Câmara de Lisboa proíbe instalação de ecrãs no espaço público durante Euro2020

Jerome Dahdah / Flickr

Edifício da Câmara Municipal de Lisboa

A instalação de ecrãs no espaço público durante o período do Euro2020 não será autorizada pela Câmara Municipal de Lisboa, tendo em conta a situação pandémica, anunciou hoje o município.

“A Câmara Municipal de Lisboa, tendo em conta a situação pandémica, atenta ao esforço para manter controlados os números de infeções [de covid-19], sobretudo em situações de festejos, e para evitar aglomerações, não autoriza nem autorizará durante o período do Euro 2020 a instalação de ecrãs no espaço público”, lê-se numa nota divulgada pela autarquia.

Segundo o município, esta posição está articulada com as juntas de freguesia da cidade.

No comunicado, a Câmara de Lisboa apela ainda ao “dever de recolhimento de todos” e ao cumprimento das regras sanitárias emanadas pela Direção-Geral da Saúde.

A cidade de Lisboa está entre os 10 concelhos de Portugal Continental que não estão na nova fase do plano de desconfinamento, em vigor desde 10 de junho.

Ontem, na conferência de imprensa realizada após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou que Braga, Lisboa e Odemira mantêm-se na fase de 01 de maio do plano de desconfinamento, além de Albufeira, Arruda dos Vinhos, Cascais, Loulé, Sertã e Sintra.

Por ter registado, pela segunda semana consecutiva, mais de 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, o concelho de Sesimbra estar num nível de “maior restrição”, inclusive o encerramento da restauração e dos estabelecimentos às 15:30 durante o fim de semana, segundo Mariana Vieira da Silva.

Os restantes 268 concelhos de Portugal Continental ficam na nova fase do plano de desconfinamento, em vigor desde 10 de junho, com um alívio das medidas para combater a pandemia de covid-19.

Além das medidas aplicadas a cada concelho de Portugal Continental, o Governo decidiu hoje proibir a circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) no fim de semana, a partir das 15:00 de sexta-feira e até às 06:00 de segunda-feira, devido à subida dos casos de covid-19 neste território e para que a “elevada incidência [de covid-19] que se faz sentir nesta região não se transporte para fora dela”.

Ainda segundo a ministra da Presidência, está previsto um reforço da fiscalização nas deslocações e nas atividades e eventos neste território.

Para os concelhos na 4.ª fase do plano desconfinamento, aplicada a partir de 1 de maio e onde se encontra Lisboa, é obrigatório o teletrabalho quando as atividades o permitam; restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22:30 (no interior, com um máximo de seis pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo); comércio a retalho alimentar e não alimentar até às 21:00; espetáculos culturais até às 22:30; casamentos e batizados com 50 % da lotação; Lojas de Cidadão funcionam com atendimento presencial por marcação; é permitida a prática de todas as modalidades desportivas, sem público, e a prática de atividade física ao ar livre e em ginásios.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

UEFA: Paços de Ferreira e Santa Clara ganham com tranquilidade

Equipas portuguesas perto de continuarem na nova Liga Conferência Europa. Pacenses conseguiram mesmo uma goleada. O play-off de acesso à fase de grupos da Liga Conferência Europa deverá ter duas equipas portuguesas. Na primeira "mão" da …

China usa drones e bananas para levar elefantes de volta para casa

Na China, uma manada de elefantes selvagens afastou-se do seu habitat há mais de um ano. Nos últimos meses, uma equipa especial está a tentar fazê-los regressar a casa. Primeiro, pede-se à população que fique em …

A primeira banda de rock de Gaza quer dar voz à dor causada pela guerra

A primeira banda de rock formada em Gaza, na Palestina, quer dar voz à dor causada pelo conflito com Israel. Um contabilista, dois advogados, um agrónomo e um funcionário humanitário suíço. Segundo a agência Reuters, são …

"Fiquei infetado mas não preciso da vacina": atleta olímpico explica a sua postura

Bryson DeChambeau iria participar nos Jogos Olímpicos mas um teste positivo à covid-19 afastou-o de Tóquio. Mesmo assim, recusa tomar a vacina e explica porquê. Bryson DeChambeau iria representar os EUA nos Jogos Olímpicos de Tóquio, …

Hologramas "teleportam" competição olímpica de badminton

Uma empresa japonesa recorreu a tecnologia holográfica para transmitir os jogos de badminton disputados nos Jogos Olímpicos. As partidas foram "teleportadas" para um espaço a 35 quilómetros de onde estavam a decorrer, em tempo real. "Esta …

Aumentam os rumores sobre o estado de saúde de Kim Jong-un

Os rumores sobre o estado de saúde de Kim Jong-un estão de volta, depois de o líder norte-coreano ter aparecido em público com uma mancha escura na parte de trás da cabeça e, posteriormente, com …

Alemão de 84 anos multado por possuir arsenal de armas da Segunda Guerra Mundial

Na terça-feira, um tribunal alemão condenou um homem de 84 anos por porte ilegal de armas. O idoso possuía um arsenal pessoal que incluía um tanque, um canhão antiaéreo e vários outros itens de equipamento …

Nicarágua. Ex-rainha de beleza detida (e libertada) após candidatar-se às eleições

As autoridades de Nicarágua detiveram na quarta-feira, libertando de seguida, a ex-rainha de beleza Berenice Quezada, dois dias após esta se ter registado como candidata nas eleições de 7 de novembro. Segundo a coligação Citizens for …

DGS autoriza competições da FPF com 33% de público

Os jogos das competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) podem ter uma ocupação de 33% dos recintos desportivos, segundo um parecer técnico da Direção-Geral da Saúde (DGS) a que a agência Lusa teve …

Novas "caixas" transformam eletricidade e areia em painéis solares

A Terrabox é uma espécie "fábrica de células solares" que só necessita de areia e eletricidade. Se for um sucesso, a tecnologia vai à Lua e a Marte. A Maana Electric, uma empresa sediada no Luxemburgo, …