Raras lesmas cor-de-rosa fluorescente sobreviveram aos incêndios na Austrália

Uma rara espécie de lesma cor-de-rosa fluorescente (Triboniophorus aff. graeffei) conseguiu sobreviver aos incêndios que assolaram a Austrália no início de janeiro e que deixaram milhões de animais mortos e outros tantos sem abrigo.

Trata-se das lesmas Kaputar, criaturas do tamanho de uma mão, que vivem a cerca de 1509 metros de altitude apenas em Monte Kaputar, em Nova Gales do Sul, na Austrália.

De acordo com o jornal britânico The Independent, cerca de 60 lesmas Kaputar foram avistadas nas encostas da montanha Kaputar, formada por um vulcão já extinto, seis semanas depois dos incêndios que destruíram quase 18.000 hectares na região.

Segundo Frank Köhler, malacologista do Museu Australiano, algumas destas lesmas fluorescentes sobreviveram ao incêndio porque conseguiram “recuar para as fendas das rochas” durante os momentos de maior calor.

Cerca de 90% da população das lesmas de Monte Kaputar morreu durante os incêndios. Os cientistas chegaram a temer que a espécie tivesse mesmo sido extinta.

As fontes alimentares destas criaturas foram também destruídas, mas o malacologista acredita que a espécie possa recuperar de forma rápida. Lesmas e caracóis “são a base de todos os nossos ecossistemas”, disse Köhler, citado pelo jornal britânico The Guardian. “São a fonte de alimento fundamental para muitos mamíferos e pássaros”.

Estas lesmas deverão levar cerca de cinco anos para se recuperarem dos incêndios, podendo os caracóis precisar de 20 anos, uma vez que a sua esperança média de vida é mais longa e que produzem menos descendentes.

“As espécies não existem independentemente de outras espécies”, recordou ainda o especialista, dando conta que é necessário “manter todo o sistema e todas as espécies nele contidas contra impactos ambientais como os incêndios”.

O Parque Nacional de Monte Kaputar foi atingido pelos fogos e estará fechado ao público até 28 de fevereiro.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Querida ZAP, não é “tratam-se de lesmas”, é trata-se de lesmas. O verbo tratar, quando é sinónimo de lidar, só se conjuga na 3ª pessoa do singular. Repara que as lesmas não são o sujeito. O sujeito aqui é indeterminado, desconhecido. Alguém trata mas não se sabe quem.

  2. Caro ZAP, boa tarde.
    Para mim, são bem giras! Parecem nudibrânquios! 🙂
    Mas já agora, digam-me p.f.: é kaputar ou kaptar?
    Muito obrigada e bom trabalho! 🙂

Responder a asr Cancelar resposta

Hospital da Cruz Vermelha acusa Francisco George de pôr em risco sobrevivência da unidade

Clínicos do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HCVP) acusam Francisco George de estar a colocar em risco "a sobrevivência clínica e económica" daquela unidade de saúde de Lisboa. Mais de 50 clínicos do Hospital da Cruz …

André Ventura acredita que será reeleito

A demissão do líder do Chega deverá ser feita oficialmente esta semana, mas André Ventura acredita que será reeleito com o apoio das distritais, das regionais e dos militantes. O líder da distrital do Porto apresentou …

Primeira linha de crédito de 400 milhões de euros para empresas já esgotou

A primeira linha de crédito criada pelo Governo para apoiar empresas, no âmbito da crise desencadeada pela pandemia de covid-19, já esgotou. De acordo com o semanário Expresso, já não estão a ser aceites candidaturas para …

Recém-nascidos vão poder ser registados pela Internet

O registo de recém-nascidos vai poder ser feito através da plataforma digital dos Serviços da Justiça, de modo a evitar as saídas de casa. Os balcões "Nascer Cidadãos", que garantiam o registo de bebés após o …

Quase 30% dos brasileiros diz não fazer isolamento social

Quase um terço dos brasileiros não faz isolamento social para evitar a proliferação do novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, segundo uma sondagem divulgada pelo Instituto Datafolha. De acordo com os inquéritos feitos pelo Instituto …

Sindicato dos magistrados do MP quer legislação para dispensa de autópsias

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) defende a criação de uma legislação temporária para a dispensa de autópsias médico-legais durante a pandemia de Covid-19. De acordo com o Observador, numa carta aberta enviada à …

Rússia nega "categoricamente" subornos na atribuição do Mundial 2018

Esta terça-feira, Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, disse que o Mundial 2018 de futebol foi atribuído pela FIFA de “forma absolutamente legal”. A Presidência russa negou “categoricamente”, esta terça-feira, a existência de qualquer tipo de subornos …

Na Nova Zelândia, nem a covid-19 vai parar o Coelho da Páscoa. É um "trabalhador essencial"

Este ano, na Nova Zelândia, nem a covid-19 vai parar o Coelho da Páscoa. Esta segunda-feira, Jacinda Ardern, primeira-ministra do país, classificou o famoso coelho como um "trabalhador essencial". Segundo a primeira ministra neozelandesa, o Coelho …

Assassino do jornalista eslovaco Jan Kuciak condenado a 23 anos de prisão

Um tribunal eslovaco condenou na segunda-feira a 23 anos de prisão o assassino do jornalista Jan Kuciak, que investigava as relações entre o crime organizado e o poder. O repórter foi morto a tiro em …

"Não compreendo que Rui Pinto esteja preso, enquanto os agentes do SEF estão em casa"

Ana Gomes fez uma comparação entre a detenção do hacker português Rui Pinto e o facto de inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), suspeitos de agredir um cidadão ucraniano até à morte, estarem …