Lar em Caneças com 87 infetados. Reguengos de Monsaraz tem 5 novos casos na comunidade

Um lar em Caneças, no concelho de Odivelas, distrito de Lisboa, tem 60 utentes e 27 funcionários infetados com covid-19, revelou esta segunda-feira a diretora-geral da Saúde.

Na conferência de imprensa sobre a pandemia de covid-19, Graça Freitas confirmou o caso de infeção no lar de Caneças, referindo existirem “alguns lares ativos” relativamente a surtos de covid-19, em Lisboa e Vale do Tejo e “noutras regiões”.

Referindo-se ao lar em Caneças, Graça Freitas disse que “os últimos casos que foram reportados dizem respeito a 60 pessoas positivas entre os residentes e a 27 positivos entre os profissionais”

“Obviamente, estes profissionais estão todos afastados do exercício da sua profissão e já foram tomadas as medidas para afastar os residentes que estão doentes daqueles que não estão doentes a fim de evitar a continuidade do contágio”, acrescentou a diretora-geral da Saúde na conferência de imprensa.

“Temos muitas informações sobre lares, um dos focos da nossa atenção. Nos focos de lares são os profissionais os grandes vetores da doença“, disse a diretora-geral da Saúde.

Lisboa e Vale do Tejo registou 63,3% das novas infeções de covid-19, com 164 dos 259 novos casos, enquanto a região Norte concentrou 27,4% das infeções, mais 71 casos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde. A região de Lisboa e Vale do Tejo tinha 77% dos novos casos divulgados no domingo, 74,8% do total de novas infeções divulgadas no sábado, 76% na sexta-feira e 78% na quinta-feira.

Cinco novos casos em Reguengos de Monsaraz

Cinco novos casos de pessoas com covid-19, da mesma família, foram esta segunda-feira detetados em Reguengos de Monsaraz, elevando para oito o total de infetados na comunidade, fora do lar onde apareceu o surto inicial, revelou o autarca local.

O presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz (Évora), José Calixto, disse à agência Lusa que estes cinco novos casos foram conhecidos esta segunda-feira, fruto dos resultados dos testes efetuados à comunidade no domingo.

Os “quase 100 testes” efetuados “levam a um resultado de cinco testes positivos, todos numa família, com filhos, o que, de alguma forma, sendo sempre preocupante, em termos comunitários é um indicador positivo”, assinalou o autarca.

Segundo José Calixto, os cinco casos, atendendo ao número de testes realizados, mostram que “há uma baixa percentagem” de infeção e que se trata de “casos muitos concretos, neste caso de uma única família”.

Contactado pela Lusa, Augusto Santana Brito, a Autoridade Local de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Alentejo Central, revelou que esta família “está em confinamento em casa” e que os infetados praticamente “não apresentam sintomas”.

“Estão em confinamento a sete chaves e só saem quando estiverem curados ou se precisarem de cuidados médicos, mas esperamos que não precisem”, acrescentou, referindo à Lusa não possuir dados sobre o sexo, a idade ou o parentesco das cinco pessoas.

Também em confinamento nas suas casas permanecem os outros três populares que, no fim de semana, já tinham recebido os resultados positivos dos testes de despistagem, lembrou o autarca.

José Calixto indicou à Lusa que, durante o dia desta segunda-feira, foram efetuados “mais 164 testes” para despistagem da Covid-19, não só a habitantes do seu concelho, mas também a “utentes de uma instituição de apoio à terceira idade de Montoito”, no vizinho concelho de Redondo, que “foram transportados para serem testados”.

Durante a tarde, esteve também a ser preparada a instalação de uma Área Dedicada Covid completa em Reguengos de Monsaraz, no Parque de Feiras e Exposições, que o autarca espera que possa começar a funcionar na terça ou na quarta-feira.

“Já estava a funcionar uma Área Dedicada Covid apenas com recolha de amostras”, mas o que se pretende agora é “uma área completa, com os médicos e enfermeiros para fazerem o rastreio, a observação e o encaminhamento ou não para testes”, explicou.

Este “serviço mais completo”, quando começar a funcionar, “permite mais facilmente que uma maior quantidade de membros da comunidade possa ser testada”, afiançou.

Na quinta-feira, foi detetado o primeiro caso positivo de Covid-19 no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), em Reguengos de Monsaraz, o de uma utente que foi de imediato internada, tendo sido iniciada nesse dia a testagem a todos os funcionários e utentes da instituição e, posteriormente, à comunidade.

O autarca disse à Lusa que, à data desta segunda-feira, no que à FMIVPS diz respeito, o balanço é de 17 trabalhadoras e de 46 utentes infetados com a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2. Três idosas estão internadas no hospital.

Serviços do município, escolas, creches e jardins-de-infância locais, atividades de apoio à família e “alguns estabelecimentos comerciais” situados nas imediações do lar afetado já foram encerrados.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Petição para cancelar Jogos Olímpicos conta já com 200 mil assinaturas

Uma petição 'online' a pedir o cancelamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 devido à pandemia da covid-19 ultrapassou esta sexta-feira as 200 mil assinaturas, avançou a agência Lusa. A campanha, lançada na quarta-feira pelo advogado e ativista …

“Não queremos estragar a nossa joia da coroa“. Governo pode limitar acesso da Peneda-Gerês

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza concorda com os autarcas, sobre o impacto positivo do turismo para as populações, mas nota que o sucesso do PNPG não pode pôr em causa os valores …

Fome e seca levam milhares de angolanos a fugirem para a Namíbia

A fome provocada pela seca extrema na província de Cunene, no sul de Angola, está a levar milhares de pessoas a fugir para a Namíbia. "A estiagem provocou a rutura de 'stocks' alimentares das comunidades e …

Governo britânico confirma Portugal na “lista verde” de viagens. Preço das viagens disparou

Portugal vai estar na “lista verde” de países considerados seguros para viajar e isentos de quarentena na chegada a Inglaterra a partir de 17 de maio, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps. Portugal …

Nova Zelândia vai proteger fiorde emblemático de turismo de massas

O Governo da Nova Zelândia anunciou que vai proteger do turismo de massas a paisagem natural do icónico fiorde Milford Sound-Piopiotahi, património mundial na ilha do Sul. O turismo em Milford Sound-Piopiotahi, considerado um dos principais …

Autárquicas são ensaio para o CDS. Nas legislativas, partido pode ser o "PEV do PSD"

Com o CDS a afundar nas sondagens, as legislativas já estão no campo de visão. As autárquicas que se avizinham vão ser um ensaio para os centristas: e se uns dizem que não, os críticos …

“O cenário é caótico“. Greve do SEF provoca ajuntamentos no Aeroporto de Lisboa e Porto

A greve convocada pelo sindicato do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) a decorrer esta sexta-feira está a provocar grandes ajuntamentos nos principais aeroportos do país. A greve de inspetores e funcionários do Serviço de Estrangeiros …

TAP no fim da lista de credores em caso de insolvência da Groundforce

A tensão entre a companhia aérea e a empresa de handling voltou a colocar o cenário de insolvência em cima da mesa. Mas isso pode vir a revelar-se um "calvário" para a TAP. De acordo com …

Governo propõe juízes diferentes nas fases de inquérito e instrução

O Governo enviou uma proposta de lei enviada ao Parlamento que prevê que o magistrado que acompanha uma investigação não possa continuar a intervir no processo após a acusação. O objetivo do Governo, de acordo com …

Alemanha vai vacinar todos os jovens maiores de 12 anos até final de agosto

A Alemanha pretende vacinar contra a covid-19 todos os adolescentes maiores de 12 anos até ao fim de agosto, embora dependa da "luz verde" da Agência Europeia do Medicamento (EMA) para essa faixa etária, disse …