Lhuzie é a primeira bebé com nome próprio mirandês

Paul Goyette / Wikimedia

-

Nasceu em Lisboa há um mês e promete fazer história ao tornar-se na primeira criança com nome próprio mirandês, pelo menos desde o reconhecimento como segunda língua oficial de Portugal, há 15 anos.

Chama-se Lhuzie (pronuncia-se como se se escreve com acento na última sílaba) e a atribuição do nome, disse fonte da família, teve de passar por um pedido especial que foi aceite há dias e que abre as portas a quem quiser dar nomes em mirandês aos filhos.

Lhuzie, equivalente a Luzia em português, é neta do principal estudioso da atualidade da língua mirandesa, Amadeu Ferreira, um mirandês levado para Lisboa pelo êxodo transmontano, que empurrou também o filho e a nora, pais da bebé.

“É um orgulho o primeiro registo em mirandês ser da minha neta”, afirmou à Lusa, embora a ideia nem tenha sido dele. Foi da mãe de Lhuzie.

O mirandês, falado junto à fronteira num recanto de Trás-os-Montes, é desde 1999, a segunda língua oficial de Portugal, mas até aqui apenas há registos de nomes de pessoas coletivas, nomeadamente associações.

braganca.pt

Amadeu Ferreira, o principal estudioso da língua mirandesa, é o avô de Lhuzie

Amadeu Ferreira, o principal estudioso da língua mirandesa, é o avô de Lhuzie

Relativamente a pessoas individuais, Amadeu Ferreira garante que “é a primeira vez, é um feito histórico”.

A atribuição de nome em Portugal obedece a regras muito estritas e só podem ser atribuídos a cidadãos portugueses os nomes próprios constantes de uma lista onomástica.

O de Lhuzie foi agora acrescentado a esta lista, mas foi necessário um pedido especial e uma sustentação jurídica para convencer os serviços dos Registos e Notariado de que ele existe e não traz qualquer prejuízo ao portador por poder ter conotações negativas.

O pedido foi fundamentado com o direito ao nome reconhecido na Constituição, a lei que reconhece os direitos linguísticos dos mirandeses e outros documentos históricos como uma publicação de vocabulário mirandês do padre Moisés, onde consta o nome, como explicou à Lusa o pai de Lhuzie, José Pedro Ferreira.

Os pais entenderam que “era muito importante passar a língua para a próxima geração e o que melhor senão o próprio nome”.

José Pedro acha que a filha não vai estranhar o nome e se for falante do mirandês e de outras línguas, como os pais esperam que seja, não estranhará.

Uma feliz coincidência é Lhuzie ter nascido próximo do Dia Europeu das Línguas, que se assinala a 26 de setembro, e que para os pais tem “um sentido especial” por serem bilingues.

O registo do nome acaba por ser para este pai “mais um passo em direcção ao uso natural do mirandês em todos os contextos do quotidiano”.

Para José Pedro, que é investigador no Instituto de Linguística Teórica e Computacional – ILTEC,” a aceitação do registo pode ser um feito muito importante para o mirandês”, uma língua “ameaçada, minoritária, mais usada em casa, no âmbito familiar e de trabalho, sobretudo no campo e na pastorícia”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Quem dera essa lei que só permite colocar “nomes próprios constantes de uma lista onomástica” aos filhos existisse no Brasil, assim evitaríamos verdadeiros “crimes” contra a língua Portuguesa. Varsomar, Luziclei e outros estariam salvos…

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …