Kennedy achava que Hitler tinha sobrevivido à Segunda Guerra Mundial

Robert Knudsen / Wikimedia

O presidente John F. Kennedy fala ao país sobre o esforço espacial, em discurso na Rice University, em Houston, Texas (1962)

O presidente John F. Kennedy fala ao país sobre o esforço espacial, em discurso na Rice University, em Houston, Texas (1962)

À medida que o centenário do nascimento do presidente John F. Kennedy se aproxima, o seu diário pessoal de 61 páginas está prestes a ser vendido em leilão. E uma passagem chocante revela que Kennedy acreditava que Adolf Hitler poderá ter sobrevivido ao fim da Segunda Guerra Mundial.

O diário de John F. Kennedy foi escrito numa época em que o presidente norte-americano trabalhava como correspondente de guerra para as revistas Hearst. Mais tarde, Kennedy deu o livro a Deidre Henderson, sua assistente de pesquisa.

Segundo o jornal britânico The Independent, este é o único diário do ex-presidente que ainda existe, e no próximo dia 26 de abril, o dia em que Kennedy completaria o seu centésimo aniversário, o diário irá a leilão. A RR Auction, de Boston, nos EUA, que está a organizar a venda, espera conseguir 200 mil dólares pelo documento.

“Hitler tinha uma ambição ilimitada para o seu país, o que o tornava uma ameaça para a paz do mundo. Mas tinha um mistério à sua volta, na forma como viveu e morreu, que se manterá e crescerá depois dele”, escreveu Kennedy depois de visitar o bunker de Hitler em Berlim e o seu retiro na montanha Eagle’s Nest, no verão de 1945.

A ideia de que Hitler terá encenado o suicídio e fugido para a América do Sul não é nova. Segundo algumas testemunhas, Hitler foi enterrado no Paraguai.

Mas aparentemente, o próprio John F. Kennedy faz parte das pessoas que acreditava que Hitler poderá não ter morrido antes do fim da II Guerra Mundial. Depois de visitar o bunker onde o ditador terá cometido suicídio, Kennedy ficou muito céptico acerca de sua morte.

“A sala onde Hitler deveria ter encontrado a sua morte mostrou paredes chamuscadas e vestígios de fogo”, escreveu ele. “Não há provas concludentes, no entanto, de que o corpo encontrado era o corpo de Hitler.”

Esta é a segunda passagem marcante retirada do diário de JFK, depois de a semana passada terem sido reveladas aparentes “palavras de admiração” de Kennedy pelo ditador alemão. “Hitler tinha nele o material de que se fazem as lendas”, apontou o então jovem repórter da Hearst.

Questionada sobre esta entrada, a casa de leilões nega que Kennedy tivesse qualquer admiração por Hitler, e exorta os leitores a não levar tirar as palavras do mais tarde presidente norte-americano do seu contexto.

Não há uma glorificação, não se pode tirar isso do contexto“, diz Bobby Livingston, vice-presidente executivo da RR Auction, ao Independent. “Naquele momento Kennedy era um historiador e estava a escrever a sua perspectiva do lugar de Hitler na história.”

Também Deidre Henderson acredita que Kennedy não estava a glorificar os nazis ou Hitler. “Quando JFK diz que Hitler tinha o material de que as lendas são feitas, ele estava a falar do mistério que o rodeava, não do mal que trouxe ao mundo“, explica Henderson.

“Em nenhum lugar neste diário, ou em qualquer dos seus escritos, há qualquer indicação de simpatia pelos crimes ou pelas causas nazis”, concluiu Henderson.

PARTILHAR

RESPONDER

Já são conhecidos os nomeados aos Globos de Ouro. Netflix lidera com "O Irlandês" e "Marriage Story"

A cerimónia de entrega de prémios realiza-se a 5 de janeiro de 2020 no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, e será apresentada por Ricky Gervais. Já são conhecidos os nomeados à 77ª edição dos Globos …

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …