Guerra de palavras. Justiça norte-americana acusa príncipe André de fingir cooperar no caso Epstein

O procurador de Manhattan acusou o príncipe André de fingir cooperar com a investigação norte-americana a Jeffrey Epstein, acusado de crimes sexuais, após os advogados garantirem que o filho da rainha Isabel II se ofereceu como testemunha.

“O príncipe André procurou hoje [segunda-feira], falsamente, apresentar-se a público ansioso por cooperar na investigação federal, quando se recusou repetidamente em agendar uma entrevista com as autoridades americanas e nos informou disso claramente. Já faz quase quatro meses desde que ele disse que não iria comparecer numa entrevista“, destacou o procurador, Geoffrey Berman, no Twitter.

Geoffrey Berman disse ainda que “se o príncipe André está de facto comprometido em cooperar com a investigação federal que está a decorrer, as portas permanecem abertas”.



As declarações surgiram depois de os advogados do duque de York revelarem que este se ofereceu para ajudar o Departamento de Justiça (DOJ) dos EUA por três vezes como testemunha no processo contra Epstein.

Num depoimento, os advogados da sociedade Blackfords dizem que “o DOJ esclareceu que [o príncipe] não é e nunca foi um alvo da sua investigação criminal a Epstein e que eles pretendiam a sua colaboração voluntária e confidencial“.

“O duque de York ofereceu a sua assistência em pelo menos três ocasiões este ano como testemunha ao DOJ. Infelizmente, o DOJ reagiu às duas primeiras ofertas rompendo as suas próprias regras de confidencialidade e alegando que o Duque não tinha oferecido qualquer colaboração”, acrescentaram.

Em 2015, o nome do príncipe André foi mencionado num caso de alegado abuso sexual de menores nos Estados Unidos, envolvimento que foi desmentido pelo Palácio de Buckingham. André é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001.

Jeffrey Epstein foi detido em Nova Jersey, no dia 6 de julho, e a polícia encontrou diversas fotografias de raparigas nuas na sua mansão, em Nova Iorque. O bilionário de 66 anos tinha uma rede poderosa de amigos, entre eles o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o antigo presidente Bill Clinton.

Jeffrey Epstein já se tinha declarado culpado de abusar sexualmente várias raparigas em Nova Iorque e Florida no início dos anos 2000.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …