Macron assegura que França não reconhecerá anexação da Crimeia

Alain Jocard / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron, e o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko

O presidente francês, Emmanuel Macron, e o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko

O presidente francês, Emmanuel Macron, assegurou esta segunda-feira que “França não reconhecerá a anexação da Crimeia” pela Rússia, numa conferência de imprensa após um encontro com o homólogo ucraniano, Petro Poroshenko.

“França está comprometida com a soberania da Ucrânia nas suas fronteiras reconhecidas” internacionalmente, disse Macron, que esteve reunido com Poroshenko em Paris cerca de uma hora.

“Reafirmei ao presidente Poroshenko a minha vontade de prosseguir com o processo de Minsk e de conseguir, antes do G20, um debate rico no formato da Normandia, com a presença da OSCE”, a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, acrescentou o presidente francês, que se disse “impaciente” para encontrar uma solução concreta para uma saída da crise”.

O formato da Normandia reúne os líderes de França, Ucrânia, Alemanha e Rússia. Os quatro países negociaram o Acordo de Minsk, de 2015, que permitiu pôr fim aos combates em grande escala entre tropas ucranianas e separatistas pró-russos, mas não impediu que os confrontos continuassem.

Na próxima reunião, prevista para finais de junho ou princípios de julho, Macron disse esperar que sejam “colocadas em cima da mesa uma série de condições para permitir uma evolução” da situação.

Macron referiu “a retirada de todas as forças perto da fronteira, com uma presença da OSCE ou uma capacidade internacional para garantir a segurança, e progressos quanto ao bloqueio e aos prisioneiros”.

“Não nos podemos habituar a discussões sem resultados“, disse, apelando para “reuniões com objetivos claros e resultados concretos, mesmo que possam parecer limitados”.

O presidente da Ucrânia defendeu por seu turno “uma presença da OSCE 24 sobre 24 horas na linha de contacto”.

“Estou muito mais otimista” depois do encontro de hoje, disse Poroshenko, apelando para “um plano de paz e de desocupação da Ucrânia”.

A Ucrânia é palco desde 2014 de um conflito armado entre separatistas pró-russos do leste do país e o exército ucraniano, que já fez mais de 10.000 mortos.

A negociação política do conflito encontra-se bloqueada há meses devido em grande parte a contínuas e reciprocas acusações de violações ao cessar-fogo.

Os Acordos de Minsk contemplam uma trégua estável com a retirada do armamento pesado e a introdução de reformas políticas para possibilitar eleições regionais nas zonas controladas pelos rebeldes pró-russos.

Kiev sustenta que não é possível alcançar progressos nos aspetos políticos do plano de paz enquanto a Ucrânia não assumir o controlo da parte fronteiriça com a Rússia, atualmente nas mãos das milícias pró-russas.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A França não quer pagar o gás e petróleo que consome por isso engana a Ucrânia numa tentativa de conseguir o que quer. Não consigo entender como a Ucrânia se deixa enganar pela França. A Ucrânia e seu presidente lambem as botas dos franceses. A Ucrânia e seu presidente consideram a França mais desenvolvida que a Rússia. Seria bom descobrir de que jeito a União Européia enganou a Ucrânia. A Ucrânia quando não tiver mais nada a oferecer será um dos componentes do PIGS. O presidente da França atualmente é o Trump. Macron é cego igual o Diabo.

RESPONDER

ESA declara guerra ao lixo espacial com um robô de quatro braços

https://vimeo.com/379011028 A Agência Espacial Europeia (ESA) acaba de assinar um contrato com a startup suíça ClearSpace para levar a cabo tarefas de limpeza de lixo orbital. Em comunicado, a agência espacial aponta que a empresa vai …

O "Asteróide do Apocalipse" está a cuspir rochas para o Espaço

A sonda OSIRIS-REx da NASA chegou ao Bennu, o "Asteróide do Apocalipse", em dezembro de 2018 e, apenas uma semana depois, descobriu algo incomum: o asteróide estava a lançar partículas para o Espaço. A câmara de …

Projeções dão vitória esmagadora de Boris Johnson

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368 deputados, segundo uma sondagem comum divulgada hoje pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky, segundo a qual …

Encontrada a obra de arte mais antiga da Humanidade

Um grupo de arqueólogos da universidade australiana de Griffith descobriu numa caverna na Indonésia a pintura rupestre de caça mais antiga do mundo, com cerca de 44 mil anos. A investigação, publicada na revista Nature, descreve …

Há uma petição para tornar o "Baby Yoda" num emoji

Mais de 18.500 pessoas assinaram uma petição online, na qual pedem à Apple que transforme o "Baby Yoda", uma das personagens da série The Mandalorian da plataforma de streaming Disney +, num emoji. A petição, …

Milagres e crucificação. Novo videojogo permite encarnar a pele de Jesus Cristo

Um novo videojogo permite aos jogadores viverem a vida de Jesus Cristo. Neste polémico jogo, poderá realizar alguns dos milagres mais célebres da bíblia e até combater contra Satanás. "I Am Jesus Christ" é um novo …

Porto 3-2 Feyenord | Dragão treme mas vence grupo

Foi chegar, ver, marcar, sofrer e, no final, festejar. Num duelo impróprio para cardíacos, o FC Porto venceu esta quinta-feira o Feyenoord por 3-2 e carimbou, pela quinta vez no seu historial, acesso à próxima …

Slovan 2-4 Braga | Minhotos vencem grupo em grande estilo

O Sporting de Braga somou a quarta vitória no Grupo K da Liga Europa e terminou no primeiro lugar, à frente do Wolverhampton. Os minhotos foram a Bratislava bater o Slovan por 4-2, depois de …

Culdesac Tempe. Vai nascer no Arizona o primeiro bairro sem carros dos EUA

Tempe, no Arizona, vai ser palco da primeira tentativa de criar uma sociedade "pós-automóvel" nos Estados Unidos. Em 2020, a Culdesac irá inaugurar um bairro em que ser-se dono de um veículo é contra as …

Chris recebeu um transplante (e o ADN do doador instalou-se em partes inesperadas do seu corpo)

Chris Long recebeu um transplante de medula óssea como tratamento para o seu diagnóstico recente de leucemia mielóide aguda e síndromes mielodisplásicas - duas condições raras que prejudicam a produção de células sanguíneas saudáveis. Quatro anos …