada a moção de censura, o Presidente francês assumiu no mesmo dia ser “o responsável” pelo caso Benalla, admitindo que sentiu os “atos do 1.º de maio” do seu ex-chefe de segurança como “uma traição”, com base em relatórios já conhecidos sobre os incidentes.

“Não somos a república da violência nem do ódio. Não se pode ser chefe só no bom tempo. Se eles querem um responsável, ei-lo diante de vós. Eu respondo ao povo francês“, declarou Emmanuel Macron perante os eleitos e vários elementos do Governo, citado pela agência de notícias francesa France Press.

Uma sondagem realizada nesta terça-feira indicou que 75% dos franceses querem que Macron quebre o silêncio, na sequência do caso Alexandre Benalla, o seu ex-segurança que foi filmado a espancar manifestantes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Uber cobrou 100 vezes mais a passageiros nos Estados Unidos

Vários passageiros da Uber nos Estados Unidos denunciaram que a empresa lhes cobrou 100 vezes mais do que o preço inicialmente apresentado na aplicação, noticia a BBC. A Uber já reagiu, dizendo que o problema …

Barbie alia-se à ESA para mostrar que as mulheres também podem ser astronautas

A Barbie e a Agência Espacial Europeia (ESA) deram as mãos para incentivar as crianças a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais, realçando as conquistas da única astronauta viva da Europa, …

Filho de Júlio Iglesias e portuguesa querem a sua parte da herança, que pode chegar aos 30 milhões

Agora que foi reconhecido, pelo tribunal, como filho de Júlio Iglesias, Javier Sánchez quer ter direito à sua parte da herança - 30 milhões de euros - e a uma indemnização por danos morais. Segundo divulgou …

Na terceira semana de julho contam-se cisnes no rio Tamisa (e é um assunto real)

Há vários séculos que contar cisnes no rio Tamisa é um assunto sério e real. Swan upping é o nome desta tradição que conta com a participação da coroa britânica. A tradição manda: na terceira semana …

Ciborgues vão dominar a Terra até ao final do século XXI, diz cientista

A ideia de que as máquinas com inteligência artificial irão coexistir, dominar ou até mesmo destruir a humanidade tem ganho destaque na ficção científica. Esta ideia está presente e tem ganho grande popularidade como, por exemplo, …

Concorrência acusa associações de anunciantes e de agências de publicidade de violarem regras de mercado

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e a Associação Portuguesa de Agências de Publicidade, Comunicação e Marketing (APAP) "de limitarem o normal funcionamento do mercado ao estipularem uma regra …

Vídeo raro mostra últimos índios isolados da Amazónia para evitar um genocídio

Imagens da tribo isolada Awá, que não mantém contacto com o exterior e que está ameaçada pelo avanço dos madeireiros, na Amazónia, foram divulgadas pela organização não-governamental (ONG) Survival International como uma forma de alerta …

KLM citou estudo sobre lugares onde é mais provável sobreviver

Citando um estudo da Time, a companhia aérea KLM escreveu que "a taxa de mortalidade para os assentos no meio do avião é maior" e foi muito criticada. Após a polémica recente em que a tripulação …

Elefantes são os nossos aliados na luta contra as alterações climáticas

Os elefantes-da-floresta desempenham um papel importantíssimo na luta contra as alterações climáticas, nomeadamente no armazenamento de carbono. No entanto, a espécie está em vias de extinção. Isto de acordo com um novo estudo publicado esta segunda-feira …

Há uma nova pista no misterioso caso do desaparecimento de Emanuela Orlandi

Foram encontradas ossadas de dezenas de pessoas numa cripta junto aos túmulos abertos no Vaticano em busca de Emanuela, mas estes ossários deviam estar vazios. Foram encontrados milhares de ossos numa cripta que se pensava estar …