Governo lança linha de apoio de 10 milhões para contratação de recursos humanos no setor social

António Cotrim / Lusa

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social anunciou o lançamento de uma linha de financiamento, no valor de 10 milhões de euros, para a contratação de recursos humanos no setor social.

Segundo Ana Mendes Godinho, o novo programa, denominado Adaptar + Social, destina-se ao apoio à contratação de recursos humanos no setor social e à implementação de medidas de prevenção no âmbito da pandemia da covid-19.

“Vamos ter uma linha chamada Adaptar + Social, que é exatamente para que as instituições possam implementar medidas de prevenção e aquisição de equipamentos de proteção individual, também para ajudar nesta próxima fase de prevenção”, disse a ministra este domingo.

A governante falava aos jornalistas durante uma visita ao Centro Social Paroquial Mensagem de Fátima, em Pínzio, no concelho de Pinhel, distrito da Guarda, que gere um lar de idosos onde foram registados casos de utentes infetados com covid-19, inserida numa deslocação a lares de idosos para fazer o balanço das várias medidas implementadas no âmbito da pandemia.

“Esta linha, vai ser lançada já no início de julho, precisamente também para que as instituições se possam preparar e capacitar, para estarem bem preparadas e para reponderem a todas estas situações que têm tido”, declarou, indicando que “vai ter 10 milhões” de euros.

Ana Mendes Godinho disse que o Governo também vai lançar o programa PARES 3.0, “com 110 milhões [de euros] para todo o país”.

“[É um programa] para alargamento dos equipamentos sociais e ampliação das respostas sociais, para conseguirmos chegar a mais pessoas, num momento em que o setor social ganha cada vez mais importância na resposta às populações”, declarou.

A ministra referiu-se ainda ao lançamento do novo programa Radar Social, “para apoio aos idosos e para reforço do serviço domiciliário”.

As medidas inserem-se no âmbito do programa de estabilização económica e social lançado pelo Governo.

“Nós previmos, exatamente, o reforço muito grande do ponto de vista do setor social, quer de reforço dos acordos de cooperação do setor social para compensar os custos que [as instituições] têm tido com estas várias medidas que têm sido implementadas para proteger os idosos”, disse.

A ministra reconheceu ainda que foi feito “um trabalho extraordinário na proteção dos idosos” nos lares e o objetivo é manter a “capacidade de proteção das pessoas mais vulneráveis” durante a pandemia.

Ana Mendes Godinho, que estava acompanhada pela secretária de Estado da Ação Social, Rita Mendes, também visitou as Santas Casas da Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa e de Gouveia, duas instituições do distrito da Guarda que possuem lares de idosos e registaram casos de utentes infetados com covid-19.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …

Ramalho Eanes defende que Otelo "tem direito a lugar de proeminência" na História

O ex-presidente da República Ramalho Eanes defendeu esta segunda-feira que Otelo Saraiva de Carvalho, falecido no domingo, tem direito a um "lugar de proeminência histórica", apesar "da autoria" do que considerou "desvios políticos perversos, de …

Hidilyn Diaz dá primeira medalha de ouro de sempre às Filipinas

A filipina Hidilyn Diaz deu esta segunda-feira a primeira medalha de ouro de sempre ao seu país em Jogos Olímpicos, ao conquistar a categoria de -55 kg de halterofilismo em Tóquio2020. Depois de ter sido segunda …