La Manada. Tribunal confirma pena de nove anos de prisão para cinco homens

Kai Foersterling / EPA

O Tribunal Superior de Navarra confirmou sentença de nove anos de prisão para os cinco membros do grupo “La Manada”, negando o recurso entregue pelo grupo condenado por abuso sexual a uma jovem de 18 anos em 2016.

A decisão incluiu os votos de dois magistrados que pediam uma pena ainda mais severa – de 14 anos -, considerando que houve intimidação e agressão sexual – logo, violação – do grupo, de acordo com o jornal espanhol El País na manhã desta quarta-feira.

Os cinco elementos do grupo auto-denominado “La Manada” foram acusados de violar uma jovem de 18 anos durante as celebrações de São Firmino, em Pamplona, mas o julgamento acabou por condená-los apenas por abuso sexual. Isto implicou uma pena de nove anos e ainda uma indemnização de 50 mil euros e impedimento de contactar a jovem vítima durante cinco anos.

Agustín Martínez Becerra, advogado de quatro dos cinco arguidos, confirmou que iria recorrer daquela sentença, alegando que “sacaram da manga um delito de abuso sexual com prevalência que em momento algum tinha estado na base da acusação e não nos pudemos defender” — argumentos que não terão convencido os juízes.

Os arguidos — José Ángel Prenda, Alfonso Cabezuelo, Antonio Manuel Guerrero, Jesús Escudero y Ángel Boza — tinham ficado em prisão preventiva quando foram detidos em julho de 2016. Arriscavam-se a 22 anos de prisão efetiva por crimes de agressão sexual, contra intimidade e roubo com intimidação.

Os juízes, no entanto, entenderam que não se tratou de uma violação, mas de abuso sexual, justificando-se assim as penas mais leves para os homens que têm entre 27 e 29 anos de idade.

Um dos magistrados votou, na altura, pela absolvição dos arguidos. Um dos homens do grupo foi ainda condenado pelo delito de furto, por ter retirado o telemóvel à jovem, pelo que terá a pena agravada em dois anos, num total de 11.

A decisão confirma assim a primeira avaliação em tribunal que não encontrou qualquer fundamento para condenar os cinco homens pelo crime de intimidação e violação, apesar de provado que todos eles a levaram coagida para um espaço fechado onde mantiveram relações sexuais com a vítima sem o seu consentimento.

Apesar disso, os juízes não viram no caso agressão sexual. A decisão motivou, em abril, protestos massivos em várias cidades espanholas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Não se esqueçam de agradecer a PSD, PS e CDS-PP" pelo corte de sustentabilidade na pensão

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusou este domingo o PS, PSD e CDS-PP de utilizarem a União Europeia (UE) “como desculpa sempre que querem travar” conquistas laborais para todos os que vivem …

Museu de Nova Iorque devolve ao Egito "caixão dourado" roubado em 2011

O Museu Metropolitan (MET) de Nova Iorque vai devolver ao Egito um sarcófago roubado em 2011, durante as manifestações da chamada "Primavera Árabe", anunciou este domingo a instituição nova-iorquina. Construído em ouro para o sacerdote Nedjemankh, …

Quase um terço da população chinesa terá mais de 65 anos em 2050

Trinta por cento da população chinesa terá mais de 65 anos, dentro de três décadas, informou hoje um jornal chinês, ilustrando o rápido envelhecimento do país, apesar de ter abolido a política de filho único. “O …

Trump pede à Europa que julgue os seus "jihadistas" (ou os EUA terão de os libertar)

O presidente dos Estados Unidos apelou aos países europeus, nomeadamente o Reino Unido, a França e a Alemanha, para repatriarem e julgarem os seus combatentes do Estado Islâmico feitos prisioneiros na Síria. Caso contrário, aponta …

Depois de 11 mortes e 1800 condenações, franceses querem o fim dos Coletes Amarelos

A maioria dos franceses defende que devem parar os protestos nas ruas dos “coletes amarelos”, três meses após o início das primeiras manifestações que fizeram 11 vítimas mortais, noticia esta segunda-feira a agência France Presse. Uma …

Uma tese de doutoramento levou Marcelo à capa do El País

A tese de doutoramento sobre Marcelo Rebelo de Sousa é de autoria de uma professora universitária e jornalista da RTP. O tema já chegou ao jornal espanhol El País. O jornal percorre as provas de popularidade …

Seguros de saúde sobem para 2,6 milhões com crise no SNS

No primeiro semestre de 2018 o número de contratos de seguros de saúde aumentou 3%, em termos homólogos, para 2,6 milhões, escreve esta segunda-feira o Jornal de Notícias na sua edição impressa. Os dados, da Autoridade …

PSP usa critérios étnicos para avaliar risco de bairros problemáticos

Apesar de a recolha de dados étnico-raciais não ser permitida em Portugal, a PSP utiliza ainda critérios étnicos na avaliação do grau de risco de zonas urbanas sensíveis (ZUS), avança o jornal Público esta segunda-feira. Segundo …

Pyongyang fala em “momento decisivo” em vésperas de nova cimeira com Washington

O principal diário norte-coreano, Rodong Sinmun, escreve esta segunda-feira que o país enfrenta "um momento decisivo", em termos de desenvolvimento económico, a pouco mais de uma semana da cimeira entre o líder norte-coreano e dos …

OCDE quer tribunais especiais para julgar a corrupção

Portugal precisa de fortalecer os mecanismos de prevenção da corrupção, defende a OCDE, que sugere a criação de tribunais especializados e a redução das possibilidades de recurso dos arguidos.  O retrato da análise da corrupção …