Lobos cinzentos removidos da lista de espécies protegidas

Os lobos-cinzentos, uma espécie ameaçada, deixarão de receber proteção federal sob a Lei de Espécies Ameaçadas nos 48 estados dos Estados Unidos, anunciou o governo de Trump na semana passada.

A ação, há muito esperada, atraiu elogios de quem prefere ver a espécie icónica administrada pelos governos estaduais e duras críticas daqueles que acreditam que as proteções federais deveriam permanecer em vigor.

“Depois de mais de 45 anos como uma espécie listada, o lobo-cinzento excedeu todas as metas de conservação para a sua recuperação“, disse o secretário do interior David Bernhardt num comunicado, anunciando a exclusão desta espécie da lista e entregando todas das populações de lobo às agências locais de vida selvagem.

De acordo com a NPR, as autoridades federais da vida selvagem saudaram a mudança como uma história de sucesso, semelhante a histórias de recuperação de espécies ameaçadas de extinção, como a águia careca e o crocodilo americano.

Depois de quase terem desaparecido dos Estados Unidos em meados do século 20, existem agora mais de 6 mil lobos cinzentos nos 48 estados americanos, em grande parte agrupados nas Montanhas Rochosas do Norte e na região dos Grandes Lagos Ocidentais.

Há, no entanto, quem considere a ação prematura. “Este não é um momento de ‘missão cumprida’ para a recuperação do lobo”, disse Kristen Boyles, advogada da Earthjustice.

“Os lobos estão apenas a começar a estabelecer-se em lugares como o norte da Califórnia e o noroeste do Pacífico, e precisam de proteção federal para explorar o habitat nas Montanhas Rochosas do Sul e no Nordeste”, explicou Boyles.

Alguns críticos desta ação retratam a medida como mais um ataque ambiental do governo de Trump, que reverteu dezenas de regulamentações ambientais, incluindo proteções para espécies ameaçadas de extinção e pássaros migratórios.

Estes animais costumavam existir na maior parte da América do Norte, mas depois de serem caçados, presos, envenenados e assediados a ponto de quase desaparecerem dos EUA, todos os lobos cinzentos ao sul do Canadá receberam proteções federais sob a Lei de Espécies Ameaçadas em 1978.

Sob essa proteção, o número de lobos-cinzentos começou a aumentar lentamente na região dos Grandes Lagos e, em 1995, oficiais federais da vida selvagem reintroduziram a espécie no centro de Idaho e no Parque Nacional de Yellowstone, onde a sua população tem vindo a crescer.

Em 2013, já o governo de Obama tinha proposto a remoção destes lobos da lista de espécies protegidas, alegando que já não estariam em risco de extinção e que deveriam ser administrados por governos estaduais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …