Leopoldo López admite que nunca quis fugir (e promete regressar para “libertar” a Venezuela)

Miguel Gutierrez / EPA

Leopoldo López, um dos líderes da oposição na Venezuela

O líder da oposição venezuelana Leopoldo López disse esta terça-feira, em Madrid, na primeira conferência de imprensa depois de ter saído do seu país, que nunca o quis deixar e que a intenção é “regressar para libertar a Venezuela”.

“Eu não queria sair da Venezuela, sempre disse isso, infelizmente as circunstâncias levaram-me a isto”, afirmou o líder da oposição, que descreveu o governo do Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, como uma “ditadura”.

“Hoje, graças ao trabalho de muitos líderes venezuelanos, está claro que a Venezuela é uma ditadura e Maduro é um criminoso”, disse López, que acrescentou acerca do Presidente venezuelano que o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos o considera “cruel, repressivo e assassino”.

Leopoldo López chegou a Madrid no último domingo, depois de deixar a residência do embaixador de Espanha em Caracas, onde estava como “convidado” desde 30 de abril de 2019, deixando depois o país “clandestinamente” através da fronteira com a Colômbia.

López permaneceu na residência do embaixador espanhola desde que deixou a prisão domiciliar em que se encontrava, para juntar-se a uma tentativa de levantamento militar levada a cabo pelo opositor Juan Guaidó, que cerca de 50 países reconhecem como Presidente interino da Venezuela.

O político foi condenado a 14 anos de prisão, acusado de ter promovido manifestações violentas contra o Governo, e passou três anos na prisão militar de Ramo Verde, para onde o regime costuma enviar os seus adversários, até ser transferido para o regime domiciliário, em 2017.

Em junho, Maduro acusou o embaixador de Espanha no país, Jesus Silva Fernández, de cumplicidade com um político (seu opositor) numa conspiração para realizar um golpe de Estado que incluiria o seu assassinato. .

Na conferência de imprensa em Madrid, Leopoldo López agradeceu a “Deus” e ao Governo de Espanha por ter podido sair da Venezuela e referiu-se ao opositor Guaidó como “o Presidente legítimo da Venezuela”.

“A partir de aqui poderei contribuir como parte de uma equipa liderada por Juan Guaidó e tenho a certeza que vamos apoiar muito de fora”, vincou o líder da oposição, que se descreveu como uma “vítima” e comentou que “todas as vítimas merecem justiça”.

A Europa não pode virar as costas, nem os Estados Unidos”, perante um regime que, segundo a ONU, cometeu “crimes contra humanidade”, apontou López, acompanhado pela sua mulher, filhos e pais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Federer acusado de manobrar a tabela ATP

Contas da associação de tenistas foram alteradas por causa do coronavírus. Roger Federer está no quinto lugar mas só disputou um torneio ao longo de 2020. Em ano anormal, contas anormais: a tabela oficial da Associação …

Astrónomo do Instituto SETI garante que vamos encontrar extraterrestres até 2036

Seth Shostak, astrónomo e astrofísico do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) está convencido de que os humanos vão encontrar uma civilização extraterrestre inteligente até 2036. “O SETI duplica a velocidade aproximadamente a cada dois anos …

Mais leve e elegante. Assim é a nova e-bike que vai chegar às ruas da Europa

A startup Urban Cycles Oy, com sede em Helsínquia, demarcou uma espécie de lacuna no mercado europeu de bicicletas elétricas e por isso quis preenchê-la. O objetivo era produzir uma bicicleta elegante e mais leve. Um …

Incêndio reduz a maior ilha de areia do mundo a metade. É Património da Humanidade

Quase metade de Fraser, a maior ilha de areia do mundo, que se situa no nordeste da Austrália e foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO, foi destruída por um incêndio florestal. O incêndio queimou …

"Toca de bruxaria" permaneceu até agora numa casa do século XVI. Encontrados crânios de cavalo e veneno

Uma casa cheia de objetos ocultos foi recentemente alvo de grande interesse. O espaço estava localizado dentro de numa casa do século XVI no País de Gales, e encontrava-se repleto de objetos ocultos, incluindo crânios …

Em 1843, o primeiro cartão de Natal foi considerado "escandaloso" (agora vai ser leiloado pela Christie)

Um exemplar do primeiro cartão de Natal impresso comercialmente, em 1843, que retratava uma cena da era vitoriana que escandalizou a população, vai ser posto à venda esta sexta-feira e é considerado um item raríssimo. Este …

Marcelo quer alívio de restrições no Natal sem pôr em xeque janeiro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira esperar que a "possível exceção" no Natal ao quadro de restrições para conter a covid-19 "seja bem entendida e bem vivida" e não provoque …

Bill Gates diz que o mundo estará de volta à normalidade já na primavera de 2021

Bill Gates, que desde 2015 tinha vindo a lançar alguns alertas sobre uma possível pandemia, deixou agora uma mensagem de esperança ao dizer que acredita que os EUA irão voltar ao normal na primavera de …

Mais um passo na hegemonia. China constrói aldeia nos Himalaias, em zona também disputada pela Índia e pelo Butão

Novas imagens de satélite mostram que a China construiu uma aldeia nos Himalaias, ao longo de uma fronteira que também é disputada pela Índia e pelo Butão, e que foi palco de um impasse agressivo …

João Félix eleito jogador do mês da liga espanhola. Ronaldo vence prémio em Itália

O português João Félix, do Atlético de Madrid, foi eleito o melhor jogador da Liga espanhola de futebol do mês de novembro. O luso revelou-se uma peça fundamental durante todo o mês e ajudou a equipa …