Líder do CDS/Madeira recebeu 30 mil euros do financiador do Chega, a seis semanas das regionais

Governo Regional da Madeira / Facebook

Rui Barreto, líder do CDS/Madeira

Rui Barreto, líder do CDS na Madeira, recebeu um total de 29.880 euros de César do Paço, o conhecido financiador do Chega. O “empréstimo” foi concedido a poucas semanas das eleições regionais que levaram o CDS ao Governo.

A última reportagem da SIC emitida esta quarta-feira, A grande ilusão, revelou que César do Paço, ex-cônsul de Portugal em Palm Beach e financiador do Chega, financiou parte da campanha eleitoral do CDS/Madeira em 2019, na altura em que o PSD perdeu a maioria absoluta e o partido entrou no Governo de Miguel Albuquerque (em setembro de 2019).

Rui Barreto, líder do CDS na Madeira, e mais quatro membros do partido receberam transferências diretas nas contas bancárias, num total de 29.880 euros.

Em causa estão várias transferências diretas no valor aproximado de cinco mil euros para a conta de Rui Barreto; de Gonçalo Nuno Santos, adjunto de Barreto na secretaria regional de Economia, que recebeu duas vezes em duas contas distintas; e para a de outras três pessoas ligadas ao partido que o próprio líder do CDS descreve como pessoas da sua “maior confiança”.

A reportagem, citada pelo semanário Expresso, revelou que as transferências foram efetuadas um dia depois de Rui Barreto ter conhecido César do Paço em Lisboa, a 6 de agosto de 2019 – a seis semanas das eleições na Madeira.

A SIC revela ainda que, em julho de 2020, o advogado de César do Paço enviou um e-mail a Rui Barreto a exigir a devolução da quantia.

O líder centrista disse, em declarações à estação televisiva, que se tratava de um empréstimo que aconteceu porque o partido estava com dificuldades financeiras nas vésperas das eleições e o empresário ofereceu-se para ajudar. No entanto, para ser um donativo legal, o montante transferido não podia ser superior a 10.400 euros.

Além disso, o dinheiro não entra nas contas do partido, mas nas contas pessoais do líder do CDS/Madeira, do presidente da concelhia e de mais três pessoas próximas de Barreto, incluindo familiares.

Questionado sobre o motivo pelo qual o empréstimo não foi pago quando as contas do partido foram regularizadas, após as eleições, Rui Barreto justifica-se com a pandemia de covid-19 e com o facto de o advogado de César do Paço ter “desaparecido”.

O Expresso contactou a direção nacional do partido que desconhece os factos.

O pagamento acabou por ser feito dez dias depois de a SIC ter questionado o líder centrista, em fevereiro de 2021.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os princípios éticos de recrutamento do Chega são do melhor que se tem visto em qualquer país civilizado.
    Percebe-se agora porque querem uma constituição mais pequena. Basta 1 folha :
    ” Não há livro de reclamações”
    ” O último a sair apaga as luzes do aeroporto”
    E ainda sobra espaço para pintar bonecos.

RESPONDER

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo, partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …

CIP propõe "almofada" pública de 8.000 milhões para resolver moratórias

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) propôs ao Governo criar uma "almofada" de garantias públicas no valor de oito mil milhões de euros para dar poder às empresas e levar a banca a renegociar os …