Lar em Caneças com 87 infetados. Reguengos de Monsaraz tem 5 novos casos na comunidade

Um lar em Caneças, no concelho de Odivelas, distrito de Lisboa, tem 60 utentes e 27 funcionários infetados com covid-19, revelou esta segunda-feira a diretora-geral da Saúde.

Na conferência de imprensa sobre a pandemia de covid-19, Graça Freitas confirmou o caso de infeção no lar de Caneças, referindo existirem “alguns lares ativos” relativamente a surtos de covid-19, em Lisboa e Vale do Tejo e “noutras regiões”.

Referindo-se ao lar em Caneças, Graça Freitas disse que “os últimos casos que foram reportados dizem respeito a 60 pessoas positivas entre os residentes e a 27 positivos entre os profissionais”

“Obviamente, estes profissionais estão todos afastados do exercício da sua profissão e já foram tomadas as medidas para afastar os residentes que estão doentes daqueles que não estão doentes a fim de evitar a continuidade do contágio”, acrescentou a diretora-geral da Saúde na conferência de imprensa.

“Temos muitas informações sobre lares, um dos focos da nossa atenção. Nos focos de lares são os profissionais os grandes vetores da doença“, disse a diretora-geral da Saúde.

Lisboa e Vale do Tejo registou 63,3% das novas infeções de covid-19, com 164 dos 259 novos casos, enquanto a região Norte concentrou 27,4% das infeções, mais 71 casos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde. A região de Lisboa e Vale do Tejo tinha 77% dos novos casos divulgados no domingo, 74,8% do total de novas infeções divulgadas no sábado, 76% na sexta-feira e 78% na quinta-feira.

Cinco novos casos em Reguengos de Monsaraz

Cinco novos casos de pessoas com covid-19, da mesma família, foram esta segunda-feira detetados em Reguengos de Monsaraz, elevando para oito o total de infetados na comunidade, fora do lar onde apareceu o surto inicial, revelou o autarca local.

O presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz (Évora), José Calixto, disse à agência Lusa que estes cinco novos casos foram conhecidos esta segunda-feira, fruto dos resultados dos testes efetuados à comunidade no domingo.

Os “quase 100 testes” efetuados “levam a um resultado de cinco testes positivos, todos numa família, com filhos, o que, de alguma forma, sendo sempre preocupante, em termos comunitários é um indicador positivo”, assinalou o autarca.

Segundo José Calixto, os cinco casos, atendendo ao número de testes realizados, mostram que “há uma baixa percentagem” de infeção e que se trata de “casos muitos concretos, neste caso de uma única família”.

Contactado pela Lusa, Augusto Santana Brito, a Autoridade Local de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Alentejo Central, revelou que esta família “está em confinamento em casa” e que os infetados praticamente “não apresentam sintomas”.

“Estão em confinamento a sete chaves e só saem quando estiverem curados ou se precisarem de cuidados médicos, mas esperamos que não precisem”, acrescentou, referindo à Lusa não possuir dados sobre o sexo, a idade ou o parentesco das cinco pessoas.

Também em confinamento nas suas casas permanecem os outros três populares que, no fim de semana, já tinham recebido os resultados positivos dos testes de despistagem, lembrou o autarca.

José Calixto indicou à Lusa que, durante o dia desta segunda-feira, foram efetuados “mais 164 testes” para despistagem da Covid-19, não só a habitantes do seu concelho, mas também a “utentes de uma instituição de apoio à terceira idade de Montoito”, no vizinho concelho de Redondo, que “foram transportados para serem testados”.

Durante a tarde, esteve também a ser preparada a instalação de uma Área Dedicada Covid completa em Reguengos de Monsaraz, no Parque de Feiras e Exposições, que o autarca espera que possa começar a funcionar na terça ou na quarta-feira.

“Já estava a funcionar uma Área Dedicada Covid apenas com recolha de amostras”, mas o que se pretende agora é “uma área completa, com os médicos e enfermeiros para fazerem o rastreio, a observação e o encaminhamento ou não para testes”, explicou.

Este “serviço mais completo”, quando começar a funcionar, “permite mais facilmente que uma maior quantidade de membros da comunidade possa ser testada”, afiançou.

Na quinta-feira, foi detetado o primeiro caso positivo de Covid-19 no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), em Reguengos de Monsaraz, o de uma utente que foi de imediato internada, tendo sido iniciada nesse dia a testagem a todos os funcionários e utentes da instituição e, posteriormente, à comunidade.

O autarca disse à Lusa que, à data desta segunda-feira, no que à FMIVPS diz respeito, o balanço é de 17 trabalhadoras e de 46 utentes infetados com a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2. Três idosas estão internadas no hospital.

Serviços do município, escolas, creches e jardins-de-infância locais, atividades de apoio à família e “alguns estabelecimentos comerciais” situados nas imediações do lar afetado já foram encerrados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Antigo gestor de Isabel dos Santos denuncia "contrato falso" da Sonangol

O antigo assessor da empresária Isabel dos Santos na Sonangol, Mário Leite da Silva, queixou-se junto de reguladores internacionais sobre um “contrato falso” que terá lesado a petrolífera angolana em 193 milhões de euros em …

Presidente do Líbano pede ajuda na ONU para a reconstrução pós-explosão

O Presidente do Líbano, Michel Aoun, pediu na quarta-feira à comunidade internacional apoio para a reconstrução do principal porto do país e dos bairros de Beirute destruídos pela catastrófica explosão ocorrida em agosto. Na sua intervenção pré-gravada …

Ninguém foi indiciado pela morte de Breonna Taylor. Dois polícias baleados durante protestos

Um painel de jurados do Kentucky indiciou esta quarta-feira apenas um polícia por disparar contra apartamentos na vizinhança, mas não avançou com acusações contra nenhum polícia na morte da jovem negra Breonna Taylor. Imediatamente após o …

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …