EUA querem ouvir príncipe André no caso Epstein. Advogados dizem que já se ofereceu três vezes

Jamie J Gray / Flickr

O Príncipe André de Inglaterra

As autoridades dos Estados Unidos pediram oficialmente ao Governo britânico para ouvir o príncipe André no caso de abuso sexual de menores protagonizado por Jeffrey Epstein. Advogados dizem que o filho de Isabel II já se ofereceu para cooperar três vezes.

De acordo com o jornal britânico The Telegraph, os advogados do príncipe André, filho da rainha Isabel II e conhecido por Duque de York, fizeram uma rara declarações pública para rebater as acusações de que o príncipe não tem cooperado com as autoridades norte-americanas na resolução do caso de abuso sexual de menores protagonizado por Jeffrey Epstein.

Os advogados garantem que as autoridades só entraram em contacto com o príncipe em janeiro, embora o caso esteja a ser investigado há 16 anos. Além disso, estas requereram uma colaboração voluntária, já que André, atualmente com 60 anos, não seria um alvo da investigação.

A equipa de advogados acusa também o procurador nova-iorquino encarregue do caso de desrespeitar as regras de confidencialidade do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Esta declarações surge um dia depois de os procuradores federais do estado de Nova Iorque terem pedido ao Governo britânico para ouvir o príncipe André enquanto pessoa próxima do milionário Jeffrey Epstein.

“Ao contrário de quando se ofereceu publicamente para cooperar com a investigação, uma oferta feita através de um comunicado à imprensa, agora o príncipe André fechou completamente a porta a uma colaboração voluntária”, indicou o procurador Geoffrey Berman, em declarações à CNBC News. Segundo a mesma notícia, os investigadores federais tentam “há meses” falar com o Duque de York no âmbito do caso.

O pedido terá agora de ser avaliado pelas autoridades britânicas, que, de acordo com a imprensa do Reino Unido, enfrentam um “pesadelo diplomático” com a possibilidade de verem um membro da família real forçado a depor num tribunal britânico a respeito de um caso de abuso sexual.

Em 2015, o nome do príncipe André foi mencionado num caso de alegado abuso sexual de menores nos Estados Unidos, envolvimento que foi desmentido pelo Palácio de Buckingham. André é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001.

Jeffrey Epstein foi detido em Nova Jersey, no dia 6 de julho, e a polícia encontrou diversas fotografias de raparigas nuas na sua mansão, em Nova Iorque. O bilionário de 66 anos tinha uma rede poderosa de amigos, entre eles o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o antigo presidente Bill Clinton.

Jeffrey Epstein já se tinha declarado culpado de abusar sexualmente várias raparigas em Nova Iorque e Florida no início dos anos 2000.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …

Quase cinco meses depois, a Champions está de volta

A Liga dos Campeões é retomada esta sexta-feira, quase cinco meses depois da suspensão devido à pandemia de covid-19. Suspensa logo depois do jogo Leipzig-Tottenham, disputado a 11 de março, a prova milionária está de regresso …

Segunda vaga de covid-19 pode levar o desemprego aos 17,6%

Caso haja uma segunda vaga da pandemia de covid-19 em Portugal, a consultora EY estima que a taxa de desemprego possa atingir os 17,6% no final do ano. De acordo com a quarta edição do "Caderno …