Lâmpadas de halogéneo vão apagar-se do mercado este sábado

André Mouraux / Flickr

As lâmpadas de halogéneo vão deixar de ser vendidas a partir de 1 de setembro na União Europeia. As lâmpadas LED consomem um quinto da energia consumida pelas luzes de halogéneo. 

A partir deste sábado, dia 1 de setembro, as lâmpadas de halogéneo vão deixar de ser comercializadas em toda a União Europeia (UE), com o objetivo de promover uma iluminação mais amiga do ambiente, reduzindo assim as emissões de carbono.

A alternativa passa pelas lâmpadas LED, mais sustentáveis e baratas a longo prazo, que consomem um quinto da energia consumida pelas luzes de halogéneo. Por comparação, enquanto as lâmpadas de halogéneo duram cerca de dois anos, as de LED conseguem durar 15 a 20 anos.

O simulador Ecocasa dá conta de que a substituição de, pelo menos, sete lâmpadas incandescentes por fluorescentes, em casa, pode gerar uma poupança anual de 93,19 euros, valor esse que poderá aumentar caso os portugueses optem por lâmpadas LED.

Segundo a Sábado, as lâmpadas incandescentes de halogéneo são as menos eficientes do mercado, mas são também as mais baratas. Ainda assim, os especialistas entendem que esta é uma “falsa economia”, tendo em conta a durabilidade deste tipo de lâmpadas.

Em Portugal, a eliminação do halogéneo irá evitar mais de 15 milhões de toneladas de emissões de carbono por ano, o equivalente ao consumo anual de eletricidade no país.

ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Mesmo utilizando lâmpadas LED em todas as divisões da casa (cozinha e casa de banho possuem tubos LED em vez de fluorescentes) desde que elas apareceram no mercado, não possuindo AC nem caloríferos, não noto nenhuma diferença na factura da electricidade. A vantagem é que os LEDS possuem mais Lux e fornecem uma cor fria (para quem escolher essa tonalidade).

    • Quanto mais poupamos , maior é a factura da EDP. Triste sina de termos sidos dados para carvão, à China….. Triste é os traidores governantes e associados andarem ao sol……. isso é que é triste! O governo só manda nos pequenos, é ou não é?!!. Decretaram a abolição de taxa de contador…. e a EDP mandou-os à terra das 5 letras….. e bem grandinhas….. Paga otário.. e vá lá que o aprendiz do Chavez, Luladrão, etc… levou um chuto no traseiro, senão até o país já se chamava Portuzuela!!!!

  2. Boas notícias. A UE continua a mostrar políticas ambientais, quando comparada com os EUA, a China, a Índia, o Brazil, a Rússia e outras potências mundiais… Já para não falar em sociedades menos desenvolvidas.

  3. Proibir ou Retirar é sempre errado. O consumidor paga também para ter a opção de decidir. Devia-se informar em vez de retirar, as lâmpadas LED são mais eficientes, mas não substituem as lâmpadas de incandescência em todas as situações, nomeadamente, quem tiver iogurteiras, chocadoras de ovos e outras situações em que se use a lâmpada para aquecimento e não para iluminação, por outro lado e o principal inconveniente no meu ponto de vista, não é possível regular a intensidade de uma lâmpada LED standard. Todas as instalações eléctricas que possuam reguladores de intensidade terão de ser substituídas e perde-se essa funcionalidade, quanto ao custo da energia em Portugal daria assunto para várias discussões. Um fervedor de água que ferva meio litro de água a mais do que o necessário gasta mais energia que usar uma lâmpada “normal” de 40W meia hora por dia durante uma semana.

  4. Vou comprar um stock delas antes de acabarem…. A porcaria dos LED fazem um mal terrível aos olhos. Vamos ficar todos com cataratas e depois é que nos vamos preocupar com o assunto. É sempre assim.
    Continuando.

  5. “Em Portugal, a eliminação do halogéneo irá evitar mais de 15 milhões de toneladas de emissões de carbono por ano, o equivalente ao consumo anual de eletricidade no país.”
    Ou todo o consumo anual de electricidade do país é apenas dedicado ao halogéneo, ou o halogéneo mencionado e as respectivas emissões de carbono não tem nada a ver com as lâmpadas que se pretendem eliminar, ou então algo está muito errado.
    Esta frase a estar correcta necessita de ser explicada melhor.

  6. A luz do halogeneo é muito melhor para adormecer por ser mais amarela. Vivemos em tempos do facismo voltar em força, com censura e proibicoes

    • A melhor luz para adormecer é a ambar e continuarão a existir. Nas LED como em todas as outras lâmpadas existem temperaturas de cor dos 2000K aos 6000K.

      • Quanto mais se compreender entre a cor laranja-escuro e vermelho, melhor ainda para ajudar a adormecer.
        Vejam as propriedades dos LEDs cor vermelha 630-660nm para a saúde e espantem-se.

  7. Deveriam também por um fim aos automóveis novos com motores a combustíveis fosseis, sendo apenas permitida a comercialização de usados, que com o tempo e as possibilidades dos consumidores iriam desaparecendo. pressionando assim os construtores a baixar os custos dos automóveis eléctricos e acelerando o aparecimento de outras tecnologias alternativas…

  8. Já tenho dificuldades de visão que cheguem. Duas cirurgias.
    Com as lâmpadas que nos querem impor, que já detesto há muto, pergunto-me para que me servirão as noites? Para dormir? Mas para isso me bastam meia dúzia de horas. E as restantes?

    Será que vou ter de voltar à luz da vela ou do candeeiro a petróleo, como na infância?

A caminho da destruição. Encontrado exoplaneta que orbita a sua estrela em apenas 18 horas

Astrónomos da Universidade de Warwick descobriram um exoplaneta com o mais pequeno período orbital de qualquer exoplaneta conhecido. Chamado de NGTS-10b, o recordista completa uma rotação em torno da sua estrela em apenas 18 horas. O …

Como seria o Universo sem matéria escura? Os cientistas simularam-no (e ficaram surpreendidos)

Há quase meio século que os astrónomos estão convencidos de que a maior parte do Universo é formado por matéria escura, invisível para os nossos instrumentos e que só conseguimos detetar através da gravidade. Mas …

Estes pássaros evitam comida nojenta após terem visto vídeos no computador

Aves capturadas por uma equipa de investigadores finlandesa aprenderam a evitar certos alimentos após terem assistido a vídeos de outros pássaros a comer essas mesmas comidas e a reagir negativamente. Os cientistas capturaram 39 espécimes de …

Mitsubishi apresenta solução para escritórios stressantes: claraboias virtuais

Se depender da Mitsubishi, a cultura de trabalho do Japão vai ficar menos stressante e depressiva, graças à sua mais recente invenção. A divisão de equipamentos elétricos da gigante japonesa Mitsubishi lançou um sistema de claraboia …

FC Porto 1-0 Portimonense | Génio de Telles garante triunfo

O FC Porto sofreu bastante para vencer o Portimonense, 17º classificado da Liga NOS, por 1-0. Naturalmente dominadores e donos da iniciativa atacante desde os primeiros minutos, os “dragões” terminaram com uma superioridade estatística à prova …

Vulcões de gelo surgem nas margens de um lago gelado nos Estados Unidos

As estranhas e inusitadas formações de gelo surgem quando as temperaturas atingem valores muito baixos, e proporcionam um verdadeiro espetáculo nas margens do lago Michigan, nos Estados Unidos. No dia 16 de fevereiro, funcionários do Serviço …

Pela primeira vez, átomos são capturados de forma individual

Naquela que é uma estreia na física quântica, investigadores "mantiveram" átomos individuais no lugar e observaram interações atómicas complexas nunca antes vistas. Pela primeira vez na física quântica, investigadores conseguiram "segurar" átomos individuais num local fixo …

Sporting 2-0 Boavista | Plata fez xeque-mate às panteras

O Sporting venceu e convenceu. Os “leões” venceram neste domingo o Boavista por 2-0, num duelo relativo à 22ª jornada da Liga NOS. Numa espécie de jogo de xadrez, os comandados de Jorge Silas fizeram xeque-mate …

Exército sem candidatos suficientes para preencher 70 vagas

O Exército português abriu um concurso, em janeiro, para preencher 70 vagas para oficiais contratados. Pela primeira vez, não teve candidaturas suficientes: recebeu 145, quando devia ter recebido pelo menos 304. De acordo com o jornal …

Recuperados novos artefactos do HMS Erebus, um dos navios que se perdeu no Ártico há 170 anos

Uma equipa de investigadores continua a tentar resolver o mistério do misterioso desaparecimento da expedição de Sir John Franklin em busca da Passagem Noroeste. Agora, os arqueólogos subaquáticos revelam mais de 350 artefactos recém-recuperados do HMS …